Uncategorized

Sem luar e sem violão

tempo-crise-2008

Morre hoje sem foguete, sem luar e sem violão. Foi-se. 2008 termina como ano da grande frustração. Da virada de nossas expectativas de alcançar taxas de crescimento capazes de nos aproximar da modernidade que mais uma vez fica adiada.

Aqui, na terrinha, o futuro é ainda mais incerto e não aconselha ousadias depois que o governador Requião impôs, via Assembléia, sua reforminha tributária que vai nos custar um preço a mais na energia elétrica, na gasolina e na telefonia, sem contar bebida e cigarro.

De consolo pode-se dizer que é o último do longo suseranato de Requião, que, como se sabe, faz o tempo passar mais lento quando lembramos que ele está no poder. Mas na pior das hipóteses teremos pela frente os 365 dias de 2009 e mais três meses de 2010 para suportar a praga do populismo mais canhestro que já se aplicou nestas paragens.

De resto, é esperar por racionalidade. O presidente Lula se reuniu mais uma vez com Paulo Bernardo, ministro do Planejamento, para discutir os cortes que serão necessários no Orçamento de 2009. O governo também terá que apertar o cinto.

Lançado em janeiro de 2007, o Programa de Aceleração do Crescimento encerra seu segundo ano tendo atingido 15% da meta global de investimentos públicos e privados previstos até 2010. É a primeira vez que o governo apresenta números consolidados do PAC.

Os números divulgados pelo governo revelam o tamanho do desafio que o governo federal deverá enfrentar para cumprir as metas traçadas do Programa de Aceleração do Crescimento. E, a despeito da crise e de desconfianças, o governo promete que o PAC deslancha em 2009.

A tarefa é enorme. A partir do dia 1º de janeiro, a União, estatais e setor privado terão, para cumprir a meta do programa, de desembolsar o restante dos R$ 538 bilhões, o que vai exigir investimentos diários de R$ 736,98 milhões em todos os 730 dias que restam ao atual presidente até a entrega da faixa ao sucessor.

6 Comentários

  1. Campana,
    Em 2009, saúde e progresso prá que você possa continuar esse seu trabalho de extrema importância pro nosso Paraná!

  2. Fabio , finalmente vamos ter que ver como age o Lula ,em um contexto economico assemelhado ao que ocorreu algumas vezes no Governo Fernando Henrique ,tomara que se de bem ,para o bem de todos nos.

  3. VIVA O REQUIÃO. NOSSO GOVERNADOR E MAIOR ESTADISTA QUE ESSE ESTADO JÁ TEVE, QUE 2009 POSSA ILUMINÁ-LO AINDA MAIS NO COMANDO DO PARANÁ.
    VIVA O REQUIÃO, NOSSO SENADOR EM 2010.
    PARABÉNS REQUIÃO E DELAZARI, PELO TRABALHO FUNDAMENTAL QUE DESENVOLVERAM EM PROL DAS FAMÍLIAS PARANAENSES !!!!

  4. Parabéns a todos e feliz 2009,
    a vc Fabio Campana, que do seu modo presta serviço aos seus leitores;
    ao Secretário de Segurança Pública Luiz Fernando Delazari, que trabalha incansavelmente na luta contra o crime;
    ao Governador Roberto Requião está sempre buscando a defesa do interesse de nossa gente;
    ao Deputado Gustavo Fruet, que mais uma vez foi eleito o melhor Deputado do Brasil e honrou seus 210.000 votos;
    e ao povo do Paraná, que tem o privilégio de poder conviver com todos essas personalidades.
    Que DEUS, o Grande Arquiteto do Universo nos abençoe sempre.

  5. Fabio Maleico, mas… Grande Arquiteto do Universo? Por quê? E por que misturar Deus, que é patrimônio de muito mais gente que não gosta de Requião, nem políticos de qualquer colorido, com as mazelas de um mundo construído pela violência, pela roubalheira, pelos vícios e pelas muitas masmorras que não foram edificadas para sepultar para sempre os vícios?

Comente