Uncategorized

Eduardo Requião vira secretário de Estado para driblar a lei

eduardo-requiao

Para abusar da brecha de interpretação da lei antinepotismo que permite a nomeação de irmãos e outros parentes em cargos de primeiro escalão, Requião mudou o cargo de chefe do escritório de representação do Paraná em Brasília, que passou de assessor especial para secretário de Estado.

6 Comentários

  1. A falta de vergonha e a cara de pau é tão grande, que o nepotismo do Governador não tem limites de moralidade!
    Nas urnas ele será recompensado, pelos desmandos!

  2. E daí MP porque não investigar a nomeação do irmão do governador como secretário de estado ao invés será que para v/cs ai não tem muita importância ou é porque ele é irmão do patrão.

  3. Lineu Tomass Reply

    FABIO.

    EU CANTEI ESTA BOLA, OU SEJA A CRIAÇÃO DA “SECRETARIA DE ASSUNTOS AVANÇADOS” EM BRASÍLIA, PARA ASSIM ATENDER O ENCAIXE DO MANO, TIPO LUVA, NA “BRECHA” DEIXADA PELOS NOSSOS ILUSTRES MINISTROS DO SUPREMO -STF, QUANDO PERMITIRAM A NOEMAÇÃO DE IRMÃOS, CUNHADO, MÃE, TIO ETC., CASO O CARGO SEJA PARA “SECRETÁRIO”, NA JURISPRUDÊNCIA DO CASO “NEPOTISMO”.

    “CARGO CRIADO, MANO COLOCADO” !

    LINEU TOMASS.

  4. Pelo que vimos, o MP estadual, quando foi à Escolinha, estava preocupado em investigar quem seria Alice no País das Maravilhas …

  5. J. A. REZZARDI Reply

    Perguntar não ofende: Quanto vai custar para o Paraná a nomeação desse irmão? Até quando ele vai ficar lá? Que não seja por muito tempo!

  6. Eduardo moreno Reply

    Meu esse pessoal só falta matar a Mãe pra se arrumarem que coisa o povo esta indiguinado ainda bem que falta pouco pra esse pessoal sumirem o povão agradece.

Comente