Uncategorized

Obama quer aprovar pacote econômico em menos de 1 mês

obama

Deu na Folha Online:

Os Estados Unidos terão de enfrentar a atual crise econômica em que se encontra com ações “sem precedentes”, disse neste sábado o presidente americano, Barack Obama, em seu primeiro pronunciamento de rádio no cargo.

“Começamos este ano e esta administração em meio a uma crise sem precedentes que pede ações sem precedentes”, disse Obama. “Apenas nesta semana vimos mais pessoas solicitarem auxílio-desemprego do que em qualquer momento dos últimos 26 anos, e especialistas concordam que, se nada for feito, a taxa de desemprego pode chegar a dois dígitos.”

Na quinta-feira (22), o Departamento do Trabalho informou que o número de pedidos iniciais de auxílio-desemprego nos EUA cresceu em 62 mil, para um total de 589 mil na semana encerrada no último dia 17. No último dia 9, o departamento informou que a economia americana fechou no mês passado 524 mil postos de trabalho e a taxa de desemprego no país ficou em 7,2%.

No ano passado como um todo, a economia americana perdeu 2,6 milhões de empregos, maior número desde o fim da Segunda Guerra Mundial, em 1945, quando o país perdeu 2,8 milhões de postos de trabalho. O instituto de pesquisa Conference Board informou neste mês que a economia americana pode perder 2 milhões de empregos em 2009.

“Se não agirmos de forma ousada e rápida, uma situação ruim pode se tornar dramaticamente pior”, disse o presidente hoje. Ele afirmou estar satisfeito com o ritmo das negociações entre republicanos e democratas no Congresso para aprovar um pacote de estímulo à economia de US$ 825 bilhões e que espera promulgá-lo “em menos de um mês”.

“Este não é apenas um programa de curto prazo para impulsionar o emprego (…) Este é um programa que vai investir em nossas prioridades mais importantes, como energia e educação, saúde e uma nova infraestrutura, que serão necessários mas nos manter fortes e competitivos no século 21.”

Ontem, o presidente já havia informado, após uma reunião com lideranças dos dois partidos no Congresso, que o novo pacote deve ser aprovado até o dia 16 de fevereiro. O pacote deve ir à votação na quarta-feira (28) na Câmara e daí seguirá para o Senado. Ele disse ontem ainda que a negociação está “no bom caminho”, apesar de reconhecer que ainda há “diferenças” de opiniões que precisam ser resolvidas.

Detalhes

Obama ainda apresentou mais detalhes sobre o que deverá constar do pacote. “Para acelerar a criação de uma economia energética limpa, vamos dobrar nossa capacidade de gerar fontes alternativas de energia eólica, solar e de biocombustíveis nos próximos três anos” afirmou. “Vamos começar a construir uma nova rede elétrica que irá estender mais de 3.000 milhas [4.827 km] de linhas de transmissão para conduzir essa nova energia de costa a costa.”

Também serão feitos investimentos no sistema de saúde público, e que a informatização dos registros de todo o país irá economizar bilhões de dólares. Para a educação, os recursos irão modernizar mais de 10 mil instituições de ensino, além de possibilitar que mais americanos paguem uma faculdade.

1 Comentário

  1. De uma coisa eu estou certo: ele é extremamente bem preparado para este momento de crise.
    Já aqui no Brasil tivemos provas de sobra de que nossos governantes não têm esse pique e competência.

Comente