Uncategorized

Doático entregará reclamação em ato reservado

Será amanhã, às 10h00, em ato reservado, que o promotor da Defesa do Consumidor, Maximiliano Deliberador, receberá a reclamação coletiva das entidades dos movimentos sociais e partidos políticos contra o aumento de 15,7% da tarifa do transporte de Curitiba.

O caráter reservado é a pedido do promotor e o coletivo espera entregar a reclamação com mais de 30 mil assinaturas — número superior aos 10 mil esperados pelas entidades e partidos políticos.

10 Comentários

  1. O Greca vai tambem neste ato reservado ou só quando é explícito, nos bairros que ele é convidado pelo Doático.

  2. É bom ressaltar que este movimento não é do sr. Doático. Que eu saiba é dos partidos de oposição e dos movimentos sociais e este senhor representa apenas um dos partidos. Estão dando este destaque para ele com que objetivo? Quer reduzir um movimento da sociedade há uma pessoa?
    É bom respeitar a nossa inteligência! A indignação contra o aumento absurdo da tarifa do transporte coletivo é muito mais ampla do que se está divulgando pela imprensa nativa (nada imparcial)…

  3. Quem conhece o Doático imagina ele no próximo sábado, na boca maldita, dizer alto e em bom som que recebeu o pedido do promotor para entrega em ato reservado, como um privilégio seu (dele, Doático). Decisão unilateral da promotoria.

    É até capaz de levar caixa de som, bandinha do PMDB, para anunciar o grande feito.

    A propósito, o que mais se comenta na boca é a ausência dele depois de obter pouco mais de mil votos para vereador.

    Bom assim, a boca está mais respirável…

  4. Vigilante do Portão Responder

    Atitude correta do Promotor, não dar palco para o Desosupado do Doático. Já chega a TV Educativa, com funcionários pagos com o nosso dinheiro, servir de instrumento para denegrir o Prefeito Beto Richa.
    Ontem lá estava o capachista, digo, jornalista (assim, em minúsculas) Carlos Moraes, mostrando uma rua com buracos, foi a tal da novela, até arrumaram uma Sra. com um filho cadeirante para encenar a peça. O pilantra deita e rola, aproveita para trabalhar o batido tema da separação centro/bairro ( a mesma que o Fábio Camargo tentou fazer na campanha eleitoral, lembram: “sou prefeito dos bairros”?). O prefeito está recapando as ruas centrais, esqueceu da periferia, vejam o drama. A culpa é do Beto Richa.
    Será que não daria para mostrar na Educativa aquelas escolas que a globo filmou outro dia? Acabadas, em péssimas condições. A resposta da SEED foi a mesma que o prefeito deve dar: os recursos são escassos, as obras vão sendo feitas na medida do possível, dentro de um planejamento. Dezenas de escolas estão sendo construídas ou reformadas, uma ou outra vai ficando por último e quando termina de reformar a última, outras já estão danificadas. Com as ruas é a mesma coisa, não há recursos para pavimentar e recuperar todas de uma só vez, principalmente as vias cobertas com o chamado anti-pó.
    Não adianta criticar os prefeitos anteriores, inclusive o Requião, pôr não terem feito asfalto definitivo; Foi uma questão de escolha, 1 KK de asfalto, custa mai do que 10 de anti-pó. A minha rua, na época, era de saibro, quando colocaram uma camadinha de asfalto, foi um alívio, não tinha mais barro quando chovia e nem pó nos dias secos.

  5. Rosângela, não adianta chorar…deram carta branca para a dupla Doático/Feltrin, e que dupla, hein? vixe…está dando nisso…

    Certíssimo o Promotor em determinar o recebimento em ato reservado. Por quê, senão, como eles gostam de holofótes iriam convocar até a mídia internacional.

  6. Vejam como é a justiça neste país, tem gente malandra ,processada que apenas alguns conhecem ,andam soltas por aí se fazendo de bom samaritano. Quando tal criatura se apresentasse diante de um promotor público este por sua vez não deveria receber seu manifesto e sim enquadrá-lo.
    Quanto ao movimento, como foi acima citado, ele não é exclusivo de alguns oportunistas de plantão, o movimento é válido,pois, eu também não recebi aumento algum,o combustivel não aumentou, ônibus não usa o luz fraterna;é a oportunidade que a turma da crise está querendo,mais demissões no comércio???Sim, porque aumentando o valor das passagens vai doer em quem???Ou melhor ,vai efetivamente sobrar pra quem,então o patrão que tem que entrar com a sua parcela do vale transporte arranja a mesma desculpa da crise para mandar os menos favorecidos para a rua.Lembrem-se 2010 já é o ano que vem ,e, esta turma toda vai pedir seu voto.
    ACORDA BRASIL,VAMOS FAZER A FAXINA JÁ…

  7. O Nagib, e os moradores daquela rua que ja pagaram adiantado para ser asfaltada e ate agora nada e estão dizendo que talvez entre no orçamento de 2010, como é que fica.

Comente