Uncategorized

Governo cria barreiras burocráticas para frear importações

O Brasil reafirma sua vocação mercantilista: em uma decisão que pegou de surpresa as empresas de comércio exterior, o governo federal passou a adotar nesta segunda-feira uma série de barreiras à entrada de produtos importados.

Não foram criadas novas tarifas; dessa vez, o protecionismo veio na forma de maior burocracia. É preciso agora apresentar a “licença de importação prévia” para quase todos os produtos que entram no país. Na prática, a medida significa a volta do sistema de controle das importações adotado pelo país nas décadas de 70 e 80, quando o Brasil era um pequeno exportador e importava 80% do petróleo que consumia.

Ao invés de portaria ou comunicação formal, o Ministério do Desenvolvimento anunciou a nova medida por meio de uma nota publicada na sexta-feira passada no sistema usado para controlar o comércio exterior.

A lista de produtos com entrada restrita é ampla e abrange praticamente toda a pauta de importações do país: produtos de moagem (trigo), plásticos, cobre, alumínio, ferro, bens de capital, material eletroeletrônico, autopeças, automóveis e material de transporte em geral, entre outros.

A diminuição da competição aqui dentro protege empresários brasileiros, mas quem paga a conta é o consumidor, que acaba pagando por preços mais caros.

1 Comentário

  1. È o governo LULA mostrando para o que veio, FORA PT;FORA DILMA/ESTELA; FORA DUCE: FORA TODOS OS DEPUTADOS ESTADUAIS;FORA TODOS OS DEPUTADOS FEDERAIS;FORA TODOS OS SENADORES;FORA AOS CORRUPTOS…
    VAMOS VARRER ESTES POLÍTICOS DA HISTÓRIA DO BRASIL, LIBERDADE PARA O POVO JÁ…

Comente