Uncategorized

Apesar dos cortes, Paulo Bernardo continua otimista

paulo-bernardo

O Ministro do Planejamento, Paulo Bernardo, disse que será necessário fazer cortes para garantir as obras do Programa de Aceleração do Crescimento do governo federal. A declaração foi feita agora à tarde, em palestra na Câmara de Vereadores de Fazenda Rio Grande, na região metropolitana de Curitiba.

Segundo o ministro, os ajustes devem atingir vários ministérios, mas não vão afetar a educação e a saúde. O tom otimista ficou por conta do anúncio de que o governo deve destinar R$ 200 bilhões adicionais em investimentos no PAC. Este dinheiro a mais será aplicado pela Petrobrás no pré-sal e na infra-estrutura para a Copa do Mundo de 2014.

O auditório da Câmara de Fazenda Rio Grande ficou lotado para a palestra de Paulo Bernardo. Participaram quase todos os prefeitos da região metropolitana.

2 Comentários

  1. E ISSO AÍ!!!! ESSE GOVERNO LULA É UMA POTÊNCIAAAAA! ISSO DEMONSTRA QUE A CÂMARA DE VEREADORES DE FAZENDA RIO GRANDE NÃO É FRACA NÃO, TRAZ NO INÍCIO DE MANDATO O HOMEM MAIS PODEROSO DO GOVERNO LULA. PENA QUE O PSDB DE FAZENDA RIO GRANDE PENSA QUE NÃO PRECISA NEM GOVERNO FEDERAL E NEM DO ESTADUAL. O PREFEITO DE FAZENDA RIO GRANDE SÓ PRECISA DO BETO RICHA!!!!

  2. SYLVIO SEBASTIANI Responder

    O nosso Estado do Paraná, verdadeiramente durante estes 54 anos teve poucos Ministros de Estado. O primeiro foi em 1954, Ministro Aramis Athayde da Saúde. Mas todos tiveram forte prestigio no Estado. Mas o atual , Ministro de Planejamento, Paulo Bernardo, tive conhecimento de uma recente pesquisa feita em Londrina, sua terra política, ele tem 71% de rejeição, isso é de matar !

Comente