Uncategorized

As testemunhas do desabafo de Paulo Bernardo a Beto Richa sobre o PAC no Paraná

testemunhas-beto-bernardo

A execução do PAC no Paraná vai muito mal. Requião teve urticária e desarranjos assim que a informação se tornou pública, e da boca de ninguém menos do que o ministro do Planejamento.

Mas além de convidar o ministro Paulo Bernardo para a Escolinha da próxima terça, onde vai tentar provar que o Paraná tem bom desempenho nas obras do PAC, Requião deveria fazer uma lista de convites mais extensa. Além de Beto Richa, mais cinco pessoas foram testemunhas da crítica de Bernardo.

Estavam na audiência no gabinete de Bernardo, em Brasília, o secretário de Planejamento de Curitiba, Alceni Guerra; o presidente do Ippuc, Cléver Almeida; o presidente da Cohab, Mounir Chaowiche; o assessor de Projetos Especiais da Prefeitura, Maurício Ferrante; e o correspondente da Gazeta do Povo André Gonçalves.

Todos ouviram Bernardo dizer que o Paraná tem, sim, péssimo desempenho na execução das obras do PAC.

15 Comentários

  1. Culpa de quem será que desta vez sua Excelência o despotazinho bolivariano do Canguiri irá atribuir?

  2. Para o Marcos: não é óbvio que a Gazeta iria sair da toca pra defender o Paulão Bernardo?

    Querem salvar a pele do ministro. Mas que ele disse isso o PAC, isso tá na cara que disse, nem que saia dizendo que está errado agora.

    PT tentando conter os danos usando a Gazeta.

  3. Está se criando um factóide – logo vem uma série de não é bem assim, não foi isso que eu disse, e ninguém vai demonstrar nada de concreto, onde estão defasadas as execuções do PAC, etc e tal. É a impressão que temos.

  4. Então vamos aguardar a escolinha de Governo de terça feira para ver quem tem razão, vamos ver o fato pelos dois lados e não já sair malhando o governador porque é o esporte favorito de quem frequenta esse blog.

  5. Isso parece disse me disse, o fato é muito simples é só divulgar os números e fazer comparativo até o engraxate da praça irá compreender a situação. Diante dos fatos não há argumentos, caso seja comprovado, que o governo não está utilizando os recursos, tão necessários em um momento de crise seria um absurdo, ainda mais quando se sabem que saneamento é problema de saúde pública, A NOSSA CAPITAL, bela nas capas de revistas e nos jornais, porém, com drásticos problemas de saneamento, visto que até recente o poder legislativo estadual não tinha ligação em rede de esgoto. A região metropolitana e vale da ribeira, com explosão demográfico ressente da falta de saneamento, sem contar o interior distante dos olhos da imprensa.
    As nossas praias tão poluídas talvez seja fruto dessa gestão alheia, dizer que não tem recurso, falta mesmo é empenho e projetos, arregaçar as mangas e deixarem a pachorra de lado. Por isso que o PAC, está emperrado.

  6. Não é díficil de entender a reação do Sr. Governador e de seus afilhados políticos, pois lembrem-se daquela máxima “O QUE É BOM A GENTE FATURA (Leite das crianças, luz fraterna, etc) O QUE É RUIM A GENTE ESCONDE (Segurança, IPVA a maior, Pedágio, Estradas da Liberdade, etc….etc)

  7. Bem, sobre o PAC no Paraná, gostaria de algumas informações: Como andam as obras da ampliação e nova pista do aeroporto Afonso Pena??? E o tal PAC estadual que o desqualificado Governador lançou anos atrás???algo já aconteceu com aqueles 18 bilhões ou foram só mentiras, como sempre??? Alguma obra de porte do PAC foi executada no Porto PÚBLICO de Paranaguá????? De tudo que sei do PAC no Paraná se resumem a obras na Vila Audi, que vi placas de anuncio, e obras na Vila Zumbi, mais nada. Não existe nada sendo feito no Paraná vindo do governo seja federal ou estadual de porte, o pouco que existe ou é da iniciativa privada ou é de poucas prefeituras.O resultado dessa inércia sairá no futuro: com perda da participação do estado na econômia nacional, com problemas eternos que nunca são resolvidos, com promessas falsas, enfim com o que vemos no estado a 6 anos. Requião deveria estar furioso consigo mesmo, pois não existe na história politica paranaense alguém tão desqualificado que tenha assumido o poder.

  8. Vigilante do Portão Responder

    Boa Sandro, faço minhas as suas palavras.
    Pudera, quantas vezes nos últimos 5 anos, nosso grande lider, Roberto Requião, esteve em Brasília para conversar com ministros sobre liberação de verbas para obras em nosso estado? Quantas vezes ele reuniu a bancada federal (seja de adversários ou da sua coligação) para tratar de projetos e de aporte financeiro da união?
    Resposta: pouquíssimas vezes.
    Enquanto isso, o governador Aécio Neves vai quase toda semana para a capital federal, agrada ministros, mesmo os que são de partidos contrários a sua administração, junta a bancada de Minas (toda, sem se importar com a agremiação partidária) e consegue verbas para tocar obras.
    A Yeda Crussius também é do PSDB e conseguiu ajuda federal para tirar o RS do buraco que as seguidas adminstrações do PT o haviam colocado. Agora implanta uma gestão moderna e com muitas obras, várias com patrocínio do governo Lula.
    Conseguir dinheiro, vindo dos cofres da União, requer perseverança, trabalho e principalmente COMPOSIÇÃO.
    Lembram, no começo da primeira gestão do Lula o Requião se dizia amigo do presidente, porém a mosca azul da possível candidatura do Napoleão de Hospício à presidência da república, mudou tudo, o governador passou a criticar o governo Lula – com a clara intenção de ser candidato, já na eleição passada – , com isso houve um afastamento e o Paraná deixou de receber investimentos do governo federal.

  9. MANASSÉS DA RUBLA Responder

    ESSA REUNIÃO ESTÁ MAIS PARA DISCUTIR COISA ALGUMA COM COISA NENHUMA. O QUE ROLOU EM BRASÍLIA FOI MUITA COMIDA E VINHOS FRANCESES, TUDO COM O NOSSO DINHEIRINHO. Ô GENTE, TOMEM VERGONHA NESSA CARA.

  10. SARINHA OU SAFADINHA Responder

    AS OBRAS DO PAC NO PARANÁ ESTÃO SE TORNANDO UM CABIDE DE EMPREGO COM SALÁRIOS ESTRATOSFÉRICOS, PRINCIPALMENTE NA COHAPAR !!!!

Comente