Uncategorized

Os negócios da Lunardon com o governo

maria-marta-lunardon1

Do Abraão Benício, no Bem Paraná:

A empresa Telos Equipamentos e Sistemas S.A., de propriedade da mãe e do marido da secretária de Administração, Maria Marta Lunardon, segue prestando serviços para o governo Requião.

Pesquisa no Sistema Integrado de Acompanhamento Financeiro (Siaf) revela que em janeiro de 2009, a empresa dos Lunardon recebeu pagamento de R$ 2,6 mil por negócios com a Governadoria e Copel.

As transações com o governo Requião já renderam quase R$ 600 mil para a Telos desde 2003.

11 Comentários

  1. Não a primeira vêz que aparece nas páginas desse blog esse assunto envolvendo essa senhora e a emprêsa de sua família. Esse tipo de procedimento ou situação é legal porém certamente é imoral e não ético. Como o govêrno desse bolivarista do Bigorrilho não tem ética e nem moralidade, esse assunto vai continuar como dantes no quartel de abrantes. O que fico mais chocado com ísto é que está envolvido dinheiro público e às instituições responsáveis pela fiscalização da conduta ética, moral e legal do govêrno continuam omissos com relação a esse desmando que vem ocorrendo na adminístração pública estadual.

  2. A Telos é uma empresa de tradição em Curitiba. Lembro que quando comecei minha carreira profissional, comprava produtos desta empresa.
    Sinceramente, prefiro ver essa empresa fornecendo para o Governo do Estado, Prefeitura, do que outras que existem por aí que você pega o CNPJ e não encontra no endereço e outras falcatruas que sempre acontecem e vemos nos noticiários.
    Acho que deveriam procurar saber se a Telos paga seus impostos(federais, estaduais e municipais) e se não apresenta certidões falsas como outros…

  3. Quanta Hipocersias, se essa empresa Telos estivesse prestanto serviços à prefeitura de Curitiba e estivesse com esses “super-faturamento”, os canalhas do PT e do Requião já tariam fazendo o maior fervo, dizendo que era corrupção ,desvio de verba pública e algo do tipo.
    Mas como faz serviços ao governo do estado, vem esse papinho do tipo “Curitibano”, dizendo que é uma empresa de tradição, honesta e blá blá blá. Outra empresa de tradição, a J. Malucelli, apresentou uma série de irregularidades na construção de usina de Mauá e os canalhas do governo fizeram o maior abaffa e ficou por ai mesmo.
    Meu caro “Curitibano”, essas tais tipos “empresa de tradição” são as piores empresas para trabalhar para governos, pois atualmente elas só acabam vivendo nas tetas do governo, e com o passar do tempo, os proprietários dessa empresas acabam entrando no governo por meio de cargos comissionários, e o resultado disso é uma série de irregularidades, desvio do dinheio público e entre outras.
    E concluíndo o meu raciocínio, qualquer empresa que ganhe uma licitação, sempre a cada semestre, tem que passar por aditorias, para ver se elas estão concluindo os cronogramas previstos, coisa que nenhum orgão público faz na prática, e por isso que aparece essa irrgularidades.

  4. Pedro Rosario Neto Responder

    – Para o “Curitibano” : OK, a prefeitura pode continuar comprando desta empresa, MAS a funcionária tem que ser demitida ou ela tem que pedir demissão;
    – Reforçando o comentário do Ronado : “Esse tipo de procedimento ou situação é legal porém certamente é imoral e não ético”;
    – O que falta neste país (entre várias coisas que faltam), são exemplos. Infelizmente, vivemos cercados de maus exemplos. Este é mais um deles;
    Abraço.

  5. SYLVIO SEBASTIANI Responder

    E depois vêm uns Cinicos atacarem o Senador Jarbas Vasconvelos, porque ele disse que no PMDB e em outros partidos tem CORRUPTOS.

  6. SYLVIO SEBASTIANI Responder

    CONTUNUAÇÃO: Tem sim e bastante, e há necessidade urgente de extirpra-los, para o bem de nossa familia e de nossos filhos e de nosso país.

  7. Seria bom se antes de escrever “asneiras” as pessoas lessem as matérias.
    Em lugar algum da materia escrita pelo Abraão Benicio do Bem Paraná diz “superfaturamento”. Apenas revela uma insistência em atingir Maria Marta, uma secretária do Governo Requião que aliás é muito competente e duvido que tenha algum envolvimento prá facilitar as coisas para a Telos.
    Outra coisa: R$600mil entre 2003 a 2008 são 7 anos é igual a R$85mil por ano, em produtos o que não deve encher os caixas de nenhuma empresa.

  8. É POR ISSO QUE A MARIA MARTA, BABA PARA O REQUIÃO…NA ESCOLINHA ELA ESTA SEMPRE DE LINGUA DE FORA BABANDO…OBEDECENDO…COMO UM CÃO(NÃO NO FEMININO, PARA NÃO OFENDER), SERVIL. PUDERA!!!!ENCHENDO A CONTA BANCARIA.
    SERA QUE A PROCURADORA DO ESTADO SABE O QUE O “FAVORECIMENTO” É CRIME CONTRA A ADMINISTRAÇÃO PUBLICA. ELA QUE DEVE CONHECER BEM O DIREITO ADMINISTRATIVO, DEVE CONHECER OS PRINCIPIOS QUE NORTEIAM A ADMINISTRAÇÃO PUBLICA, TAL SEJAM: MORALIDADE, IMPESSOALIDADE, ISONOMIA, LEGALIDADE.
    E MUITO COMODO, SER SECRETARIA DE ADMINISTRAÇÃO E SE AUTOCONTRATAR, PARA METER A MÃO NA RES PUBLICA. ELA DEVE É SER RÉ.ANTES QUE A RES PUBLICA, SE ESVAIA, ANTES DO TERMINO DESSE MANDATO. DEUS NOS LIVRE DESSA GENTE PERVERSA E SEM ETICA
    .SÓ CADEIA.
    PARA EXORCISAR REPITA:

    “Crux sancta sit mihi lux / Non draco sit mihi dux
    Vade retro satana / Numquam suade mihi vana
    Sunt mala quae libas / Ipse venena bibas”

  9. Pedro Rosario Neto Responder

    Para o “Curitibano” :
    – Você não está entendendo. Não é o montante de dinheiro envolvido (“R$600mil entre 2003 a 2008 são 7 anos é igual a R$85mil por ano, em produtos o que não deve encher os caixas de nenhuma empresa.”, como vc menciona), podia ser R$ 1,00 por dia/mês/ano. O que está em jogo é a questão da ÉTICA;
    – Pô ! Não existe “Manual de Procedimentos” neste governo ?
    – Insisto : Precisamos de BONS EXEMPLOS –> Ou muda a empresa ou muda s servidora !

    Abraço.

Comente