Uncategorized

Jovem baleada em Caiobá tem alta do hospital. Ela está paraplégica.

A jovem M.P.L, de 23 anos, que estava internada no Hospital VITA Curitiba desde o dia 2 de fevereiro – depois ter sido baleada, recebeu alta hoje, 23, às 17h30. O boletim médico foi assinado pelos médicos Jackson Baduy e Jaime Luís Lopes Rocha, diretor médico e infectologista do hospital.

M.P.L. está paraplégica em razão do tiro que levou. Ela e o namorado, Osíris del Corso, de 22 anos, foram atacados por um homem no Morro do Boi, em Matinhos, no dia 31 de janeiro. Osíris também foi baleado e morreu.

O suspeito de atacar o casal — Juarez Ferreira Pinto, de 32 anos — foi preso no dia 17, no Balneário Santa Terezinha, município de Pontal do Paraná. Ele foi denunciado a partir de um retrato falado elaborado pela Polícia Civil. A vítima chegou a reconhecê-lo como o autor dos crimes, mas a defesa do acusado alega que ele não teria condições físicas para cometer os crimes, por ter Aids e hepatite C e, por isso, teria a saúde debilitada.

16 Comentários

  1. FABIO.

    As declarações desastradas da Polícia sobre este caso, gerou sérias dúvida na opinião pública.

    A opinião pública, está na expectativa de que ” tem muito mais” neste caso, do que já foi divulgado.

    Acreditar erm quem ? Em quais fatos ?

    LINEU TOMASS.

  2. Já falei e repito, tem “gente” dentro da polícia querendo “blindar” o vagabundo, o pai dessa menina tem que ficar esperto, senão ela ainda vai ser acusada de matar o namorado e tentar se matar e por a culpa no “inocentezinho” f.d.p.

  3. Só peço a Deus q realise os
    sonhos dessa garota.
    Ela tem tanta certaza d que ainda
    vai voltar a andar.
    Q DEUS TENHA PIEDADE…
    Agora, fico imaginando…
    Como pode
    existir alguem, com coragem de duvidar,
    das palavras dela, ela é tão firme em
    suas respostas. logico abalada basta
    nte, a coisa não foi leve.
    Mataram o amor da sua vida…
    Atiraram nela,GENTE..pelo amor de
    Deus.Está paralitica.Ainda tem quem
    defenda um MONSTRO desses.
    Engraçado, falam tanto q o kra pode
    ser inocente…Não li em site,nem em
    reportagens alguma, ele dizer UMA
    PALAVRA, em sua defesa.
    por q será???É só o q falta mesmo,
    a moça passar d vitima a BANDIDA.
    Estão dando mais atenção, credito
    a um DROGADO, q a propria vitima.
    Q VERGONHA BRASIL.
    Bandido tem mais DIREITOS, q um
    cidadão honrado, pagadores
    de seus impostos. A COISA VAI DE
    MAU A PIOR.

  4. É desnorteante! É desanimador ver a polícia, encarregada de desvendar este caso dramático, praticamente inativa e quase «encurralada» diante de não-provas, de diz-que-dizes, de comentários avulsos, ao mesmo tempo que dispõe da sua parte a força da prova testemunhal que, segundo o Direito, tem um valor incomparável. Que não se condene um inocente (uma solução que não faria ninguém contente, ou pelo menos assim quero esperar!), mas também que não se hesite em poupar à vítima ulteriores vexames e que o culpado seja devida e tempestivamente punido, para não desacreditar ainda mais a força da ordem!

  5. O impressionante é ver que as pessoas realmente gostam de quem tem dinheiro e automaticamente poder. Ninguém se deu conta do vocabulário que esta garota utiliza para contar os fatos, garota esta estudante de dois cursos superiores, da confusão que ela fez de toda esta “estória” e de como ela está falando com tanta convicção do acusado, já que dizem que ele era traficante quem garante que ela não estava comprando drogas ou até mesmo devendo para ele? e como pode ela afirmar que era só ele e agora a polícia que que ela acredite que tinha mais algém? e o pior de tudo, como alguém conseguiu observar todos os passos do acusado e ficar calado até agora?è triste perceber a manobra dos poderosos para solucionar um caso. mas o legal é que no crime da garota que foi retalhada e colocada na rodoviaria dentro de uma mala, em plena luz do dia ninguém conseguiu ver nada, não apareceu nenhuma testemunha e pelo fato de ser uma família humilde o caso já foi esquecido.Parabéns a “nossa polícia” solucionar, servir e proteger(quem tem dinheiro e poder) e parabéns também a imprensa que mostra toda a verdade(que mais render para ela).

  6. Curioso mesmo…
    Não aparece a vitima esperneando,
    q sempre fazem é negar, negar até
    prova contrária.
    Não vimos um jornalista, amolar ele,
    só a moça.
    Muito curioso, a foto dle kd??

  7. carnaval em Caiobá.. Responder

    Isso tdo esta me dando nojo…
    Ainda bem que o crapula esta onde merece..ou seja..quase onde merece!!.
    Porque merece mesmo é o inferno..
    E olha so..o pior é ver comentarios de gente “preocupada” com o vocabulario da moça..afé..eitaaaa Brasillll..
    Queria so ver se fosse o parente da mocinha ai em cima..se ela estaria assim preocupada com coisinhas pequenas..
    Ela reconheceu o monstro..nao é drogada..nao tem antecedentes..e nem tao pouco ele..pelo contrario..so falam o bem dos dois.. e nao foram drogados que fizeram um movimento nas ruas de Curitiba em homenagem a Osiris..acorda querida!

  8. carnaval em Caiobá.. Responder

    To achando que tem gente que conhece o criminoso por aqui..pois esta defendendo muito..ou quem sabe é parente ne!!

  9. Vigilante do Portão Responder

    Não sei não. a história está toda truncada, cheia de contradições, um prato cheio para um bom advogado de defesa. Até a mudança de homicídio para Latrocínio, tirando da competência do Tribunal do Juri, embora pareça prejudicial ao acusado, na verdade pode ser boa para ele.
    As declarações contraditórias, sobre a camiseta e sobre o estupro que depois, na nova versão, não teria ocorrido, são pontos falhos que colocam em dúvida todo o resto, mesmo alegando que a vítima estava em estado de choque; parece estranho dizer que foi estuprada e depois da perícia constatar que não havia esperma, afirmar que ficou só na tentiva. Pior ainda foi a versão do pai da moça ao dizer que o criminoso teria usado camisinha. Confesso que seria a primeira vez que soube de caso em que o criminoso usou camisinha para não infectar a vítima.

  10. A polícia desvendou o caso. A moça reconheceu seu algoz. Qual é a dúvida da opinião pública? Será que uma pessoa que sofreu todo o tipo de abuso como essa moça sofreu não iria reconhecer o animal? Vamos parar de tanta crítica e orar para que ela volte a andar. É o meu desejo.

  11. Não estou inocentando o suspeito, nem tampouco fazendo pouco do sofrimento da vítima.
    Mas que a história está realmente muito mal contada, está.

  12. isso ai galeraa..vamos se pronunciar agora…nao vou destinar minha resposta a ninguem..é entao a moça reconheceu mesmo o verdadeiro assassino????uhum e a materia de hoje é invenção da imprensa….è infelizmente acredito q a ´´mocinha´´vai passar de vitima a reu…hahahaha

    que a justiça seja feita…ahhh se alguem pode falar de alguem nao sao vcs não…. e julgar???

    so Deus pq eleé justo..

    abraços

Comente