Uncategorized

MST invade fazendas no norte do Paraná

Da Agência Estado

Aproximadamente 200 integrantes do Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST) invadiram ontem duas propriedades rurais no norte do Paraná. Eles já vinham se aproximando das propriedades havia cerca de uma semana, montando acampamento nas cercanias. As fazendas Pininga e Guairacá ficam no distrito de Lerroville, em Londrina.

O movimento antecipou-se a negociações que são realizadas pelo Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra) com o objetivo de comprar as duas propriedades.

Segundo a superintendência do Incra, no dia 18 houve duas audiências públicas para discutir a compra durante reunião do Conselho Estadual de Desenvolvimento Rural e Agricultura Familiar (Cedraf). A Fazenda Guairacá tem área de 5,8 mil hectares e capacidade estimada para assentar pelo menos 570 famílias. Já a Pininga possui 1,4 mil hectares, com capacidade para pelo menos 130 famílias.

Os proprietários das fazendas não foram encontrados. O presidente da Sociedade Rural do Paraná, em Londrina, Alexandre Kireeff, disse não acreditar que essas invasões representem um posicionamento mais radical do movimento na região norte do Estado. “Foi utilizado mais como ferramenta de marketing”, afirmou. (Evandro Fadel)

11 Comentários

  1. Cleverson Luíz Responder

    Deveria mudar a sigla para M.S.V. (Movimento Sem Vergonha), invadem fazem verdadeiras desordens e ninguém toma nenhuma atitude, só no brasil mesmo.
    Estas pessoas são como alguns em curitiba, as quais invadem ganham um local de moradia, depois vendem o imóvel e começam tudo outra vez, tirando a oportunidade de quem realmente quer contruir uma vida e tem seu atraso por causa destes vândalos sem vergonha…deveria existir algum registro de cada família que já foi assentada, a qual não poderia em hipóteze alguma vender sua propriedade e invadir outra, tirando assim a chance de quem realmente quer um lar!!!
    Mas acho que os governantes gostam e aprovam a situação(reflitam será que tem interesse de alguém, para que isso continue acontecendo? Qual o interesse? Já parou para pensar?) “Se é que adianta né COMPANHEIRO!!!”

  2. ESSA QUADRILHA DE BANDIDOS QUE SOBREVIVEM AS CUSTAS DE UM GOVÊRNO IRRESPONSÁVEL AINDA VAI DAR MUITA DOR DE CABEÇA AO LULA. NÃO HÁ PROVIDÊNCIA NENHUMA DA AUTORIDADE CONSTITUIDA, COMO SE FOSSE LEGAL INVADIR PROPRIEDADES PRODUTIVAS, MATAR OS ANIMAIS, FURTAR OBJÉTOS, DESTRUIR O PATRIMÔNEO, AS VEZES CONSTRUIDO COM SACRIFÍCIO PELAS FAMÍLIAS. ESTAMOS CHEGANDO A UMA SITUAÇÃO SEM VÓLTA COM ESSES QUADRILHEIROS. E O GOVERNO DO PT? NÃO ESTÁ NEM AÍ.

  3. É isso aí!
    Capitalismo nunca foi de quem trabalha, nosso direito só a luta faz valer!
    Pelo fim do Latifúndio!
    Reforma Agrária Já!
    Apoio total aos Companheiros, que não se acovardam e seguem firmes e fortes na luta.

    Thiago Douglas Moreira
    Relações Institucionais da União Paranaense dos Estudantes

  4. Diante de todos estes fatos, sinto-me devolvido à abominável “governança” do malsinado Jango Goulart.

  5. quadrilheiro por quadrilheiro, engravatado ou baderneiro, prefiro a segunda opção.

  6. Será que o RIUPE(?) Thiago fala pelos estudantes do Paraná? Valha-me, Santa Ignorância! Você sabe o que é “cabo do guatambu”?
    Vá trabalhar vagabundo.

  7. ANONIMO, RESPEITO A OPINIÃO DE TODOS, MAS DE LONGE DOS QUE NÃO SE ESCONDEM, QUE NÃO É O SEU CASO.
    VIDA LONGA AOS LUTADORES DO POVO QUE TEM CORAGEM DE ENFRENTAR ESSES FAZENDEIROS QUE OSTENTAM TERRAS TOMADAS A FORÇA DE PEQUENOS PROPRIETARIOS DURANTE DÉCADAS. ANTES DE FALAREM TANTA ASNEIRA SOBRE OS SEM TERRA ESTUDEM COMO FOI QUE ESSA BANDIDAGEM (DONOS DA TERRA) TOMOU AS TERRAS DO PARANÁ NOS ANOS 50 E 60 COM A CONIVENCIA CRIMINOSA DE FAMILIAS QUE ATE HOJE INFLUENCIAM A POTICICA DO PARANA, COMO A DE LUPION. VIVA O MST!

  8. cabo de guatanbu nos vamos enviar no seu…
    seu plaboyzinho de merda….
    viva o movimento dos trabalhadores rurais sem terra.

  9. na minha visao curta das coisas vejo que estamos em uma guerra ideologica e politica dos grandes e nos pobres e ate mesmo a maioria dos burgueses tambem sao vitimas;vejo queem relaçao as fazendas se for volt5ada para uma agricultura familiar que seja para o bem estar do municipio quem podera ir contra,acho que deve ser umas familia que relmente quer fazer uma agricultura ecologica que nao destrua o mei ambiente, e que pense em nossos filhos que estao para vim,e necessario pensar mais no futuro

  10. QUE TAL FORMARMOS O GRUPO DOS SEM CASA ? PODEREMOS ASSIM INVADIRMOS MANSÕES QUE ENTÃO CONSIDERAMOS OCIOSAS, DAQUELAS QUE TEM DEZENAS DE QUARTOS E INÚMEROS BANHEIROS E QUE GERALMENTE MORAM MEIA DÚZIA DE PESSOAS (MANSÃO IMPRODUTIVA). NOSSA, E SE ELA PERTENCER A ALGUM FIGURÃO DO GOVERNO ? QUE SERÁ DE NÓS ? SERÁ QUE A LEI ESTARÁ DO NOSSO LADO ? BOM, ACHO QUE NÃO CUSTA TENTAR, POIS ISSO FUNCIONA MUITO BEM COM O MST.

Comente