Uncategorized

PDT libera Osmar para alianças no Paraná

De Roger Pereira, no Paraná Online

osmar14

O ministro do Trabalho, Carlos Lupi, presidente nacional do PDT, declarou que o senador Osmar Dias tem liberdade total para escolher a melhor aliança para o governo do estado em 2010.

Em visita a Curitiba, onde visitou a Superintendência Regional do Trabalho e Emprego no Paraná e participou da inauguração da nova sede do Tribunal Regional do Trabalho e de uma reunião na OAB, Lupi disse que a única orientação do partido é para que Osmar seja candidato a governador.

“Essa questão (alianças), aqui, fica a cargo do próprio senador, ele é o presidente regional do partido e está mais que habilitado pela representação que tem e pela quantidade de votos. Apoio não se discute, se aceita. Quem quiser apoiar o Osmar Dias será bem vindo”, disse, após declarar que a tendência do PDT nacional será apoiar a candidatura da ministra Dilma Rousseff (PT). “Mas isso é um assunto que se decide no momento certo e por toda a direção nacional do partido.”

Osmar, que acompanhou o ministro durante todo o dia, disse que ainda pensa em manter a aliança com o PSDB. “Mas o PDT tem candidato e o PSDB também, daí fica difícil. Porém minha posição é que os compromissos que foram assumidos no passado, sejam mantidos.”


O senador disse, também, que, “se o cargo puder ajudar o Paraná, aceitaria ser líder do governo Lula no Senado”, caso a atual líder, Roseana Sarney (PMDB-MA), deixe o cargo, ou por licença médica ou para assumir o governo do Maranhão.

O ministro Carlos Lupi criticou a Assembleia Legislativa do Paraná pela desaprovação da PEC do emprego, que cancelaria os incentivos fiscais às empresas que demitirem.

“A Assembleia perdeu a oportunidade de ajudar quem precisa de ajuda nesse momento de crise, que é o trabalhador. Acho um absurdo a empresa que pega incentivo fiscal, é subsidiada para gerar empregos, no primeiro sinal de turbulência, já demitir”, declarou.

Sobre os efeitos da crise sobre o emprego, Lupi pediu paciência aos empresários. “Acalme um pouquinho, segure as demissões. Ganharam muito dinheiro durante todo o ano de 2008. No primeiro momento de pequena perda já demite? Isso só agrava. A demissão deve ser a última instância, mas não é isso que está acontecendo. Não é um dois meses de dificuldades que vão acabar com o lucro de um ano inteiro que eles tiveram..”

Carlos Lupi disse acreditar que o Brasil será o primeiro país a retomar o crescimento econômico após a crise. “O desemprego atinge diferentes setores, mas principalmente os exportadores. No entanto o setor agrícola teve uma compensação, com a valorização do dólar, não sendo muito atingido. O mercado interno continua forte e setores como o automotivo já começam a se recuperar. O balanço do mês de fevereiro já vai dar positivo, pouco, mas positivo. E, em março, tenho certeza que o Brasil será o primeiro país a reverter esse processo e já apresentar crescimento econômico significante”, disse.

8 Comentários

  1. Quem fala em princípios agora esquece que o Beto Lerner se comprometeu não disputar o governo do estado em 2010, cade os princípios dele “hdias”??

  2. Depois das guerras, sempre vem a inevitável pergunta:

    Quem deu o primeiro tiro?

    Respondo e comprovo.
    OSMAR DIAS deu o primeiro tiro para causar a grande guerra que vai acontecer em 2010.

    Senão vejamos.
    Eleição para governador em 2006, Osmar candidato das opisoções, apoia Alkimn e fica contra PMDB-PT.

    Lula que vem apoiar Requião, como ja tinha feito em 2002, contra o Alvaro Dias ( que foi apoiado pelo Beto – que disputou a eleição mas não chegou ao segundo turno).

    Portanto em 2006, se forma a aliança de oposição contra o PMDB e PT.

    Tanto é verdade que o PSDB, vai na Justiça Eleitoral para impedir Hermas Brandão de ser vice da Maria Louca.

    Eleição para prefeito em 2008, manten-se a aliança contra o PMDB e PT, quando não tendo outra saida Osmar retribue o apoio a Beto Richa.

    Em sintese: formou-se no estado uma aliança de oposição, tanto contra o PMDB, como contra o PT.

    Ora, agora em 2010, teremos eleições para PRESIDENTE, que será entre DILMA e SERRA, ou seja PT e seus aliados, contra PSDB e aliados.

    Os candidatos a Presidente escalam seus times nos estados. (depois de 2006, todos os partidos institucionalisaram dispositivo estatutário que obriga o diretorio de nivel inferior pedir autorização para o de nivel superior, para acertar alianças, vale dizer, os diretórios nacionais dos partidos é que vão dizer quals a alianças possiveis.

    Além do mais, com a fidelidade partidária em vigor, os desobedientes podem perder seus mandatos.

    Voltemos ao Paraná, para tratar de ver e escalrecer quem já deu o primeiro tiro na guerra de 2010 e, de fato, ja rompeu a aliança da oposição.

    Foi Osmar é claro.

    Desde o dia em que aceitou conversar com o LULA, sobre ser seu lider no Senado.

    Continuou dando tiros e fazendo força para desmanchar a aliança com os tucanos e se livrar deles, na hora em que se abraçou com a “simpática” Dilma botox e fez empenho para que ela anunciasse o acerto do vice do Osmar ser o ministro petista Paulo Bernardo.

    Portanto, de fato, já não existe mais aliança alguma, mas como diz o barbudo Fábio Campana, uma verdadeiro guerra de babuinos.

    Osmar aparece do lado de Lula e este diz que gostaria de ver o PT apoiando-o para ser o governador.

    A candidata do LULA, Dilma botox, vem arrumar seu palanque no Paraná para o ano que vem e escala o Osmar e Paulo Bernardo, como sendo seu time.

    Nesta semana o Presidente do PDT, vem fazer campanha para a Dilma e leva embaixo do braço o barbudo Osmar Dias.

    Substimando a inteligencia dos paranaenses este ministro do Lula que não quer perder a teta de forma alguma no governo federal, se atreve a dizer que Osmar tem liberdade para fazer alianças e que apoio não se discute, se aceita. Ora em politica os apoios são ajutados e só acontecem quando os aliados tem interesses comuns.

    Mas deixou a ressalva sobre que a tendência do PDT nacional que é clara e sem duvidas de apoiar a candidatura da ministra Dilma Rousseff
    “Mas isso é um assunto que se decide no momento certo e por toda a direção nacional do partido.”

    É claro que quando houver a convenção da escolha dos candidatos vai ficar claro que

    quem apoiar o Osmar terá que apoiar a Dilma,

    como certa a reciproca, quem apoiar o Beto ou o Alvaro Dias, terá que apoiar o Serra ou Aécio.

    Não haverá outra saída.

    Mas foi o Osmar que ficou nesta camisa de 7 varas e teve que dar o primeiro tiro para ir para o outro lado e se abraçar e assumir sua aliança com o PT, o divisor de aguas e permamente adversário dos tucanos
    .
    Resta apenas saber para aonde vai o PMDB, nesta guerra que ja teve o primeiro tiro e mandou a aliança contra o Napoleon do Hospicio para a cucuia.

    Como num jogo de xadrez, inteligentemente o SERRA vem também armar o seu time no estado e investe no PMDB.

    Agora o tiroteio ja é grande e intenso e daqui a pouco vai aumentar mais ainda quando a metralhadora giratoria do Napoleon de Hospicio entrar na guerra. Ainda não escolheu o lado, mas se depender das suas vaquinhas de presépio, o REIquion vai sar fantasiado de tucano.

  3. Pedro Rosario Neto Responder

    – Osmar, tudo menos aliança com o PT. Você não precisa disto para ganhar as próximas eleições. Não venda sua alma para o diabo;

    – Qualquer movimentação neste sentido, perde meu voto e meu apóio;

    Abraço.

  4. Agora que a ´porca torce o rabo” seu Osmar. Como disse o Pedro Rosário Neto, aí acima,
    ” Osmar, tudo menos aliança com o PT” e ” Você não precisa disto para ganhar as próximas eleições. Não venda sua alma para o diabo;”
    O diabo, aqui no Paraná é o Lula e o PT (que alias nunca ganhou eleição no estado).
    Cuidado Osmar, quem faz aliança “até com o diabo para ganhar eleição” voce sabe que é. Vai se abraçar tambem com o Chaves do Paraná?
    Agora José que a porca torce o rabo.

  5. OLHA! É COMPLICADA A SITUAÇÃO DE OSMAR DIAS ! NA ELEIÇÃO PASSADA VOTEI NELE JUSTAMENTE POR SER OPOSIÇÃO AO BARBUDO ANALFABETO E AO …NÃO GOSTO NEM DE DIZER O NOME.
    AGORA , NA REALIDADE ,ESTA “SOBRANDO” PRA ELE O APOIO DO PT .
    MAS SE TIVER QUE ENGOLIR SAMEK,PEDRO BERNARDO,LULA E DILMA CONFESSO QUE SERÁ EXTREMAMENTE INDISGESTO E NÃO CONSEGUIREI FAZÊ-LO NEM TAPANDO O NARIZ NA HORA DO VOTO.
    SENDO ASSIM, OSMAR DIAS,SINTO MUITO MAIS MEUS PRINCÍPIOS NÃO ME PERMITEM VOTAR NO PT .
    PO OUTRO LADO COM O APOIO DO PMDB BETO TAMBÉM ESTA FORA DOS MEUS PLANOS ,SÓ ME RESTA VOTAR EM BRANCO.
    PACIÊNCIA ,E ACHO QUE NÃO SOU O ÚNICO QUE VIVE ESSE DILEMA ELEITORAL NO PARANÁ.

Comente