Uncategorized

Sem imunidade, Barbosa Neto enfrenta a Justiça

barbosa-neto1

Via Jornal do Brasil

O deputado federal Barbosa Neto, do PDT, eleito no domingo prefeito de Londrina em eleições suplementares com 54% dos votos, pode ter a primeira dor de cabeça depois da posse, 3 de maio, com a Justiça.

O novo alcaide é indiciado no inquérito (2.652) no Supremo Tribunal Federal por peculato, na esteira da Operação Gafanhoto, deflagrada há cinco anos. Os investigados eram deputados e ex-deputados estaduais que, supostamente, teriam se apropriado de salários de servidores da Assembleia Legislativa.
Agora, como prefeito, Barbosa Neto perde o foro privilegiado do STF. O inquérito será enviado ao Tribunal de Justiça estadual.

Ex-radialista e jovem extrovertido, Barbosa Neto fazia a festa de colegas em churrascos em Brasília como contador de piadas e imitador.

8 Comentários

  1. O playboy malandrinho caiu do cavalo, pois além de pegar uma prefeitura falida pelo Belinati e o PT ainda pode acabar preso e perder o mandato!

    Pobre Londrina!

  2. Esse processo contra os gafanhotos, onde está? No STJ, STE ou STF. Porque ele é secreto? Tem listagem dos envolvidos?

  3. Londrina poderá ter um quarto turno? Isso é coisa que se faça com uma cidade? Quéro ver agóra qual a desculpa que vão arrumar para impedir a pósse do segundo colocado.

Comente