Uncategorized

Ministério Público decreta sigilo no caso de Deonilson Roldo

deoO promotor Walber Alexandre de Souza, da Promotoria de Proteção do Patrimônio Público, acaba de decretar sigilo processual no caso das denúncias veiculadas pela imprensa sobre o suposto duplo recebimento de salários pelo chefe de gabinete do prefeito Beto Richa, jornalista Deonilson Roldo (foto).

A Promotoria considerou exagerada e insuficiente em provas a denúncia veiculada hoje.

Atualização – 15h33 – Em NOTA DE ESCLARECIMENTO, a Promotoria de Justiça de Proteção do Patrimônio Público de Curitiba esclarece que o Procedimento Administrativo nº 114/2007, que trata da apuração de cumulação indevida de remuneração pela pessoa de Deonilson Roldo, então Secretário Municipal de Comunicação Social, segue sob investigação, ou seja, o Ministério Público do Paraná ainda não chegou a uma conclusão definitiva sobre o caso. Informa também que o procedimento passará por nova avaliação do setor de auditoria do MP-PR.

14 Comentários

  1. Tudo bem. Se as provas são insuficientes, manda arquivar. Todo mundo é inocente até que se prove o contrário. Mas não entendi porque o sigilo. Se continua a investigação é porque as provas não devem ser tão insuficientes assim. Neste caso, a opinião pública tem que ter acesso a informação.

  2. É, para os ricos as benesses da justiça, para os pobres os rigores da justiça. Êta brazilzão.

  3. Sigilo processual por denúncias da imprensa? Não seria melhor o jornalista dar os devidos esclarecimentos e dirimir dúvidas, apagando o estopim do incêndio? Mesmo porque, duplo recebimento de salários está ligado diretamente a pessoa que, na qualidade de servidor público, deve explicações sim à sociedade. Exagero está em atos de proteção a servidores públicos, independente de quem, que escorrega nos interesses pessoais em detrimento do público, que deveria representar.

  4. …então é assim. Rumo a 2010, qualquer obstáculo, como esta denúncia que pode manchar a candidatura do prefeito-santo, é abafada, escondida, transformada em boato. Enquanto isso, o trânsito piora, mais passageiros podem cair dos ônibus e querem construir metrô embaixo dos rios da cidade. E que venha a Copa do Mundo…

  5. HAHA. Olha só o cara que fica escrevendo diversos posts sobre o mesmo tópico com nomes diferentes atacando de novo…

    É só ler alguns dos comentários acima para conferir.

  6. A noticía é vazada pelo ministério público atinge a pessoa em sua moral, carater e agora vem o ministário público dizer que as provas são insuficientes numa total falta de resposabilidade e demonstrando que está atendo outros interesses que não é apurar a verdade. Lamentavel o conportamento do ministério público já que não é a primeira vez que tem este tipo de comportamento. Tá hora de impor controle no MP para que os resposavéis pelo o vazamento informações mentirosas sejam punidos, com honra não se brinca.

  7. NOVA POLÍTICA!!!!! Responder

    Oposição pode pedir informações sobre viagem de Beto Richa aos EUA.

    A oposição ao prefeito de Curitiba, Beto Richa (PSDB), na Câmara Municipal, promete mais barulho nos próximos dias. Vereadores estariam preparando para a semana que vem um pedido de informações sobre a comitiva que acompanhou tucano a Washington, nos Estados Unidos.

    Eles podem solicitar um relatório completo de viagem para saber quem acompanhou o prefeito, qual o foi o custo das diárias e se os valores gastos pelos integrantes da comitiva recaíram totalmente sobre os cofres públicos.

    O possível pedido de informações poderá ocorrer depois da revelação feita ontem por este blog sobre o embarque, em segredo, do ex-vereador Valdenir Dias (PSB), presidente da Femoclam, na comitiva de Richa.

    Os parlamentares teriam ficado intrigados com a possibilidade de o líder comunitário retornar ao solo verde-amarelo nomeado Assessor Especial para Assuntos Comunitários, no lugar do atual titular da pasta Michele Caputto Neto (PSDB).

    Fonte: http://www.esmael.blog.br/

  8. Vigilante do Portão Responder

    Dois anos e não deu para saber se o cara recebeu ou não o dinheiro? O Povinho lerdo, é coisa para 30 dias, no máximo. Quanto ao vazamento, faz parte do acordo da Gazetona com o PT, a Caixa, o Banco do Barsil a Pretrobras e o própio governo federal, fazem anúncios enormes no jornal e este publica o que o partido mandar. Nos últimos meses tem sido assim, todo dia tem matéria sobre a prefeitura, sempre prejudiciais, é claro.
    A matéria de hoje, sobre o Deonilson, pouco importou para o jornal ser o funcionário “A” ou “B”, o destaque foi fulano de tal, CHEFE DE GABINETE DO PREFEITO BETO RICHA”. A meta é atingir o prefeito.
    Dar página inteira, para uma simples “investigação”, que, como o próprio MP acaba de divulgar, não está concluida, é malandragem, própria de jornaleco.

  9. Esses políticos sempre dão um jeito de colocar a culpa nos outros, nunca neles mesmos. Agora a culpa por ele ter recebido indevidamente é dos funcionários de RH! É bom que se esclareça como funciona. Se um funcionário público de carreira é nomeado para um cargo político – secretário, por exemplo – tem direito a optar pelo salário do seu órgão de origem e respectivos benefícios, como a previdência, MAS DEVE RECEBER APENAS AS GRATIFICAÇÕES DO CARGO COMISSIONADO E NÃO O SALÁRIO-BASE. É simples. O sistema de RH suspende o pagamento do salário-base e o órgão beneficiado – no caso Prefeitura de Curitiba – ressarce o órgão de origem do valor pago no salário do sujeito. O que não pode é o sujeito receber dois salários de fontes públicas, o que é proibido pela Constituição, com exceção de professor universitário, professor, médico e dentista que podem ter dois padrões de 4h cada um. No mais é imoral e ilegal. E quem tem que devolver o dinheiro é quem foi beneficiado ilegalmente.

  10. Vigilante do Portão Responder

    Não tendo argumentos para rebater o que escrevi, o capachão do gardenalico fica atacando as pessoas.
    Argumentos cara, ARGUMENTOS.
    Leia a nota do Ministério Público.
    A historinha, publicada na Gazetona, de que foi um desconhecido quem entregou um envelope com os documentos para um sujeito que procurou o advogado, e este, sem remuneração alguma, entrou com o pedido de verificação. Todos altruistas. Quebra o sigillo telefônico e bancário dois dois para ver quem está pagando o “altruísmo”. KKK
    Lembrando, o tal advogado já foi contratado do PT. Pilantragem pura.
    Seria notícia de pé de página, caso o objetivo fosse somente informar. Como a meta é atingir o prefeito, deu página inteira. Amanhã virá o desmentido. Essa tática já foi usada recentemente. O memo jornal deu manchete, dizendo que as compras da DIRETRAN, no valor de R$500milhões, estavam sob suspeita do TC, pois não teria havido licitação. No dia seguite veio o desmentido, na verdade o TOTAL das compras do órgão é que foi de R$500milhões, a dúvida era sobre R$40.000,00 (quarenta mil reais) de aquisição de combustível. Quem leu o jornal somente no dia da acusação, ficou pensando que havia um rombo enorme. Não era verdade.

  11. Vigilante do portão…seu idiota e cego.
    As falcaturas aparem e vc continua falando asneiras sem comprobar nada.
    Vc e um inutil que fica na prefeitura ou alguma secretaria escrevendo bobagens ,perdi a paciencia contigo burro, ignorante, e o pior que teu salario eu que pago vagabundo

  12. José Russomanno Responder

    Ainda não tinha visto o MP tomar uma atitude sem escrúpulo como esta ,em soltar informações que difamem a moral e devassem a honra de quem quer que seja, sem analisar com profundidade o caso.
    O que está por trás desse devaneio?
    Dá pra ficar indignado com esta atitude, não dá?

  13. Angelo José Accorsi Responder

    Penso que o Vigilante tem razão.
    A submissão da Gazeta ao governo federal é flagrante, desde uns meses antes da eleição para prefeito.
    Mas creio que é uma questão de sobrevivência do jornal. Pena que perde credibilidade.

  14. Vigilante do Portão Responder

    E os ARGUMENTOS GRINGO, xingar a mim não aumenta a credibilidade do que vc escreve. Conteste, o Blog dá essa liberdade.

Comente