Uncategorized

Vereadores querem plebiscito sobre instalação de aterro em Fazenda Rio Grande

Os moradores de Fazenda Rio Grande poderão dizer em um plebiscito se querem ou não um aterro sanitário no município. Ontem, os dez vereadores da cidade aprovaram um requerimento que pede a realização de consulta popular sobre a concessão de área para processar todo o lixo gerado na capital e em mais 16 municípios da região metropolitana.

Como Mandirituba foi descartada pelo Instituto Ambiental do Paraná, Fazenda Rio Grande é uma forte candidato a receber o novo aterro.

O prefeito de Fazenda Rio Grande, Chico Santos, disse que vai estudar a possibilidade do plebiscito, mas ainda precisa conversar com os vereadores.

35 Comentários

  1. Parabéns à iniciativa corajosa da professora Lirani. Fui seu aluno e tenho orgulho de tê-la como vereadora de nossa cidade. Quanto ao Chico Santos; sei que o prefeito está amarrado com os interesses do Beto Richa.

    É por isso que vamos convocar a galera estudantil para mostrar sua força. Vamos juntos na campanha do “DIGA NÃO AO LIXÃO”.

    aBRAÇOS, fÁBIO.

  2. O Andriguetto, estudante não sabe nada mesmo. Também moro em Fazenda, e quero esse projeto que não é um lixão, é uma indústria. Nessa época de demissões, temos mais é que apoiar empresas que tragam empregos pro nosso povo. Ah! também não esqueça que mandamos lixão, e toneladas deles, pra Caximba. No dos outros é refresco, né?

  3. tem que acabar com este lobby de aterros sanitários, ir buscar urgentemente alternativa de geração de energia com usinas que podem gerar energia do lixo.

  4. Parabéns as mulheres fazendenses….em especial a professora Ariel que certamente orgulhará as mulheres que nela confiaram.

  5. Aprovei a iniciativa de alguns vereadores desta cidade em “tentar” fazer com que o Lixão não venha para cá, uma vez que nosso prefeitinho já tem tudo acertado com o seu aliado Beto Richa…

  6. O POVO DE FAZENDA RIO GRANDE AGORA DEVE PRESSIONAR O PREFEITO PARA QUE O MESMO NAO VETE O PROJETO DO PLEBISCITO….. SERÁ QUE ELE VAI TER CORAGEM DE IR CONTRA UM PROCESSO DEMOCRÁTICO……? BANCA ESTA PREFEITO….. MOSTRA QUE É HOMEM

  7. Eu como cidadão de Curitiba, gostaria que o município de Fazenda Rio Grande e outros 13 municípios da RMC começassem a tomar conta do seu próprio lixo. Chega de bancar a coleta dessa turma! Chega de lixo dos outros na minha cidade!
    A idéia da nobre vereadora poderia incluir então no plebiscito como é que FRG fará para pagar a Curitiba por todos esses anos em que tivemos que receber lixo alheio.
    Lixo no C… dos outros é refresco né?

  8. Gostaria que o “colega de comentários no blog” Andriguetto desse uma sugestão de onde então instalar a usina de processamento de lixo. Já que em FRG não querem, qual é sua idéia? Vocês vão começar a pagar pelo transporte e destinação do lixo de vocês ou vão continuar chupinzando Curitiba?
    Se houver local em Curitiba e FRG pagar por isso eu acho quero a usaina aqui mesmo. Mas tem que pagar também viu Andriguetto, nada de fazer cortesia com o chapéu alheio viu?

  9. Realmente a ideia da vereadora lirani é nobre, ja que plebicito e o povo que decide, mais aproveitando o ensejo, a nobre os puxa de plantão e os “PT” Partido do Toninho, poderiam tambem nos dizer como pagar curitiba os R$ 980.000 mil reais que a fabulosa administração do Ex Prefeito Toninho do Saibro tem com Curitiba com relação ao lixo da fazenda que e depositado na caximba, e que o desafeto Beto RIcha vem perdoando ao longo do tempo, desculpe tava esquecendo o Beto e PSDB, e a nobre e maravilhosa vereadora e pt, dificil de engolir tanta hipocrisia e vaidades das sanguessugas militantes.

  10. Fazenda consciente Responder

    Tuca: uma resposta para vc:

    vc sabe que indústria fabrica coisas úteis, gera bons empregos e deve ter vida longa…

    já o tal “empreendimento” do SIPAR não fabrica nada, gera emprego de catadores e “separadores” (100 no máximo), e é programado para ter vida útil de 25 anos…

    A propósito, vc já visitou o aterro da cachimba… ou então, que tal empregar seus filhos lá…

    Até o deputado cartário é contra o projeto…

  11. Os prazos da lei de residuos estadual e seu regulamento estão todos esgotados para adequação das municipalidades aos seus ditames. Pois, bem não cumpriram a legislação. Fizeram um consórcio, que significa união de entidades (Municípios) para fim comum (instalação do aterro), só que quando se trata de executar o objetivo um dos consorciados não concorda. Pergunta: porque se consorciaram ? O mais grave a lei de resíduos e seu regulamento não são cumpridos e não se apura responsabilidades dos gestores pelo descumprimento dos prazos legais, todos esgotados. Pergunta: que faz o Ministério Público que não enquadra estes gestores trapalhões que – há décadas – não conseguem resolver a questão dos residuos sólidos ? Outra pergunta: as leis ambientais são letra morta na Repúbliqueta do Paralá ? Mais uma pergunta: que interesses outros existem para que tudo isto aconteça ?

  12. com serteza essa historia de lixao..estão por fora porque é uma industria que fara otratamento do lixo..isso gera empregos..gera economia para fazenda ..parem com essa conversa de lixao…

  13. Fazenda consciente Responder

    Saci…. o apelido lhe cai bem… perneta, caolho e fazedor de confusão…

    Teu problema é a falta de informação, ou má fé mesmo.
    Todas as cidades que utilizam-se do Aterrão do Cachimba pagam uma Taxa, calculada por peso, para a CAVO, que administra, em nome de Curitiba o Lixão.

    SEU PROBLEMA É SE ESCONDER ATRÁS DE APELIDO…. SE QUER DEFENDER O TAL PROJETO, ENTÃO MOSTRE SUA CARA… NÃO SE ESCONDA…

  14. Fazenda consciente Responder

    Caro “Reginaldo”, desinformado como sempre… no valor – que não é esse, está a multa para deixar o Consórcio… há… e também está a promessa-chantagem do Beto Richa em “não cobrar: a fatura…

    Vc devia saber que estes tipos de chantagem existem.
    Ops, desculpe… vc está começando agora… é cristão novo e acredita em tudo que o tio chico e o pai beto falam….

    Vc vai descobrir maravilhas se aprofundar-se no tema… quer apostar…

  15. Todo mundo é cinbtra o lixo no seu municipio.
    Então por onde o lixo?
    Cada cidade devia guardar seu lixo, ou fazer uma grande usina para todos.
    Se não, é só mandar o lixo pra lua, lá não incomoda ninguem só astronauta de vez em quando. Onde por o lixo?

  16. Muito bonito todo mundo debatendo sobre a embalagem do problema, sem se preocupar com o que realmente esta em jogo.
    Típico de Curitibanos que tem como objetivo cuidar apenas de seu nariz, querendo cobrar um suposto favor que fazem aos municípios vizinhos! Não vi ninguém falar da água que bebem que vem do Município de Pinhais; do Rio Birigui que vocês poluem e os dejetos vão parar no Rio Iguaçu na divisa de Araucária com Fazenda Rio Grande; da poluição da Cidade Industrial que prejudica Campo Largo nas proximidades do Rio Passaúna; do Rio Belém que deságua no Iguaçu passando pela divisa com os Municipios de São José dos Pinhais e mais uma vez Fazenda Rio Grande; das arrecadações que a Grande Cidade da Metrópole possui para seu desenvolvimento enquanto as cidades vizinhas que abrigam o povo trabalhador e ficam com o problema de Educação, Saúde, Habitação, Invasões, Saneamento, Falta de Infra Estrutura. Das grandes obras como a Linha Verde e os Grandes Parques e Praças, orgulho do povo Curitiba cercado de favelas da periferia que abrigam os excluidos da Grande Capital. Do grande Prefeito, orgulho dos Curitibanos cuja empáfia não permite falar mal de um membro do Graciosa Country;
    Ë obvio que os grandes patrocinadores de campanha querem que a grande industria de reciclagem e compostagem o $LIXÃO$ vá para Fazenda Rio Grande, não pagarão pedágio, ficarão próximos dos principais centros populacionais, Sitio Cercado, CIC, Tatuquara, Boqueirão.
    E não será o Chico Santos, Capiau, que prefere roçar Escolas no fim de semana a pensar em projetos de geração de emprego e renda que terá cunhão para impedir seu aliado que prometeu resolver o problema do transporte coletivo, em sua campanha para governar a Grande Curitiba, mas que esqueceu de licitar junto com o projeto do metro a ligação com Fazenda Rio Grande, mas que não esquece de mandar seu irmão freqüentemente orientar as ações do Capiau para garantir sua nova empreitada de Governador.
    Estamos bem, para governador escolha: O Playboy do Clube, O indicado do Louco ou o representante dos Latifundiários!

  17. Me desculpe Chico, você me conhece bem.
    Vou direto, curto e grosso.
    Eu quero o Lixão na Fazenda, e pronto.

  18. VIVA CHICO SANTOS!! O PREFEITO DO LIXO!!

    VIVA CHICO SANTOS!! O PREFEITO DO SHOW COBRADO!!!

    VIVA CHICO SANTOS!! O PREFEITO DO NEPOTISMO!!

    VIVA CHICO SANTOS!! QUE NÂO MANDA NA CIDADE!!

    VIVA CHICO SANTOS!! O NOSSO PREFEITO!!!

  19. Fazenda Consciente Responder

    Rodrigo, parabéns pelo comentário lúcido e consciente.

    Quanto aos puxa sacos e defensores do pai beto e do tio chico, quero esclarecer que o debate ocorrido nas audiências públicas foram bastante reveladores: que indústria que nada; é o modelo do Cachimba mesmo.

    Está errado o modelo proposto. Concentrar o lixão em um só lugar é repetir o erro. O IAP selecionou mais de 30 locais possíveis, mas a máfia do Lixo só quer um. Por que será… para reduzir custos e aumentar lucros…este modelo está errado.

    E nada de ficar jogando uma cidade contra a outra. Este modelo não serve nem em Curitiba, nem em Fazenda e nem em Mandirituba.

    E os movimentos sociais e os políticos sérios, somados à Igreja e muitos outros estão unidos nas 3 cidades para lutar contra a máfia do lixo.

  20. ô Fazenda Consciente, quem é desinformado é você. Onde é que está no orçamento do município de FRG a grana gasta com o tal contrato com a Cavo?? Quando é que vocês licitaram a coleta de lixo de vocês?? Quanto o município de FRG paga por mês para a coleta e a destinação do lixo?? Onde está o extrato do contrato com a Cavo?? Quanto é que vocês aí produzem de lixo por dia?
    Acho melhor VOCÊ se informar antes. Ah e pelo jeito de consciente você não tem nada. Se você não revela seu nome, nem quem é, porque criticar os outros participantes do blog que fazem o mesmo?
    aqui em Ctba, vamos inciar uma campanha para que se proíba o uso da Cachimba como depósito do lixo de vocês. Se virem aí com o seu lixo. Faça o seguinte, enteree o seu no quintal da sua casa, já que você é tão consciente.

  21. Rodrigo, nós aqui em Ctba pagamos pela água que consumimos! Nós aqui em Ctba pagamos taxa de tratamento de esgoto! Não recebemos favor nenhum de ninguém. Favor é quando se consome ou se usa uma coisa ou bem sem pagar! A Sanepar que é a responsável pelo tratamento do esgoto pelo qual ela cobra é quem deveria se responsabilizar pelos rios poluídos. Aliás para sua informação aqui em Ctba a Prefeitura realizou um mapeamento que constatou que a Sanepar despeja esgoto in natura em 95 pntos da cidade. A prefeitura já acionou o MP ara que a Sanepar ou pare de cobrar a taxa de coleta e tratamento de esgoto e deixe para a Prefeitura este serviço, ou que faça o que tem que fazer. O governo do doente mental do Requião, aquele mesmo que teve muitos votos aí na sua cidade é o grande responsável pela degradação ambiental dos rios da RMC.

  22. Para começar algumas pessoas deveriam ter vergonha na cara e não usar o nome de outras pessoas para expressar suas opiniões,
    ex: “caseiro”, “eloi”, etc, citados nesta enquete e outras. Apesar de ser registrado alguns dados das pessoas que participam deste blog, não tem como saber a real identidade de todos.

    Devemos lembrar que o aterro da Caximba da esta em seu limite a alguns anos, e o problema para a onde o lixo vai não se resolve apenas com um plebiscito.

    Se o povo da Fazenda Rio Grande dizer não ao consorcio do lixo, eu pergunto para a vereadora Lirani, oque vai ser feito com o lixo da população de Fazenda Rio Grande?

    Vai para o outro municipio a onde o consorcio for instalado?
    No meu não, mas dos outrs pode….

    Vai tratar seu proprio lixo?
    – Aterro Sanitário ou Unsina de Reciclagem?
    – Em qual local?
    – Quanto tempo para eleborar o projeto?
    – Quanto tempo para ter as licenças necessárias?
    – Quanto tempo para implantar o projeto?
    – Quanto tempo para começar a funcionar?
    – Dinheiro da onde?
    – Quem vai pagar a conta?

    Tratar o proprio lixo é uma atitude nobre,
    mas um projeto deste porte não sai de um dia para o outro, deveria ter tido inicio nas gestões anteriores, pois o lixo não é o problema de hoje, mas desde quando foi implantado o aterro da caximba, pois ja se sabio a tempo de vida util dele.

    Este plebiscito é mais um daqueles projeto inuteis para tirar de uns (governos anteriores omissos) a responsabilidade e colocar a nas costas dos outros.
    Seria mais fácio a vereadora colocar uma melancia no pescoço (quer se aparecer), e economizar o recurso publico com algo mas util.
    Pois porque ela não faz uma lei para o municipio não receber o “Lixão”.
    A incompetencia manda passar a responsabilidade para os outros dicidirem, o Povo e a Gestão Atual, assim não foi ela que foi a “favor” ou “contra”, mas ela não é a representante do povo, ela responde por ele, em seus votos, não pode pular do barco algo de uma para outra.

    Pos ja sabemos que o Toninho do saibro (lado governo federal PT e estadual PMDB) poderia muito bem ter feito muito coisa neste sentido nestes 8 anos, e o que fez?

    Devemos lebrar que o uma das vantagens do consorcio do lixo é o barateamento dos custos de implantação, pois alguns municipios não tem condições e nem locais para um projeto semelhante.

  23. Claudinei… boa oportunidade para aprender a ouvir… afinal, “quem fala demais dá bom dia a cavalo” não é mesmo????

    Deixa eu te falar: Não fomos nós que desmatamos as florestas e deixamos o planeta doente; mas somos nós que teremos que resolver. NÃO FOMOS NÓS quem criou os problemas sociais existentes em Fazenda Rio Grande; mas somos nós quem teremos que resolvê-los.

    Ninguém que quer ir para a frente dirige olhando para trás! Não é a melhor visão para quem quer se consolidar como estrategista de uma gestão.

    Meu pai sempre dizia que quem só destroi pontes acaba por ficar isolado.

    Sei que vc não entende de legislação ambiental, porisso sugiro que leia e pesquise a respeito. As soluções “ambientalmente sustentáveis” são melhores, mais fáceis e de menor custo para a população. Não estou discutindo a gestão Chico Santos; estou debatendo o futuro de nossa cidade.

    Leia pequena matéria no endereço abaixo:

    http://www.rts.org.br/noticias/destaque-2/aterros-sanitarios-de-pequeno-porte-terao-licenciamento-ambiental-simplificado

  24. eu não acredito que pessoas cultas ainda tratam desta forma o novo empreendimento que esta para ser implantado na FRG. no meu quintal não tem espaço para este… então vamos dar uma solução para o problema e não ficar criticando aqueles que de uma forma ou outra buscam amenizar a situação..

  25. Ô Fazenda Consciente. Tu é um belo de um preconceituoso. Certamente, muitas pessoas honestas gostariam de carteira assinda, mesmo que fosse pra separ lixo. E a propósito, para onde vai o teu lixo, meu caro. Isso você não conta. Vai é engordar o bolso da Cavo e pro aterro da caximba. E depois, mal informado, porque não foi o IAP que escolho 30 áreas. Foi a Mineropar, e ela mesma descartou 27. Tonto, não sabe nada e fica gralhando. Já se viu que não entende nada mesmo de lixo.

  26. O DEBATE ESTÁ ESQUENTANDO. ISSO É BOM. TIRANDO DE LADO AS BAIXARIAS, O QUE SOBRA É DEFENSORES DO MODELO SIPAR, DE UM LADO, E CRÍTICOS DO MODELO SIPAR DE OUTRO.

    ESTOU CURIOSO PARA SABER ONDE FICAM AS DEMAIS 27 ÁREAS, E QUAIS OS MOTIVOS DO DESCARTE? SERÁ QUE FOI A MINEROPAR QUEM DESCARTOU MESMO? ELA TEM PODER PARA ISSO?

  27. EU JÁ SEI QUAL A SOLUÇÃO!

    – O CHICO SANTOS LEVA PARA A CASA DELE E O BETO RICHA LEVA PARA A CASA DELE TAMBÉM!

    O CHICO SANTOS NÃO FEZ NENHUM PROJETO ATÉ AGORA, MEU DEUS 100 DIAS DE MANDATO E O CARA NÃO TRABALHA MEU, SÓ PENSAR EM PERSEGUIR OS OUTROS, SAIMOS DA DITADURA E ESTAMOS NA DEMOCRACIA!

    FABIO CAMPANA FIQUEI SABENDO DE UMA PESQUISA QUE O BETO RICHA CAIU 2^0% DEPOIS QUE O CHICO SANTOS VIROU PREFEITO, ESSA PESQUISA MEDE A INTENÇÃO DE VOTO PARA GOVERNADOR, E FRG PARECE QUE NÃO GOSTOU DA IDÉIA DO CHICO SANTOS SER CHAVERNHO DO BETO RICHA!

  28. Mais esse negócio de Indústria do Lixo deve ser bão prá daná, né. Deve de ser tão bão que todos os prefeitos devem de tá brigando para querer levar lá pra sua cidade, né?

    Que nada! É a população de Mandirituba e de Fazenda Rio Grande que está sendo responsabilizada por resolver o problema de 16 municípios.

    E olha que estas cidades representam quase nada do total de lixo gerado e enterrado no Cachimba. Não chega a 2%.

    Está muito cômoda esta situação para as demais cidades. Precisamos envolver Colombo, Tamandaré, São José, Pinhais e todas mais.

    Afinal, quem foi que disse que só existe a solução do SIPAR????

  29. O CONSORCIO DA REGIÃO METROPOLITANA DE CURITIBA, sem cor partidária, constituiu-se pelo racional e logico entendimento, – que só havendo uma grande quantidade de lixo, combustivel da futura usina, se conseguiria uma economia de escala.
    Para pequenas quantidades a relação custo/benificio é antieconomica e impraticável para uso das modernas tecnologias, como no caso do projeto que preve apenas 15%, para ser depositado no aterro sanitário.
    Mas além disso tem uma questão juridica de alta indagação que é o seguinte:
    Caso esta vereadora consiga mobilizar a população da Fazenda Rio Grande para sair do consórcio e tratarem o seu proprio lixo, terá o municipio de Fazenda Rio Grande, suporte para enfrentar uma possivel ação de indenização dos outros municipios que infalivelmente virá para ressarcirem-se dos prejuizos que todos os outros demais municipios terão, quer pelo retardo do projeto ou até mesmo pela inviabilidade do mesmo por falta de area para locar a usina?
    O Muncipio de Fazenda Rio Grande, entidade publica esta comprometido no consórcio que foi firmado na gestão anterior, dentro de um crononograma e com toda a transparencia e democracia.
    Esta vereadora não é consequente e responsável para apresentar esta proposta e mais ainda será o Prefeito Francisco, se entrar nesta loucura de plebiscito.
    A constituição do Consorcio foi legal, sempre acompanhada pelo Ministério Público e por todos os orgãos da defesa ambiental.
    A escolha das areas é uma questão tecnica, mas o proprio projeto preve beneficios ao território que sediar a usina e aterro sanitário, de tal monta que se não dependesse desta questão da localização ser técnica, haveria uma disputa para cederem a área em face dos benificios que podem obter.
    Que o Prefeito Francisco esteja atento à esta questão juridica e da indenização que tera que arcar se entrar no “democratismo” e “assembleismo” que nada de pratico constroem.
    Chico, toma cuidado que isso é barril de polvora na tua gestão.
    Olhe pra frente e com a grandeza de tentar ver o futuro e não o debate estéril e inconsequente de quem sofisma democracia, mas na verdade quer mesmo é simplesmente posar de democrata.

  30. Senhor PROCURADOR:

    Por acaso não é pressão e chantagem o que vc está fazendo?

    Em primeiro lugar, se o princípio é o equilíbrio econômico (que vc tão bem defende), então há flagrante contradição com os princípios fundamentais que organizam a sociedade e o Estado Democrático de Direito. Não fosse assim, viveríamos a ditadura dos frios e calculistas interesses econômicos.

    Em segundo lugar; em seus estudos jurídicos, qual “mestre douto” lhe ensinou que os Contratos são férreas correntes a escravizar interesses e partes, independente de suas vontades?

    Se há “flagrante desequilíbrio entre interesses” e “manifesto interesse da parte em romper o contrato” não há Direito que lhe assegure?

    Nobre causídico, se o embate é jurídico terei o máximo prazer em contribuir com os interesses da coletividade.

    Diferenças à parte, seu comentário beira a ameaça, o desespero e o medo do debate público.

  31. Pô já que ninguem tem definição sobre sipar/lixão/ e tudo mais, então viva a ESTRE tão defendida pelos militantes de plantão que em audiencia realizada no teatro municipal se esconderam como de costume atras da bandeira do venha a nos o resto que se dane… e petezada não aprendem mesmo….

  32. Fazenda Consciente Responder

    Caro Reginaldo, o tal da Audiência preparatória, que teve como defensor e mestre de cerimônias o senhor aliado do PSDB, Rodrigo Berté, sequer teve valor legal.

    Que eu saiba, quem tem ido visitar a Estre em Paulínea, e voltado “convencido” é gente graúda da administração Chico Santos.

  33. Tudo Bem “Andriguetto”,
    para comerçar “Andriguetto” faz parte de seu nome? falo isso porque temos em nossa cidade um instituição de ensino séria com a palavra “Andriguetto” fazendo parte de seu nome, acredito que a opinião dela não se resume apenas a uma pessoa, mas a todos que fazem e fizeram parte desta instiuição. Se “Andriguetto”, pesso desculpas pela citação.
    Você foi muito feliz na citação “quem fala demais dá bom dia a cavalo” e “Não estou discutindo a gestão Chico Santos; estou debatendo o futuro de nossa cidade”, leia seu primeiro comentário “Quanto ao Chico Santos; sei que o prefeito está amarrado com os interesses do Beto Richa”, oque é isso? ou preciso desenhar?
    Realmente eu não entendo da legislação ambienta, pois não sou ambientalista e nem profunto conhecedor de todas as leis deste pais, mas sou cidadão, e quero o melhor para meu municipio, e sei que as coisas não acontecem de um dia para outro, temos que planejar para acontecer, existem bons projetos e baratos, mas eles podem ser aplicam no exato monento? Acredito que não, pois não foi feito, pois se esta sendo discutido o fim do aterro da caximba a vários anos, e nada foi feito.

  34. tenho uma comunidade no orkut,que se chama por uma fazenda melhor,fiz uma enquete na comunidade sobre o lixão,onde 90 porcento é contra o lixão e outros 10 porcentos é favor,quem quiser opinar é só visita a comunidade e vota;;;;;;;;;;;;;;;;;;

Comente