Uncategorized

Governo passa o rolo compressor e aprova o piso sem emendas

Foram rejeitadas as duas emendas apresentadas ao projeto do governo que prevê um reajuste de 14,9% para o piso regional. O projeto foi aprovado hoje em segunda discussão e o novo piso, entre R$ 605 e R$ 629, deverá entrar em vigor a partir de 1º de maio.

As emendas, derrubadas com 26 votos contra e 19 a favor, pediam que o reajuste fosse estendido para policiais civis e militares e também para os servidores.

12 Comentários

  1. gostaria de saber se o ex. gov do pr. vai aplicar o mesmo golpe do governo antes de perde para o jaime. deu 40% de abono sobre o salario e depois mais 30%. nao incorporando ao salario. no final do gov
    anunciou 100% de aumento para o funcionalismo. deu. mas em cima do base que era merreca,tirando os 70% de abono. ficamos assim por quase 13 anos
    comendo capim de burro que fomos acreditando. gostaria que me mantesse anonimo.
    obrigado

    obs. e so envestigar

  2. Será que pelo menos os precatórios alimentícios dos idosos, com direito por decisão judicial, serão pagos?

  3. O requião é muito bão mesmo de verdade. ele fais continença co chapeu dos otro. Fais o que mando, não fais o que faço, é o dilema do bão companis do requião. eu amo o requião ele é muito bão de verdade, ninguem acredita só eu.

  4. A sociedade clama por um policial (civil e militar) que entenda tudo de sobre leis, que respeite os direitos humanos, seja gentil, cortês, corajoso, eficiente, etc.

    Em contrapartida, o Estado que a representa, o estimula com salários nada convidativos, para que este profissional saia de casa, seja tudo aquilo e ainda volte vivo ao final do dia, além do sucateamento da estrutura organizacional – a mercê de Delegados Gerais e Comandantes (pm) que subordinam politicamente as oligarquias que estão no Poder Estadual.

    Devemos nos perguntar: é justo esse tratamento? Para piorar, no caso dos policiais militares – nem direito de greve e de liberdade de pensamento existem para que a verdade seja dita:

    A Sociedade quer que a Polícia seja assim…

    (Não é a toa que os efetivos policiais sonham em passar em concursos públicos, em cargos onde são melhor remunerados – PRF, PF, Ag Penit, MP, PJ, etc). Hoje, ficam nas polícias quem tem perspectivas visíveis de aposentadoria. A grande maioria sonha em algo melhor para fazer – do que receber salários incompatíveis com a missão que se exige de cada policial, a mercê da sua vocação de vida.

    Lembrando que o salário de um Soldado em início de carreira bate 1300reais, escrivão e investigador 2200, aspirante a oficial (2200).

  5. Tua batata tá assando REIQUINHÃO, se vc chega a ficar sem mandato, vais ganhar um mandado……… de busca e apreensão……

  6. Depois quando o povo vai em uma delegacia para fazer um Boletim de Ocorrência e a mesma esta fechada, quando liga para o 190 da policia Militar, e fica em até 10 ou 15 minutos para ser atendido no telefone, e quando a PM só vem atender depois de uma, duas ou tres horas, o povo não reclame, pois votaram no Gardenal, e agora ficamos a merce dos bandidos fortemente armados, fazendo matança. Veja hoje 06 corpos executados, isso é o fim da picada.
    Beto Richa, voce é a unica salvação para o nosso estado, só não vai entrar e fazer como os demais.

  7. Como é bom fazer cortezia com o chapeu Alheio. Isso não é governo, isso é uma praga.

  8. Vigilante do Portão Responder

    Publique a lista dos Deputados, com o voto de cada um.
    Será impórtante para sabermos se os partidos que cobram 40% de reajuste para os funcionários da Prefeitura, são os mesmos que votaram contra o reajuste dos barnabés estaduais.
    Sendo que a prefeitura, nos últimos 6 anos, deu a reposição salarial, sempre com alguma coissa a mais, enquanto o governo estadual não deu nem a inflação.
    é só fazer as contas direitinho.

  9. Rolo Compressor governista? Srs. A rejeição das emendas se deu por claro motivo jurídico, patente a inconstitucionalidade das emendas apresentadas, que aumentavam os gastos do Poder Executivo, em desconpasso com o Art. 66 da Constituição Estadual e da Lei de Responsabilidade Fiscal.
    O art. 66 da Constituição Estadual Dispõe:
    Art. 66. Ressalvado o disposto nesta Constituição, são de iniciativa privativa do Governador do Estado as leis que disponham sobre:
    I – a criação de cargos, função ou empregos públicos na Administração direta e autárquica do Poder Executivo ou aumento de sua remuneração;

    Ora, Cabe única e exclusivametne ao governador iniciar processo legislativo sobre a remuneração de servidores, sob pena de inconstitucionalidade da referida norma legal, inapta a gerar efeitos no mundo jurídico.

  10. Ai, meu Deus!
    Agora que perco o emprego mesmo.
    Lá vou eu voltar a ser diarista, cada dia em um lugar, ganhando menos, sem refeição, sem carteira assinada, sem garantia de trabalho…

Comente