Uncategorized

Lula ensina ao STF: magistrado deve falar
nos “autos”

De Josias de Souza, na Folha Online

Da Argentina, onde se encontra, Lula ministrou uma aula ao Supremo. A lição do presidente veio numa entrevista coletiva. Tendo do seu lado a colega Argentina Cristina Kirchner, Lula disse:

“Se esse tipo de briga, assistida por toda a sociedade brasileira, ajuda a sociedade, a democracia, muito bem. Mas eu creio que quando nós temos determinadas funções, é importante que a gente diga tudo o que quiser nos autos do processo e que não se fique dizendo pela imprensa”.

Antes da observação ponderada, Lula vocalizara um despautério. Comparou o plenário do Supremo a uma arena futebolística. A pretexto de negar a “crise institucional”, o presidente declarou:

“Foi uma troca de acusações verbais, se desentenderam, trocaram palavras duras um contra o outro. Mas longe de ser uma crise institucional porque dois homens divergiram e não se entenderam…Se fosse assim não teria mais jogo de futebol porque tem briga em campo todo santo dia”.

Em Brasília, o “jogador” Gilmar Mendes veio à boca do palco para negar que as caneladas trocadas com o rival Joaquim Barbosa tenha desandado para crise. “Não há crise, não há arranhão. O tribunal tem trabalhado muito bem. Nós temos resultados expressivos. Vocês podem avaliar que a imagem do Judiciário é a melhor possível”.

Então, tá! Ficamos assim. Lavrem-se os acórdãos.

7 Comentários

  1. Acho que há pessoas que não sabem a real função institucional do Supremo e que por isso aplaudiram o show de jurisdemagogia perpetrada pelo ministro Joaquim Barbosa. Parabéns pelo puxão de orelhas dado pelo ministro Marco Aurélio, de longe o melhor juiz do Brasil.Ora, se as coisas no Supremo descambarem deste jeito é melhor fechá-lo porque aí será mais uma birosca institucional. e não o Supremo tal como previsto na Constituição.

  2. Anônimo, sem dúvida, também não acho interessante que tais situações ocorram na mais alta corte do país. Porém, já passou da hora do Gilmar Mendes renunciar ao cargo, como disse o ousado ministro Joaquim Barbosa, ele já causou muito prejuízo ao Judiciário brasileiro como um todo com as constantes e infelizes exposições na mídia. Espero que o espetáculo dantesco sirva para depurar o STF, mexendo também com os outros membros, que certamente sentiram a pressão social que está ocorrendo contra os tribunais superiores, sentimento este bem exposto na explosão emocional do ministro Joaquim, inclusive o STF, que, infelizmente, sempre têm demonstrado um desapego com o interesse público e a pacificação social, que deveria ser a principal meta da prestação jurisdicional.

  3. CINCO JUÍZES DO STF TRABALHAM PARA GILMAR
    Você já entrou no site do IDP – Instituto Brasiliense de Direito Público, que é de propriedade do Ministro Gilmar Mendes?
    Entre os professores desse instituto estão os senhores Eros Roberto Grau, Marco Aurélio Mendes de Faria Mello, Carlos Ayres Britto, Carlos Alberto Menezes Direito e a senhora Cármen Lúcia Antunes Rocha (cinco Ministros do Supremo). Ou seja, alguns dos Ministros do Supremo também são funcionários, empregados, prestadores de serviço ou contratados, seja lá como possa ser definida legalmente, a relação deles com o IDP do Presidente do Supremo. Também está na relação o Ministro Nelson Jobim.
    Será que não estariam ética e moralmente impedidos de se manifestarem acerca do entrevero Joaquim Barbosa X Gilmar Mendes? Nesse caso, não há conflito de interesses já que de alguma maneira os citados têm relação com Presidente do Supremo que envolve remuneração?
    A lista dos professores do IDP está aqui:
    http://www.idp.edu.br/web/idp/content/index/id/71

  4. Será que lá eles protegem o Daniel Dantas e os interesses do PT porque também teriam um ANEXO em fuga permanente de uma CPI?

  5. Achei lamentável a atitude de Joaquim Barbosa. Foi um show de baboseira que não cai bem para um homem, com cultura privilegiada, como a de Barbosa. Se divergências existem entre os membros da Corte, que sejam esclarecidas entre os seus pares em reuniões fechadas.
    A mais alta Corte da justiça do país não pode ser enxovalhada por destemperos deste ou daquele. Eles – os homens da capa preta – são a esperança de que há, realmente, justiça no país.
    Mas, se digladiam entre si, de duas uma: ou a Corte, como instituição, está desmoralizada; ou alguns membros daquela Casa não estão à altura do cargo que exercem e pago pelo erário. Ou seja: todos nós cidadão. Fico com a segunda hipótese. Joaquim Barbosa deve desculpas aos brasileiros. Falou bobagem.
    E um homem do seu quilate não pode abrir a boca para falar bobagem. Ele que deixe as bobagens para os senhores parlamentares, como temos visto com freqüência.

  6. Estão vendo só? Esse é o Lula. Demagôgo, disfarçado, enganador, imaginando que as pessôas são tão idiótas quanto ele. Óra, o que aconteceu no Supremo foi de uma gravidade a toda próva e o Presidente da República se fôsse um estadista, chamaria esses Ministrros às falas pois, ao se comportarem como dois”moléques”, prestam um grande descerviço à Nação. O Lula tratou o questão como se ela estivesse sendo resolvida em um ring de boxeadores ou talvez, na cozinha da casa dêle e, a Suprema Côrte não é isso.

  7. Lula, não trunca apenas os ‘S” de suas frases, também quer tapar o sol com a peneira….

Comente