Uncategorized

Os deputados federais preferem Miami

aviao1

Levantamento feito pelo Congresso em Foco a partir de registros das companhias aéreas revela que a Câmara pagou 315 passagens para Miami, Flórida, 172 para Paris e outras 148 com destino a Buenos Aires.

O site publicou a lista dos 261 deputados que usaram passagens da cota para voos internacionais entre janeiro de 2007 a outubro de 2008. Hoje, mostra para onde parlamentares, parentes e convidados foram, no mesmo período, com os bilhetes aéreos financiados pelo Congresso. No total, fizeram 1.881 viagens para 13 cidades dos Estados Unidos, da Europa e da América do Sul.

Os Estados Unidos são o país mais buscado por deputados e demais viajantes, com 437 passagens (44% do total). Nova York é a quarta cidade mais visitada pelo grupo, com 122 voos. Foram registradas outras 396 passagens de volta, dos Estados Unidos para o Brasil.

A Câmara pagou ainda 359 passagens de ida para a Europa e outras 306 de volta. Depois de Paris, Milão, com 69, Madri, com 50, e Londres, com 41, são os destinos europeus mais procurados por deputados, familiares e demais passageiros que embarcaram com a conta paga pelo Legislativo. Há ainda 26 passagens para Frankfurt, na Alemanha, e apenas uma para Roma. Como origem, porém, a capital da Itália é responsável por três partidas.

As visitas aos países sul-americanos totalizaram as 194 passagens restantes pagas pela Câmara. Depois de Bueno Aires, com 148 voos, Santiago do Chile é a segunda cidade mais visitada da região por deputados, familiares e demais convidados. Em 25 ocasiões, ela foi o destino das passagens

12 Comentários

  1. Num universo de deputados em que a grande maioria é semi-analfabeta, inculta e oriunda de ocupações como chofer de caminhão e trocador de ônibus, é de se esperar que o destino preferido seja Miami, onde o portunhol é facilmente compreensível. Miami é o local preferido de cucarachos de todas as partes da Latrina-América….

  2. Vigilante do Portão Responder

    Na hora da farra é todo mundo igual, não importa o partido, todos aceitam as benesses.
    O emblemático caso das passagen aéreas é só um exemplo, Suas Excelências não acharam, em momento algum, que estvam cometendo um ato ilícito. Até os mais bem comportados aderiram.
    Outro problema é a distribuição de cargos, nem mesmo o PSOL abriu mão dos vários cargos e das benesses que proporcionam, não ví nenhum partido dizer que é um absurdo um Deputado ter 20 funcionários de gabinete.
    O dinheiro fácil, acaba por nivela, por baixo, todos os parlamentares.

  3. O mais triste e vergonhoso de tudo isto é que tais deputados, pelo jeito da coisa, não serão processados por usar dinheiro público indevidamente, sequer devolverão o dinheiro gasto, colocaram um pano em cima, dando mais um exemplo escrachado de impunidade.

  4. Nessa cdos deputados turistas, pegaram até o Afonso Camargo, um dos maiores líderes do “neyismo” e do PSDB do Paraná.
    Será que o PSDB de Curitiba vai expulsar também o Afonso Camargo?

  5. Além desse desmando safado, imaginem às moambas que esses canalhas compraram a custas desse povo burro brasileiro………

  6. José Russomanno Responder

    Em certa ocasião, quando trabalhei em Brasilia, fui obrigado a devolver aos cofres públicos a décima quinta parte referente a compra de um notebook, pela minha anuência ao processo, eu e mais quatorze pessoas da diretoria, a quantia de 268,89 reais.Tive, sem choro, que devolver, descontado em meu salário na folha do mês seguinte.Vejam, tratava-se de anuência administrativa.
    Este caso dos deputados me parece que ninguém vai devolver nada e coisa nenhuma, referente às passagens aéreas, mostrando que só os pequenos servem de bode expiatório a uma falsa moralização do sistema administrativo federal.
    Essa coisa de , isso pode , isso não pode, pra eles sempre vai poder, e para os outros é proibido.
    Menciono que o processo estava bem instruido para compra do notebook, e só pelo fato de que a carta convite não especificava um item que existia no aparelho comprado, fomos enquadrados pelo TCU a pagar.
    O orgão ficou com o aparelho e nós pagamos e ficamos sem ele.
    É uma VERGONHA….!!!!

  7. Não vai dar nada, mesmo porque a maioria do PT está envolvida . Daí ,sacomé né ??? não sei , não vi, não lembro….

  8. Cap. Nascimento Responder

    A cambada dos deputados e familiares viajam com o meu e com o seu dinheiro, pago na forma de imposto de renda, para miami, considerada a ciudad del leste da burguesia. Por aqui, o nepotão de mello e silva e “famíglia” viajam gastando o dinheiro público para a europa.
    Eu que não sou político, peguei meu fiat 147 o abasteci com o meu dinheiro e fui pescar na poluida barragem do iraí. Comi um sanduba de mortadela e tomei uma gasosa de framboeza. Não peguei nenhum lambari, apenas um cocô.
    Ei reiquejão, pede prá sair.

  9. enquanto isto a nossa bancada do pr trabalha assim com seus paranaeses
    testei a eficiencia de nossos deputados estaduais e federais e senadores em retorno ao paranaense
    para isto utilizei que eles apoia-se o projeto 1439/2007 e a questao do filtro solar na lista de medicamentos
    resultado
    bancada estadual- rossoni retornou -cheida retornou
    bancada federal -vargas retornou -luppion retornou
    fruet retornou-afonso camargo retornou
    hauly mandou noticias dele
    senadores
    osmar dias o mais eficiente de todos
    qual o interreses de nosso parlamentares
    luis fernando dos santos egidio londrina-pr.

  10. Eu gostaria que a maioria dos eleitores ouvisse 1 horinha de conversa em off da maioria dos deputados em relação ao seu POVO.

Comente