Uncategorized

Romanelli na entrega
de indenizações para ex-presos políticos

romanelli

Os deputados Luiz Claudio Romanelli (PMDB), líder do Governo na Assembleia Legislativa, e Waldyr Pugliesi, líder da bancada do PMDB, participam nesta terça da entrega simbólica de cheques para 45 militantes políticos indenizados porque foram presos em dependências do Estado durante a ditadura militar, no período de 2 de setembro de 1961 a 15 de agosto de 1979. Os valores das indenizações, num total de R$ 893 mil, variaram de R$ 5 mil (mínimo) a R$ 30 mil (máximo).

A cerimônia será realizada às 11h no auditório Mário Lobo no Palácio das Araucárias, em Curitiba, e será conduzida pelo corregedor e ouvidor geral do Paraná, Luiz Carlos Delazari – presidente da Comissão Especial de Indenização a Ex-Presos Políticos.

Além de Delazari, a comissão é integrada ainda pelo procurador-geral do Estado, Carlos Frederico Marés de Souza Filho; pelo secretário estadual da Saúde, Gilberto Martin; pelo médico Gerson Zafalon Martins, do Conselho Regional de Medicina (CRM-PR); por Maria das Graças Espíndola Correa, da área de direitos humanos; pelo representante dos ex-presos políticos, José Ferreira Lopes, e pelo juiz aposentado Elísio Eduardo Marques.

As atividades da Comissão Especial do Poder Executivo estadual foram regidas pela lei número 15.671, de 2007, que prorrogou os efeitos de outra lei, a 11.255, de 1995. Foram avaliados 84 processos, sendo que em cada caso algumas situações foram consideradas, como o tempo de prisão e as seqüelas decorrentes de torturas físicas e psicológicas sofridas durante o período em que as pessoas estiveram presas.

6 Comentários

  1. Romanelli, lembrou que esta lei é de autoria do Beto Richa e sancionada pelo Jaime Lerner.

  2. O FIM ESTÁ PRÓXIMO Responder

    o roubaneli deveria ser solidário com o motorista que seguiu teus passos, isto é, furou o pedágio e está preso! dá uma indenização p/ ele…. e també, para os bandidos do mst, é disso que esse governo gosta, da desordem, do nepotismo, da Carta de Puebla, do Chaves, do Evo, etc e corja!

  3. Alguém poderia fornecer a lista desse 84 ex-presos políticos? Será que não tem gente se aproveitando da oportunidade para fatur algum. Acho ridículo pagar indenização por razões políticas. Atividade política é uma atividade de risco. Quem não quer correr risco, não se meta.

Comente