Uncategorized

Lá fora, Petrobras
fecha negócio da China.
Aqui, encara a CPI.

De Josias de Souza, na Folha Online

Aqui no Brasil, não param de surgir razões para a instalação da CPI da Petrobras. Deve-se ao repórter Rubens Valente a descoberta da penúltima justificativa: Sob Lula, a Petrobras gastou R$ 47 bilhões em contratos firmados sem licitação. A artimanha começara antes. Na era FHC, entre 2001 e 2002, a petroleira estatal já havia dispensado licitações em contratos que alçaram a casa dos R$ 25 bilhões.

A mumunha é amparada num decreto firmado por FHC em 1998. Eis aí um caso que governistas e oposicionistas podem investigar –ou abafar— de mãos dadas.

4 Comentários

  1. Governo e oposição são farinha do mesmo saco… são frutos da mesma cepa, subprodutos do governo militar travestidos de novidade… lembro de um panfleto da campanha de Saul Raiz X Richa em 1982, que tinha uns porcos gordíssimos saindo do chiqueiro e os novos porcos magérrimos e famintos entrando… é uma boa representação da roça brasileira, no entra e sai governo e oposição… como disse um deputado, recentemente, só mudam as moscas, a caca é a mesma de sempre…

  2. Olegario M Dias Responder

    Alguém pode me explicar como um governo que se exalta e exulta por emprestar U$10 BI ao FMI vai a China com o pires na mão pedir exatos U$10 BI para tocar um projeto da Petrobras.

    Lembrete: A Petrobras era uma das contas (divididas) que a DNA Propaganda do Macos Valério atendia, sem licitação é claro.

  3. É o que digo se forem fazer CPI tem que ser dos últimos 14 anos e não somente dos últimos 5 anos, pois se for só dos últimos 5 anos é claro que ai será uma CPi politica com intenção clara de querer ganhar eleição.
    Sou favoravel a CPI se a mesma for para apurar se houve irregularidades nos últimos 14 anos.

  4. Será que neste “negócio da China” não rolou um pedido de apoio “made in China” a uma cadeira no Conselho da ONU para o Lulalá, à custa do nosso petróleo …

Comente