Uncategorized

Alvaro quer ser anticandidato à presidência da
CPI da Petrobras

alvarodiaszecruz21

O senador Alvaro Dias, do PSDB, é favorável a uma candidatura oposicionista à presidência da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Petrobras, ainda que a derrota seja certa, uma vez que o governo tem oito das 11 vagas da comissão. Para Dias, seria uma forma de esclarecer o país.

— Sabemos que o governo tem uma maioria acachapante, mas sou favorável a uma anticandidatura – afirmou Dias.

A oposição tenta acordo com o governo para conseguir a presidência da comissão. Na véspera, o líder do PMDB, senador Renan Calheiros, do PMDB, afirmou que “criar a CPI é um direito constitucional da minoria, mas decidir quem vai ser o presidente é um direito da maioria”.

O líder do DEM, José Agripino, anunciou que a oposição obstruirá as votações como forma de pressão para tentar conseguir a presidência da comissão.

3 Comentários

  1. O Senador Dias, só quer se promover.
    Só pensa na eleição.
    Só acredito na boa intenção do Senador se a investigação começar do governo anterior ao Lula.
    Ai sim mostra que realmente esta preocupado com o Brasil.

  2. Devemos ficar de olho na atuação dos parlamentares nesta CPI. Transparência sim mas palanque eleitoral não.

  3. Caro Senador,
    Como deixar de fora da CPI o governo FHC se o pior contrato da estatal foi assinado por FHC em 1995 talvez o Sr. Não se lembra o quanto foi sonhado o tal do gasoduto Boliviano, talvez não se lembre também que Enron e Repsol, donas das reservas de gás naquele país só tinham como mercado o Brasil. Mas a construção do gasoduto era economicamente inviável. A taxa de retorno era de 10% ao ano, enquanto o custo financeiro era de 12% ao ano.
    Pelo visto não é só os cabelos que o senador perde mas a memoria também.

Comente