Uncategorized

Escapa da “guilhotina” do TSE o governador de SC

luizhenriquewilsondias

O governador catarinense Luiz Henrique, do PMDB, e o vice Leonel Pavan, do PSDB, saíram ilesos do patíbulo do TSE. Apenas o presidente do tribunal, Carlos Ayres Britto, votou pela cassação. Os outros seis ministros impediram que a lâmina descesse.

Relator do caso, o ministro Felix Ficsher considerou que as irregularidades imputadas aos réus não tiveram peso no resultado da eleição de 2006. Fischer não isentou os acusados da prática de propaganda ilegal. Apenas considerou que não restou provado nos autos o potencial de influência sobre o eleitor.

Cinco ministros acompanharam o relator. Ayres Britto foi na direção oposta. Disse que a “promiscuidade” teve, sim, influência sobre as urnas. Desceu à ata da sessão como voto vencido.

5 Comentários

  1. Por essa e por outras que nosso país se desenvolve a passos curtos!
    Para que leis se quem as faz não as cumprem?
    Tudo aconghavo, toma lá, da cá…..
    o pior disso que no Paraná e em qualquer outro estado brasileiro, a coisa não é diferente…….

  2. É …o Galo Cego; escapou mais uma vez ( a última) , saltitante no terreiro.Provando que em SC existe algo mais que partidos políticos: As quadrilhas bem organizadas !!! .

Comente