Uncategorized

Café com Protógenes Queiroz em Curitiba

protogenes

O Conselho Comunitário de Segurança do bairro Água Verde está convocando interessados em conhecer pessoalmente o famoso delegado Protógenes Queiroz (foto), da Polícia Federal.

O “Café com Protógenes” será no próximo sábado, às 10 horas, na Boca Maldita. O apelo é típico de campanha política: “Venha manifestar apoio ao “Delegado do Povo”, que está sendo perseguido porque prendeu criminosos do colarinho branco”, diz o convite.

15 Comentários

  1. Campanha política parece mesmo. Mas que na realidade ele mexeu com gente poderosa também não pode ser negado. Dantas é um bandido de marca maior, e se esse delegado não se cuidar, além de perder o cargo na PF, pode desaparecer de repente, como num passe de mágica, afinal os capangas de dantas e do gilmar mendes estão à paisana por aí…

  2. Prezado Campana,
    quando alguém insinua coisas contra o Presidente do Supremo como fez esse sujeito aí de cima o correto seria o blogueiro retirar o comentário infeliz e calunioso.

  3. Alguém por aí já disse: Protogenes é o melhor e mais barato advogado de Daniel Dantas. É a mais pura verdade. O delegado-justiceiro fez tanta lambança nas investigações do banqueiro, foram tantas irregularidades cometidas por ele, que a defesa de Dantas vai facilmente conseguir anular o processo.
    Protogenes tambpem deve ser expulso da PF além de responder pelo crimes que cometeu a frente da operação Satiagraha – e vai ter otário dizendo que é em razão dele ter perseguidos “os poderosos”, balela, essa operação serviu para o delega se promover e garantir o seu lugarzinho na Câmara, ou alguém dúvida que ele ano que vem se candidata a deputado federal, aliás, já esta em franca campanha!

  4. não acredito que curitiba vai dar atenção a esse cara que deveria respeitar a lei e foi o que mais a burlou.
    Não questiono se o dantas é culpado ou não, mas os métodos utilizados por ele que tem obrigação de respeitar o código de ética

  5. Elvis contenhasse…a lei foi escrita e aprovada para ser cumprida, ainda mais quando se trata de uma investigação criminal, se esse delegado tivesse seguido os caminhos legais a probablidade de condenação não estaria sendo questionada.

  6. Cada vez que ouço falar em um brasileiro honesto acabo por me entusiasmar, e acho graça daqueles que tentam de todas as formas o desconstruir como tal. Faço a seguinte pergunta, por que quando se noticia que determinada pessoa é corrupta ninguém se opõe? Porém quando o acusam de honestidade, sempre há opositores!
    Dr. Protógenes, estou com você, pois prefiro a ingenuidade do tolo ao ceticismo daquele que se julga o dono da verdade, e de uma coisa eu tenho certeza Roque Santeiro poderia até não ser Santo, todavia a fé nele curou muito gente.
    Obs: qual o problema de se criticar o Gilmar Mendes, caro Gonçalves? Você é do DOPS! Abaixo Gilmar Mendes sua presença contamina o STF!

  7. Carlos Imperial Responder

    Prezado Gonçalves,
    sinto em suas palavras e nas entrelinhas delas, uma velada ameaça que só confirma as suspeitas do Elvis. Ainda bem que o Prezadíssimo Campana não aceitou o seu “conselho”.

  8. Isso sempre se repete: toda vez que se mexe c/ a “nobreza” se sai chamuscado. Tô c/ o Protógenes.

  9. acho que o Gonçalves é o próprio Gilmar Mentes, afinal seu desejo era que as mensagens que dizem as coisas que todo mundo sabe sobre o tal ministro do supremo (não confundam com ministro supremo) “desaparecessem num passe de mágica” assim como somem opositores ao reinado da familia mentes no mato grosso. É duro debater com gente que só lê a revista Veja, vulgarmente conhecida como “ÓIE”. Golçalves, se vc é político se identifique para que saibamos realmente quem você é, afinal vida pública é vida pública. Eu enquanto cidadão manifesto minhas opiniões como quiser, queira você ou não, seja nesse blog ou em outro espaço democrático.

  10. Pra quem acha que protogenes é tolo ou ingenuo…

    ” Protógenes, blogueiros lobistas e telefonemas

    Protógenes Queiroz acaba de ser indiciado criminalmente pelo juiz Ali Mazloum. Num dos trechos da denúncia, informa-se que, no período anterior à Satiagraha, houve uma troca de 50 telefonemas entre o delegado e as empresas pertencentes a Paulo Henrique Amorim e a Luiz Roberto Demarco.

    Em 23 de julho de 2008, quando meu nome foi emporcalhado por um relatório de Protógenes Queiroz, eu disse o seguinte:

    O relatório da PF sobre a imprensa, apesar de seu caráter grotesco, merece ser analisado porque ele mostra claramente quem foi o inspirador do inquérito. De um jeito ou de outro, todos os jornalistas citados pisaram no pé de Luiz Gushiken e seu bando. Eu pisei. Um bocado. Luiz Gushiken até mandou a PF me investigar. Pisei no pé também de seus blogueiros de aluguel. E no do atual diretor da Abin, Paulo Lacerda. E no de seu antecessor no cargo, Mauro Marcelo. E no de Luiz Roberto Demarco, denunciando a montanha de dinheiro que ele ganhou como lobista da Telecom Italia. Aliás, desconfio que o próprio Demarco tenha ajudado a fabricar o relatório sobre a imprensa. É um acerto de contas com alguns de seus maiores desafetos, tanto profissionais quanto pessoais, como Guilherme Barros, cuja única culpa foi ter se casado com sua ex-mulher.

    Passaram-se dez meses e, agora, com todo o candor, posso esfregar o focinho dos cachorros sarnentos do petismo no carpete molhado. Minha suspeita, baseada na lógica mais elementar, foi robustecida pelo inquérito policial. Comicamente, Protógenes Queiroz, em seu relatório, chegou a reproduzir um de meus artigos. Qual? Aquele em que apontei a parceria entre Paulo Henrique Amorim e Luiz Roberto Demarco.

    O juiz Ali Mazloum, depois de relacionar os 50 telefonemas entre Protógenes Queiroz, o blogueiro e o lobista, observou: “Esse inusitado fato deverá ser investigado, com rigor e celeridade, para apurar eventual relação de ligações com a investigação policial em questão, vez que inadmissível e impensável que grupos econômicos, de um lado e de outro, possam permear atividades do Estado”.

    Desde meados de 2005, quando comecei a narrar a disputa pelo controle da telefonia nacional, eu repito aborrecidamente que as atividades do Estado foram permeadas por interesses comerciais. De um lado e do outro. Do lado de Daniel Dantas. Do lado da Telecom Italia. Do lado da Oi. Denunciei José Dirceu, homem de Daniel Dantas. Denunciei Luiz Gushiken, homem dos fundos. Denunciei Lula e Lulinha.

    Luiz Roberto Demarco, para defender os interesses comerciais da Telecom Italia, ganhou 500 mil dólares. Por mais que eu esfregue seu focinho no carpete molhado, ele continuará sendo apenas um tarefeiro que se serve de outros tarefeiros – na imprensa, na polícia, no Ministério Público, no governo. Mas é seguindo seu rastro, de poste em poste, que podemos chegar ao seu dono.”

  11. tudo o q está acontecendo com o deleg. deixa claro que o coronelismo ainda não acabou…pois o Dantas dono de fazendas no Pará; sabidamente terra sem lei com exércitos particulares – não manda só lá …pelo que se observa tem pau mandado em todo o lugar..e provavelmente já mandou construir uma cela acolchoada e c/multimídia
    -só pra prevenir né?? sabe-se lá se dá uma zebra e ele vai parar na cadeia…qto ao deleg.vamos dar uma chance pra ele ter fazendas também…ué o céu é pra todos…

  12. Só tem um detalhe imprtante: o protogenes foi investigado pela Polícia Federal…não pelo STF, ou seja, pisou na bola e feio…e pior, não sei se por incompetência ou má fé, o Dantas sairá livre graças às trapalhadas do protogenes….

  13. Olegario M Dias Responder

    CAFÉ COM BOBAGEM.
    Prefiro os originais.
    Deus lhe dê em dobro, tudo o que me empurra a rede Globo.
    O primeiro sinal de independência intelectual é o questionamento. Quando as crianças começam com o: COMO? QUANDO? PORQUE? ONDE? PODE? SERÁ? VERDADE?
    Depois vem a subserviência, principalmente pela dependência financeira dos pais, depois da escola, depois do trabalho, etc…
    Quando se rompe com isso e pára de acreditar em papai noel, descobre-se que não é porque o Caco Barcelos ou o César Tralli falaram no Jornal Nacional, virou ou é verdade.
    O Daniel Dantal, ou “o alvo” como gosta de se referir a ele o delegado Protógenes não vale muita coisa, mas também não é todo esse bandidão que a Satiagraha tentou mostrar. Mais bandidos são os que contrataram o rapaz para tentar anular a criação da única TELE brasileira. A dita operação foi palco para uma briga de cachorro grande não buscando justiça a qualquer preço, mas sim para impedir que BR TELECOM, INTELIGUE e OI, se unissem para a formação dessa TELE que agora chega ao Paraná.
    Quando ví uma entrevista do dito delegado num congresso no RS, onde o cara disse que virou policial federal quando descobriu que assim poderia prender até o presidente da república, pensei: a casa caiu.
    Ou ele é um NERD, CDF, CAXIAS coisa assim, ou está a soldo de alguém.
    O problema é que sabendo de como a PF opera, ele tem reservas em ser investigado pela sua própria força, pois sabe do que ela é capaz de produzir, ou escutar, ou…
    SENHORES COM VOCÊS PQ. O cara que descobriu que pode prender qualquer um e também que o GILMAR MENDES pode soltar todos.

Comente