Uncategorized

Em um mandato, Requião dobrou dívida pública do Paraná

Em 2007, o aumento da dívida pública foi de 16,9%, o que significa que cumulativamente em apenas um mandato do Requião a dívida pública do Paraná dobrou.

É a situação financeira que Requião deixará para o sucessor, segundo a Assessoria Técnica do Tribunal de Contas que elaborou o relatórios das contas do estado de 2007.

26 Comentários

  1. Calma minha gente, aguardem mais quatro ou cinco anos prá ver o tamanho do passivo judicial que o Irrascível está nos deixando. Ele arrebenta… E nós pagaremos a conta!
    Se mudanças ocorrerem de fato vai ter gente saindo da Secretaria de Transportes, por exemplo, direto prá Piraquara. A conta, esta continua de todos os paranaenses.

  2. Olha a Guerra aí!!! Responder

    Começou a Guerra
    Neste momento no Clube Concordia em Curitiba está sendo travada a maior guerra eleitoral deste ano. De um lado o grupo de Osmar Dias, capitaneado pelo atual presidente da UVEPAR e devidamente financiado por Wilson Picler, disputa com o grupo do Beto Richa o controle da entidade. Durante toda a semana a eleição se transformou em batalha judicial, com acusações de ambos os lados. Quem vencer comanda cerca de 5 mil vereadores e 18 entidades regionais na corrida rumo ao palácio iguaçu. A eleição, como diria ´Fábio Campana, se transformou em luta de Babuínos entre os dois grupos.

  3. Os precatórios que serão gerados pelas quebras unilaterais de contrato e pelas indenizações por danos morais já entraram nessa conta?

    Tem uma claque, amestrada ou não, que “aplaude” a bravura do Governador. Será que vão continuar a aplaudir no futuro?

  4. Posto que não ocorreram investimentos em saúde, em educação, em segurança, em infraestrutura, para onde foi esse dinheiro?

  5. Luis Adolfo Kutax Responder

    PESSUTÃO HOMEM CONCILIADOR E DE BOM SENSO SABE ONDE PISA E TEM FIRMEZA EM SEUS PASSOS. SERÁ O FUTURO GOVERNADOR DO ESTADO DO PARANÁ. DE RESTO A INTELIGÊNCIA DO POVO PARA RECONHECER O CERTO OU ERRADO!!! QUEM É DA ROÇA É PESSUTI…

  6. Isso não inclui as dívidas judiciais que serão espetadas no erário da quinta comarca decorrentes dos processos kamikazes que Mello e Silva promoveu contra tudo e contra todos… se bem que dívida judicial, depois da decisão do TJ da quinta comarca que legitimou o calote geral estatal, ninguém pagará nunca mais….

  7. Eu não fiz nada disso. Isso não passa de uma tremenda leviandade, em mais uma tentativa de golpe promovida pela mídia golpista.

  8. Quando ele sair do governo, o Senado liberará os mais de 200 milhões retidos pela Secretaria do Tesouro Nacional por conta da multa do Itaú. Aí sim o próximo governador vai deitar e rolar com muito dinheiro público para gastar.

  9. Só para lembrar : prestação de contas de 2006. De um superavit “fabricado” de 12 milhões, subtraído o lançamento da devolução da multa do caso Itau, retido pela União e até hoje sendo cobrada, tinhamos um deficit de uns 170 milhões. O caso foi amplamente demonstrado na Assembléia e, mesmo com maquiagem de balanço, parecer do Ministério Público contrário, o TC aprovou as contas do maldito. Agora não será diferente e os “trouxas” paranaenses pagarão tudo no futuro.Quem viver verá!

  10. Relembrando preocupação de DOIS ANOS atrás:
    Jornal do Estado, coluna “Na ponta do Lápis”, do dia 07/10/07 – 20:09
    Governo Requião pode deixar passivo bilionário para o Estado – Dívidas e indenizações causadas por brigas políticas do governador ultrapassam R$ 1,5 bilhão
    “A lista é longa: UEG Araucária, Consórcio Dominó, Concessionárias de pedágio, Pavibrás, Transgênicos, Syngenta, Porto de Paranaguá, Cequipel/Tvs laranja, compra de áreas superfaturadas, etc. Um levantamento parcial feito pelo Jornal do Estado identificou pelo menos quatro casos em que o governo paranaense ou já foi condenado a pagar, ou deve ser cobrado na Justiça por decisões e medidas tomadas na administração Requião, valores que passam de R$ 1,5 bilhão. “Em pelo menos um desses casos o prejuízo para os contribuintes paranaenses já é líquido e certo, pois não há mais como recorrer. Trata-se de R$ 400 milhões que o Estado foi condenado a pagar aos servidores do Judiciário, por conta de um reajuste salarial que Requião se recusou a pagar em 1992, quando ainda estava em seu primeiro mandato como governador. Em 2002, a categoria, depois de dez anos de batalha judicial, conseguiu o direito de receber o aumento, que até hoje espera na fila de precatórios do Estado para ser pago. As concessionárias calculam em R$ 170 milhões o montante que pretendem cobrar na Justiça por conta dos prejuízos materiais causados por invasões e depredações das praças de cobrança, os dias em que as cancelas foram mantidas abertas por manifestantes, desequilíbrios contratuais que não foram revistos pelo governo do Estado e os dias que as empresas deixaram de aplicar os reajustes tarifários por falta de autorização do Estado.” E as nossas ditas autoridades de controle público (Tribunal de Contas, parlamentares isentos, Ministério Público, e inclusive, a Justiça) nada – nada absolutamente – apuraram e/ou concluíram até o momento. Pelo menos nada se sabe. Nenhuma satisfação foi dada à sociedade. A dívida pública ou o passivo judicial produzido pelos atos temerários e irregulares do governo estadual é motivo de preocupação manifestado à farta pela mídia. No entanto, continua atual, lamentavelmente, aquilo que o deputado federal Gustavo Fruet, no seu pronunciamento no plenário do Congresso, obtemperou: “Nada é investigado, ninguém é punido.” Querem esperar que o governo acabe, pois, assim todos começam a pensar em outras coisas e as ditas autoridades de controle público, com todas as suas prerrogativas intactas e seus régios salários garantidos, se preparem para novas inoperâncias. A conta da dívida e dos passivos vai para o povo – otário de sempre – pagar. Até quando ?

  11. Na propaganda do Requião na TV/PMDB não aparece nada disso, lá ele é perfeito, constroi hospitais, faz estrada, ajuda agricultura, escolas, segurança pública, modernizou o Porto, fez tanta coisa que não dá para enumerar, mas na hora que acaba a propaganda o governo dele também acaba!
    Seria caso de reclamar no PROCON?

  12. é por isso que eu digo que esse governador Mello e Silva não pode ganhar a eleição para o senado.
    isso tem que se espalhar.

  13. Pô Requião, quanta porrda, e voce não diz nada ? Reaja lulú, reaja !
    Fica quietinho no seu canto ?
    NÃO. Requião, que tal voce responder estas acusações na escolinha dos malucos, com provas e tudo o mais ?
    Aí voce vira campeão e eu vou amar voce para o resto de minha vida.
    Voce será meu herói, com direito a um fotão porreta, mucho massa, tipo posters de americano na porta do meu quarto, OK ?
    aÍ, AÍ, AÍ; VAI UMA LOOOOUUUUUCURA !

  14. ” Em 2007, o aumento da dívida pública foi de 16,9%, o que significa que cumulativamente em apenas um mandato do Requião a dívida pública do Paraná dobrou.”

    E qual foi mesmo a DÍVIDA PÚBLICA deixada pelo “DUBLÊ” de urbanista Jaime Lerner. Já esqueceram ?

    E digam também: esta tal DIVIDA PÚBLICA corresponde a que – investimentos, programas sociais, obras, …?

    Não bastam meias palavras ou meias notícias: falem tudo e sob os vários ângulos da questão !

  15. Enquanto isso, nosso Bob passeia de Quadriciclo na Granja do Canguiri (parecido com aqueles utilizados pelo Corpo de bombeiros) ou Harley Davidson (parecida também com aquelas adquiridas pelo Estado, para serem utilizadas pela Policia Rodoviária Estadual).

  16. Enquanto isso, nosso Bob passeia de quadriciclo (parecido com os dos Bombeiros)e moto Harley Davidson Police (parecida com a utilizada pela Polícia Rodoviária Estadual) na sua Granja, aquela famosa onde ele mantém um criame de certa espécie em extinção.

  17. Senhores como é fácil fazer críticas de um governo, como é bom dizer que tudo está errado, mas não esqueçam que o atual governo é que colocou a situação dos funcionários em dia, em se tratando de concursos, que a educação nunca recebeu tanto investimento como no governo Requião, até mesmo a segurança publica, saúde com construção de hospitais e muitos outros investimentos, lembrem que não foi o Requião que vendeu o banestado, não foi o Requião que tentou vender a sanepar, não foi o requião que tentou privatizar a educação com o Parana educação, mas foi sim o Requião que recuperou a sanepar, deu um basta na balburdia pregada pelos Lernistas que ai estão doidos para voltarem ao poder, aumentou a divida , concordo mas estamos vendo obras em todos os municípios sem distinção de partido de prefeito coisa q

  18. coisa que nunca aconteceu no governo Lerner, eu gostaria que vocês inumerem os investimentos do governo Lerner, a desculpe temos um grande investimento do Governo Lerner para o Paraná o PEDÀGIO isso sim é governo e que deixou uma divida incalculavel e sem obras

  19. parabens amigo rudnei , CADE AS VIUVAS DO LERNER FALEM ALGO AGORA……………………………………………….

  20. Apoiado Rudnei, existe falhas no Governo Requião, como em qualquer Governo, mas os acertos são infinitamente maiores. As viúvas do Lerner, agora estão se confomando em se apegar na sua cria politica o Betinho Mídia, que é manipulado pelo Bituruna, e como eles estão vendo que a cobra vai fumar para o lado deles, ficam mesmo é malhando o Governador, por saber que ele tem caminhões de votos e para o lado que ele pender leva a proxima eleição de barbada.

Comente