Uncategorized

Encontro para unir PSDB acentua divisão interna entre Alvaro e Beto

osmar-alvaro-e-beto

De Fabiula Wurmeister na Gazeta do Povo

O encontro da cúpula do PSDB realizado ontem em Foz do Iguaçu, no Oeste do Paraná, tinha como um dos objetivos políticos mostrar a união do partido em torno de um projeto para o país – afinal, os dois concorrentes tucanos ao Palácio do Planalto, os governadores José Serra (SP) e Aécio Neves (MG), apareceram juntos na conferência que discutiu agronegócio e agricultura. Mas a reunião acabou evidenciando o racha interno do PSDB no Paraná entre o senador Alvaro Dias e o grupo ligado ao prefeito de Curitiba, Beto Richa – ambos demonstram intenção de concorrer ao governo do estado em 2010.

O presidente estadual da legenda, o deputado estadual Valdir Rossoni, disse que Richa é o melhor representante tucano para concorrer ao governo do estado em 2010. “Beto Richa representa renovação e competência. E, se for para termos um bom governador como ele é na administração de Curitiba, vale a pena sim arriscarmos a prefeitura da capital pelo Palácio Iguaçu.”
O senador Alvaro Dias reagiu e deu a entender que, se Beto Richa for o candidato tucano, ele tende a apoiar o irmão, o senador Osmar Dias (PDT), na disputa pelo governo do estado.

Richa, por sua vez, pôs mais lenha na fogueira tucana. Afirmou que deseja governar o estado e que se sente preparado para isso. “Tenho vontade de ser governador um dia para contribuir com o Paraná, a exemplo do que já tenho feito na capital”, disse o prefeito. “Para isso, me sinto maduro e preparado com a experiência que adquiri nesses anos administrando Curitiba. Mas deixo essa decisão nas mãos dos paranaenses. Não agora, mas no ano que vem.”

Para o prefeito, nesse momento cabe aos pré-candidatos ter cautela e desprendimento para pensar, em primeiro lugar, no que é melhor para o partido e para o estado. Ele ainda afirmou que gostaria de ver unido o mesmo grupo político que garantiu a sua reeleição – o que incluiria o pré-candidato Osmar Dias. “Tenho defendido a tese de mantermos um grupo político unido que caminhou junto nas últimas eleições.”

O prefeito de Curitiba, aliás, foi uma das grandes estrelas do encontro e circulou como pré-candidato. Rodeado de pessoas ao chegar para o evento, Richa cumprimentou e posou para fotos com eleitores.

Acordo entre irmãos

Alvaro Dias atribuiu às relações familiares a possibilidade de não apoiar um candidato do próprio partido em 2010. O senador tucano disse ter firmado um acordo com o irmão Osmar Dias para as próximas eleições. Sem dar detalhes da parceria em família, o tucano disse que espera a definição do partido para então se posicionar na disputa pelo governo do estado.

“O Osmar e eu temos um acordo como irmãos”, explicou Alvaro. “Se ele não disputar o governo do estado em aliança com o PSDB, é certo que continuará na corrida, partindo para uma candidatura própria. Se o meu nome também não for o indicado, ficaria em uma situação difícil tendo de escolher entre apoiar o meu partido ou o meu irmão. Por isso só devo me posicionar quando o PSDB se manifestar oficialmente.”

O senador tucano ainda disse que o mais importante é que o nome do partido ao governo do estado seja escolhido em função das alianças para a disputa presidencial de 2010. “Se o meu nome for o melhor para o plano nacional do PSDB, com certeza vou procurar representar o partido e os anseios do povo do Paraná da melhor maneira, como já fiz enquanto governador do estado. Por isso sei que tenho plenas condições de atender àquilo que o meu partido imagina para um cenário de apoio nacional, mais amplo.”

Especula-se que, como o PDT deve apoiar o PT na disputa presidencial, não poderia se coligar no Paraná ao PSDB. Nesse caso, Osmar seria carta fora do baralho, o que abriria a possibilidade de o PSDB não apoiá-lo, lançando candidatura própria. Alvaro aposta nesse cenário para pleitear a sua candidatura, que seria apresentada como aquela que mais agregaria aliados de peso no Paraná ao candidato tucano à Presidência – especialmente o PMDB do governador Roberto Requião, de quem o senador tucano estaria se aproximando.

Consulta às bases

O presidente do PSDB no Paraná, Valdir Rossoni, apesar de apoiar o nome de Richa, disse acreditar ser possível um acordo sem rachas no partido e na base aliada para a disputa de 2010. “Eles (Richa, Alvaro e Osmar Dias) são inteligentes o suficiente para, no momento oportuno, fazer a leitura mais correta e nos ajudar a definir um nome que venha ao encontro do que a população quer.”

Apesar de o tom das declarações de todos ser de antecipação da campanha de 2010, Rossoni ponderou que ainda é muito cedo para falar de eleição. E ponderou que o nome do candidato vai sair das consultas às “bases”.

22 Comentários

  1. Bem o Álvaro já esteve la. E o que fez? Os professores sempre vão lembrar muito mal dele.

  2. Não aconteceu nada de mais no encontro de Foz do Iguaçu a não ser a ciumeira de sempre e puxa sacos fazendo intrigas…. tudo normal….

  3. O Álvaro aliado com Requião estão querendo criar fatos e direcionar a preferência dos partidários, ao invés de deixar que a escolha do candidato se de ao natural.
    Isso logicamente contraria os princípios de discussão interna das possibilidades e avaliaçãoes de cada candidato que aspire a posição de concorrer ao Governo do Estado!

  4. Só burro ainda não percebeu que não existe mais verticalização partidária nas eleições. Se o PDT e o PT forem juntos para Presindente da República, isso não proibe a coligação entre PDT e PSDB no Paraná. O mesmo caso é o DEM, que vai com o PSDB em nível nacional e já tem autorização do Rodrigo Maia para coligar com o PDT no Paraná, mesmo com o PT no barco.

  5. Para de falar bobagem. O DEM não tem autorização nenhuma pra coligar com o PDT. Além disso, a grande maioria dos caciqes do partido no estado está com o Beto. A única excessão é o Lupion, e ele não consegue de maneira nenhuma passar por cima dos outros. Foi o recado passado a ele no jantar a algumas semanas em Brasilia, inclusive com a presença do Beto.
    E não há força no Paraná capaz de ganhar do Beto ano que vem e pronto!

  6. senhores,,,
    osmar será candidato…com apoio incondicional de alvaro…
    será o vitorioso na eleição…portanto é melhor o psdb não roer a corda….continuar a frente…pois o beto não pode perder o mandato…será o fim dele…
    osmar 20010….gustavo prefeito 2012…beto 2014.

  7. Luis Konig-Contenda Responder

    ÁLVARO DIAS JÁ É CARTA TOTALMENTE FORA DO BARALHO. BETO RICHA JÁ ESTÁ DEFINIDO PARA CANDIDATO A GOVERNADOR DESDE A CAMPANHA PARA PREFEITO E AGORA TODAS AS SUAS VIAGENS JÁ CONFIRMARAM ISTO.

  8. 2010 governador “BETO RICHA”.
    JÁ ESTÁ ELEITO. O “BETO”. É GENTE JOVEM PARA UM PARANÁ NOVO.
    Senadores eleitos em 2010: “OSMAR E REQUIÃO”.
    Senador “ALVARO” VC TEM + 4 ANOS DE SENADO.
    A PREVISÃO É ESTA. PODEM REGISTAR E CONFIMAR.

  9. O Osmar que pare de frescura e venha ser candidato a senador de uma vez, com o Beto governador.
    É a única chance que ele tem de não ficar sem mandato.
    Senão a surra vai ser grande…
    Aqui em Paranaguá o Beto dá de goleada, mesmo com o prefeito Baka contra. O que é ótimo, diga-se de passagem.
    O pessoal do vice prefeito tucano Vicentinho Elias está levando vantagem.

  10. joao paulo simpson Responder

    O Osmar não tera corajem de sair a governador, pois tem medo de ficar sem mandato, enquanto para o senado tem chances. O governo é do Beto e acabou!!!!!

  11. O tal do Duci quer mais é que o Beto se iluda e saia candidato, pois ele (Beto) terá que renunciar!
    Precisa saber se o povo de Curitiba quer esse cara como Prefeito.

  12. Ricardo. Esse consenso seria ideal para todos.
    Osmar 2010, Fruet 2012 e Richa 2014.

    É o que o Osmar quer. O negócio é o Richa, a definição das chapas está nas mãos dele.

  13. Beto no sai, não sai.

    Para o Beto renunciar seu cargo de prefeito de Curitiba, só valerá a pena se tiver com ótimos índices na pesquisa, como esteve em Curitiba nesta última eleição, o que até agora não conseguiu.

    A certeza da eleição do Beto ao governo do Paraná, passará por uma pesquisa no mes de abril de 2010 (data da renúncia obrigatóriade lei), e nesta pesquisa, o Beto terá que ter no mínimo uns 20 pontos na frente do segundo colocado, para assim ter a “quase” certeza de que poderá vencer a eleição.

    Fora desta espectativa, o Beto Richa corre o risco de perder as eleições ao governo e ficará sem mandato e ainda poderá ter que amargar sua volta a Prefeitura de Curitiba, como secretário do Luciano, que nestas alturas já estará partindo para a eleição de prefeito da Capital, em 2012.

    Só uns 5 ou 8 pontos para o Beto, na frente do segundo colocado, é área de risco, é pouco para se ter a “quase” certeza de vencer as eleições.

    Este é o risco que o Beto corre nesta empreitado ao governo.

    O Osmar e o Álvaro, já estão no limite e não vão aguardar este prazo até abril de 2010, muito confortável para o Beto e o Rossoni definirem se o Beto sai ou não sai.

    O trajeto e o prazo que o Beto e o Rossoni
    querem, é muito perigoso e longo para dfinir uma candidatura ao governo.
    Quem muito quer, tudo perde, diz a sabedoria popular.

  14. V.Lemainski-Cascavel Responder

    O que compromete o Álvaro são as ligações com gente desqualificada ou condenada politicamente. E já faz anos. Parece que não aprende…
    Outra coisa: Esquece que por trás dele existe o PSDB com um contingente de pessoas altamente capacitadas e com outra visão política. Estupro político não…

  15. Sexta pude ver quanto anda Beto Richa, foi o centro das atenções em Foz do Iguaçu, nem o Serra foi tão acediado quanto ao Beto. Agora Alvaro Dias, dando discurso para a imprensa, dizendo que se ele não for o candidato, ta mais do que certo que seu irmão será, quanto ao Beto Richa, o Alvaro, esta pouco se lixando, a ganancia pelo poder fala mais alto. Alvaro, esta criando a dificuldade para vender a facilidade, pensa ele.
    Agora Beto Richa, só não será governador ja no 1º turno se não quizer.
    Fala se muito do vice ser Alexandre Curi, ai é esperar para ver.

  16. SYLVIO SEBASTIANI Responder

    A Democracia é assim mesmo, todos tem direito a se posicionar, a pretender um cargo eletivo.A grande dificuldade atualmente é que a grande maioria dos Partidos Politicos, foram organizados cartorialmente, sem as devidas convenções municipais, regionais e nacional, com eram antigamente, até na época da ditadura militar. São Partidos criados ” de cima para baixo”, sem verdadeiras lideranças, exemplos é aqui no Paraná em quase todos os Partidos, Desta maneira ficam Partidos anti-democráticos, e as escolhas de candidatos, confirmam isso.Vejam os maiores Partidos:, PSDB, PT, PMDB, PDT, PTB, PP, PR, PPS, e seus dirigentes como foram escolhidos!

  17. Beto, pode ser candidato a vontade. O Osmar vai ser candidato com o apoio do Lula e do Padre Reginaldo Manzotti. E você? Terá apoio de quem? Do Serra e do Requião. Vai ser um prazer lhe enfrentar, ainda mais com a família Mello e Silva (mais o viúvo Lerner) ao seu lado.

  18. Fábio:
    Será que ninguém se dá conta que já existe uma urdidura para lançar a dupla Pessuti/Fernanda Richa em 2010?
    Devagar, bem devagarinho… Será uma chapa imbatível e guardará a vaga de governador em 2014 para o Betão. Que
    tal?

  19. A eleição e seus postulantes, pela minha experiência vence sempre quem esta com o apoio de maior numero de interessados ou seja quem tem o maior numero de pessoas pagando para seu candidato , candidato bom e sem recurso não e bom e apenas candidato, candidato bom e com recurso e adversário, candidato vitorioso e aquele que tem muito recurso tecla maiúscula 4 e proporciona a seus aliados de ganharem tecla maiúscula 4 .
    E por final porque o povo escolheu Barrabas em vez de Jesus? E o que passou na cabeça de Jesus quando a multidão gritava para libertarem Barrabas e não o INRI ( Jesus de Nazaré Rei dos Judeus) . Lembre se de quando responder que você e semelhante a mim e não ao Messias .
    Isso e eleição meu amigo ,não existe eleição ganha e muito menos fácil, existe momento e isso no futuro ninguém sabe como será , só Deus e como ninguém que eu conheço tem audiência direta com ele, o futuro é uma eleição só a ele pertence!

  20. Leonora Freitas Responder

    O Pessuti será Candidato a Principe das Bahamas. Já tem até a Saudação ao Povo definida: IUHHHUUUU!
    Fica nas Bahamas Pessutão!

  21. Requiao, Lerner, Alvaro e Osmar sao passado, o Futuro é Beto Richa e Gustavo Fruet nomes incontestaveis da Politica Brasileira, vencem no Primeiro Turno;

Comente