Uncategorized

Relator pede cassação de Edmar, o deputado do castelo

EdmarFilhoPimentelSLim
Filho de Edmar Moreira (centro) chama Fonteles (esquerda), algoz do pai, de ‘veado’

Reuniu-se nesta quarta o Conselho de Ética da Câmara. Na pauta, o processo contra Edmar Moreira, o deputado do castelo. Relator do caso, Nazareno Fonteles (PT-PI) fez o que deveria ser feito: recomendou que seja passado na lâmina o mandato do colega.

Considerou grave o fato de Edmar ter usado verbas da Câmara para contratar empresas de segurança de sua propriedade. Para Fonteles, houve violação aos “princípios constitucionais da legalidade, da impessoalidade e da moralidade”. Pior: o relator considerou que há indícios de que o serviço de segurança que Edmar diz ter contratado nem foi realizado.


A verba escorreu das arcas da Viúva para o bolso de Edmar. Quando tudo parecia caminhar nos trilhos, descarrilou. Um pedido de vista do processo adiou a votação. O relatório de Fonteles só deve ser apreciado em agosto, depois do recesso parlamentar. Como se fosse pouco, o deputado estadual Leonardo Moreira (DEM-MG), filho de Edmar, foi ao centro do palco. Protagonizou uma cena grotesca.

Junto com o pai, Leonardo achegou-se a Fonteles. Mão sobre os lábios disparou: “Veado”. Mostrou que a desqualifiação moral também pode ser defeito genético.

4 Comentários

  1. Hó Meninos. Há coisas muito mais importantes aí para fazer, caçar o Mocinho do castelo porquê? Só porque ele apareceu mais que os outros, porque se formos levar ao pé da letra,, vai dar é samba sim. Ou seja, … Não fica um meu irmão, não fica não… Graças a Deus que não é a Verdade,ainda se aproveita uma dúzia ou duas, mas que a maioria sai. Isso tá na cara, e como o exemplo vem de cima,que tal começar pelo Sr. Sarney. Já se atestou incompetente o suficiente. Além de outras coisinhas mais. Né Sr. José. RENUNCIE HOMEM.

  2. O problema é que essa gente do PT não inspira seriedade . O petista Fonteles deveria ter deixado a relatoria para alguém de partido de mais respeito!

  3. Este cometeu crime de prevaricação e estelionato.

    Deveria responder inquério policial no Juizado de 1a. Instância, já, urgente, sem instância privilegiada, e por certo seria condenado com as provas robustas do cime.

  4. coitado do pobre,ele é fruto do meio ou alguem tem duvida,é farinha do mesmo saco. vamos votar nele o ano de que vem para ele terminar o castelinho.

Comente