Uncategorized

TJ confirma condenação de Elias Vidal

elias vidal

O Tribunal de Justiça do Paraná confirmou a condenação do ex-Vereador Elias Vidal (foto) e de seu filho Edenilson Marcos Vidal pela prática de atos de improbidade administrativa com enriquecimento ilícito.
A ação do Ministério Público se baseou no fato dos dois terem se apropriado de uma parte dos salários dos servidores que trabalhavam no gabinete de Vidal na Câmara, bem como pelo uso destes assessores para realização de tarefas de caráter particular.

Elias Vidal foi condenado a ressarcir os valores acrescidos ilicitamente ao seu patrimônio, a suspensão de seus direitos políticos por oito anos, a proibição de contratar com o Poder Púbico e receber, direta ou indiretamente, incentivos fiscais por dez anos e a multa civil de R$ 30.000,00.

Entre as condenações de Edenilson Vidal estão o ressarcimento dos valores que recebeu ilegalmente, suspensão de seus direitos políticos por três anos e a multa civil de cinco vezes a maior remuneração que recebeu. Pai e filho já recorreram.

6 Comentários

  1. é o que dizem!!!!! Responder

    Só agora saiu uma condenação!!!!! Esses fatos ocorreram faz muito tempo!!!!!! A justiça tarda, como tarda, às vezes não falha!!!

  2. SYLVIO SEBASTIANI Responder

    Interessante, até agora somente condenação por essa prática aconteceu na Câmara Municipal de Curitiba. Na Assembléia Legislativa do Paraná, o Ministério Público Federal e Polícia Federal, declkararam perante os jornais que havia o tal “Esquema Gafanhoto”, que creio ser mais corrupta, com 400 casos, até agora nada foi feito. A denominação de Gafanhoto é de nomear fuincionários com nomes fictícios, e “alguém” receber seus salários.

  3. Sylvio, lá na Assembléia não são 1 ou 2, MPF e PF estão investigando tudo e vão levar de ônibus todos de uma só vez na calada da noite, à delegacia, Tribunais e presídios.
    E eles estão dormindo com um olho fechado e outro aberto de medo, Aqui se faz se paga !

Comente