Uncategorized

Requião propõe ação contra diplomas da Vizivali

requiao-23

O governador Requião protocolou no Supremo Tribunal Federal (STF), uma Ação Direta de Inconstitucionalidade (Adin ) questionando a lei estadual que garante o registro dos diplomas de cerca de 35 mil professores, que concluíram o Programa de Capacitação para Docentes da Faculdade Vizinhança Vale do Iguaçu (Vizivali).

A lei promulgada pela Assembleia, de autoria do deputado Péricles de Mello, do PT, determina que os diplomas sejam registrados pela Universidade Estadual de Ponta Grossa (UEPG) e a Universidade Estadual do Centro do Paraná (Unicentro). O governo alega na Adin que não compete à Assembleia legislar sobre a matéria.

Para o deputado Péricles, havia uma expectativa de o governo estadual não executasse nenhuma ação contrária à lei. “Os professores fizeram o curso de boa fé, amparados por pareceres do Conselho Estadual que autorizou o credenciamento da Vizivali para ofertar o Programa”, diz Péricles, que vai pedir uma audiência com a Universidade Federal do Paraná (UFPR) para tentar encontrar outro caminho na busca dos registros dos diplomas.

Requião pede na Adin 4257, que o Supremo conceda uma liminar determinando a suspensão da eficácia da lei estadual até o trâmite final do processo.

Segundo a ação, a lei estadual 16.109/2009 fere princípios tanto da Constituição Estadual como da Federal. No que diz respeito a registro de diplomas expedidos por uma faculdade inserida no sistema de ensino do Estado do Paraná, afirma que a matéria é de iniciativa reservada do Poder Executivo.

“Os professores estão sendo penalizados injustamente com a falta do registro, enfrentando problemas nos contratos com prefeituras, sendo impedidos de assumir vagas em concursos públicos, além de perderem o direito de ascender na carreira”, alerta Péricles.

Para o diretor da Vizivali, Paulo Fioravante Giareta, a Ação Direta de Inconstitucionalidade proposta pelo governo estadual, significa um retrocesso das iniciativas em busca de uma solução definitiva para o caso. “Com a Adin, o processo fica sem um encaminhamento prático e nos deixa sem recursos que possibilite o registro”, define Giareta.

UEPG se prontificou em registrar diplomas

Em resposta a uma consulta feita pela direção da Faculdade Vizivali, sobre o registro dos diplomas, a Universidade Estadual de Ponta Grossa (UEPG) se colocou à disposição para cumprir o que determina a lei 16.109/2009. Em ofício, o reitor João Carlos Gomes disse que a UEPG como qualquer entidade da Administração Pública Indireta, ou como qualquer órgão público da Administração Direta, diante de uma lei específica, como a que foi promulgada pela Assembleia, tem condições de assegurar o registro dos diplomas. No documento, a UEPG apenas condiciona o registro a um convênio firmado com a Vizivali, procedimento comum entre as instituições.

Histórico

A Vizivali ofertou as aulas do Programa de Capacitação para Docentes a partir de 2003, em parceria com a empresa Inteligência Educacional e Sistemas de Ensino (Iesde), responsável pela operacionalização do Programa.

O Conselho Nacional de Educação chegou a emitir dois pareceres favoráveis à proposta do Conselho Estadual em oferecer as aluas no sistema semipresencial. Mas o mesmo Conselho Nacional reformulou sua decisão e publicou o parecer 139 de 2007, após a formação das turmas, concluindo que não cabia ao Conselho Estadual legislar sobre a questão, o que acabou gerando o impasse no Paraná.

156 Comentários

  1. Peguntar não ofende: não seria caso de também apurar-se reponsabilidades por todo este imbrogio administrativo, na forma da lei de improbidade administratva ? Está na LEI Nº 8.429, DE 2 DE JUNHO DE 1992: Art. 11. Constitui ato de improbidade administrativa que atenta contra os princípios da administração pública qualquer ação ou omissão que viole os deveres de honestidade, imparcialidade, legalidade, e lealdade às instituições, e notadamente: I – praticar ato visando fim proibido em lei ou regulamento ou diverso daquele previsto, na regra de competência; (…) Como se permite iniciativa deste porte, no seio da Adminitração Pública, envolvendo um contingente de 35 mil pessoas (professores), e depois tudo não vale nada ? Se tivessemos as ditas autoridades de controle público positivas e operantes no Estado poderíamos ter alguma ação exemplar, mas neste estado de anomia geral, como sempre, aqui os cães passam e a caravana ladra …

  2. Waldir de Oliveira Responder

    O que o Requião esta fazendo é, “colocando o Bode na sala”, e vai tirá-lo nas vésperas da eleição para Senador. Puro jogo de politicagem, onde, perante 35 mil “eleitores” e familia tentara ficar como o desatador deste nó que ele mesmo armou.

  3. Mas o q é isto senhor governador ao invés d tentar solucionar esta vergonha q ocorreu dentro da educação fica brincando de gato e rato desrespeitando a lei e o q é pior o nosso direito pois ao fazer este curso acreditei na honestidade dos envolvido.E agora é mais fácil
    ficar propondo ação contra o registro do q verificar os culpados…

  4. MARGARETH AP VIEIRA Responder

    JANGO , PARABENS VOCE SEM DUVIDA , FALOU COM CLAREZA, OS PUNIDOS SOMOS NÓS PROFESSORES , POIS OS RESPONSAVEIS POR ESSA VERGONHA TODA CONTINUAM GANHANDO DINHEIRO COM NOSSO PROBLEMA, OU SEJA , PARA FAZERMOS UMA COMPLEMENTAÇÃO E UMA POS- GRADUAÇÃO SO TEM UMA INSTITUIÇÃO QUE ACEITA , ADIVINHEM QUAL????

  5. Luis Konig-Contenda Responder

    CURSOS QUE SÓ FORNECEM DIPLOMAS E MÃ CONSEGUEM CONDUZIR AO CONHECIMENTO….CURSO A DISTÂNCIA ONDE NÃO EXISTE EFICIENCIA E OS RESULTADOS SE TRADUZEM NO QUE VEMOS… EDUCADORES DESPREPARADOS…

  6. É MUITO FACIL FAZER FESTA EM CIMA DA DESGRAÇA DOS OUTROS, POIS EU CORRO O RISCO DE PERDER MEU EMPREGO CASO ,NÃO VENHA ESSE DIPLOMA E DAÍ QUEM VAI ,ARCAR COM MEUS PREJUIZOS, QUEM VAI PAGAR MINHAS CONTAS,,GOVERNADOR O NEGOCIO NÃO É BRINCADEIRA NÃO SOMOS GENTE E MERECEMOS RESPEITO.

  7. É a prova que este Requião faz o jogo de interesses escusos! A quem interessa a tua atitude Requião?
    Pensa que engana?
    A surra eleitoral virá! Deus é grande!
    Você só planta o mal!

  8. GENTE, LEIAM NA ÍNTEGRA O PARECER 139/2007 DO CONSELHO NACIONAL DE EDUCAÇÃO, É CANSATIVO MAS DÁ PRA ENTENDER ESSA BUCHA TODA.
    É SÓ UMA QUESTAO DE BOA VONTADE DO CONSELHO ESTADUAL AUTORIZAR O REGISTRO DOS DIPLOMAS, SEGUNDO O PARECER O CNE, O CURSO DEVERIA SER OFERECIDO NA FORMA PRESENCIAL E NAO SEMI-PRESENCIAL CONFORME O CONSELHO DO PARANA AUTORIZOU, A CAGADA FOI DO PARANA, AGORA O REQUIAO QUER PUNIR OS ALUNOS?
    PODEMOS FALAR COM TODA RAZAO DE QUE O CONSELHO ESTADUAL DO PARANA NAO TEM COMPETENCIA NENHUMA, NAO SERVE PRA NADA E FICA CLARO QUE O REQUIAO NAO ENTENDE BOSTA NENHUMA VAMOS COLOCAR EM REDE NACIONAL, LEIAM SE INFORMEM, ISSO É UM ABSURDO.

  9. Porque o CEE não viu isso antes? É bem estranho…vamos nos mobilizar e ir até Curitiba protestar? Quem topa????????????

  10. IMAGINEM, O REQUIAO NAO CONHECE NEM UM GRAO DE MAMONA, LEMBRAM DO MICO? AGORA QUER TER MORAL PRA NAO AUTORIZAR O REGISTRO DO DIPLOMA, TEM MANDAR ELE SE INFORMAR MELHOR DE QUEM É A CULPA ELE ESTA ESCONDENDO O RABÃO DO CEE E PUNINDO OS ALUNOS,

  11. Pessoas,está na hora de fazermos pressão na vizivali/Iesde,pois com tudo isso acontecendo estão se fingindo de mortos.Vamos ligar todos os dias para que eles também se manifestem a nosso favor.

  12. MARGARETH AP VIEIRA Responder

    SEI QUE PASSAMOS UM MOMENTO RUIM POR CAUSA DO GOVERNADOR REQUIÃO , MAS A COMISSÃO DE ALUNOS ESTA BUSCANDO REGULARIZAR ESSE CURSO LEGALMENTE , ATRAVES DE REUNIÕES , ASSINATURAS E APOIOS DE ALGUNS POLITICOS , PORTANTO , VAMOS AGUARDAR , ESTARMOS SEMPRE EM CONTATO BUSCANDO UMA SOLUÇÃO , E NÃO VAMOS DISCARTAR A IPOTESE DE IRMOS TODOS A CURITIBA NO CEE E NO GOVERNO , JA DISSE SOMOS 35 MIL ALUNOS , COM CERTEZA ESSES VOTOS FARÃO MUITA FALTA PARA O NOSSO GOVERNADOR , POIS NÓS TEMOS FAMILIAS, FILHOS, PESSOAS LIGADAS A NÓS SENDO EXTREMAMENTE AFETADAS, DIRETA OU INDIRETAMENTE.
    FOZ DO IGUAÇU ESTAREMOS REALIZANDO UMA REUNIÃO AMANHA , SEXTA FEIRA (03/07/09)
    LOCAL : SISMUFI
    HORARIO: 19 HS
    MAIORES INFORMAÇOES
    45 9113 7498
    margavieira42@hotmail.com

  13. Isso só acontece com quem realmente trabalha (professores).
    Se fosse uma classe de espertalhão como o da “categoria” do Requião era tudo resolvido no R$, ou quem sabe nas proximas eleições?

  14. Vejam só.
    Os professores municipais são mal pagos
    e só conseguem fazer cursos que possibilitem
    o bolso e o tempo. Então vem alguém que nasceu em berço de ouro, que cresceu e se formou em cursos presencias, não tem noção
    do que é passar fome mesmo trabalhando.
    Realmente o ensino está de mal a pior….
    Até quem cursou Fac. de Jornalismo(sem ofensa). Quero dizer que daqui a pouco não presisaremos mais de Curso superior para sermos médicos,dentistas, etc…. ops(políticos)….
    Quem sabe um novo reajuste salarial aos
    políticos seja votado em seu favor, antes da conclusão do Filme Vizivale.
    A quem critique o ensino a distância, é tão sério e eficiente quanto ao presencial. Isto depende do aluno… Está regulamentado na LDB- que problemão no Brasil para regulamentar alguma coisa em benefício do trabalhador!!!!!!!!!!!

  15. Deputados derrubam veto de Requião à diplomas da Vizivali
    5 Maio, 200917:28Os deputados estaduais derrubaram hoje, por unanimidade, o veto de Requião ao projeto de lei que determina o registro dos diplomas de cerca de 35 mil professores que concluíram o Programa de Capacitação para Docentes, oferecido pela Faculdade Vizinhança Vale do Iguaçu (Vizivali).

    O projeto de lei, que havia sido vetado pelo governador, prevê o registro dos diplomas pela Universidade Estadual de Ponta Grossa (UEPG) e pela Universidade Estadual do Centro do Paraná (Unicentro).

    Para pressionar os depuatdos, muitos professores lotaram as galerias da Assembleia.

    O curso, ofertado pela Vizivali em parceria com a empresa Inteligência Educacional e Sistemas de Ensino (IESDE), foi autorizado pelo Conselho Estadual de Educação, mas a Universidade Federal do Paraná rejeitou os registros alegando não reconhecer a validade do programa.
    Seção: Cultura, Política, Paraná | Comente agora »

  16. Senhor Governador Requião, acaba com essa vergonha no estado do Paraná, no caso dos Diplomas, estudamos e levamos um Curso a sério, por uma briga politíca, fazem um jogo de empurra, empurra, uma falta de respeito com os Professores, onde estão os nosso direitos e respeito? Governador estudei muito e fiz minha especialização e cada dia me decepiciono e sinto vergonha de ver as coisas erradas que acontecem. Uma sugestão Senhor Requião faz uma CPI, ai saberemso quem é ou quem são os verdadeiros culpados e trambiqueiros que deixaram acontecer isso. Onde estavam as pessoas que investigavam e autorizavam os Cursos no Estado nesse ano? Será que não tinha ninguém? Quenm são os culpados? Será que o governador não sabe dizer aos alunos quem é culpado? Ou em 2010 o Senhor Requião vai vir pedir votos para ser senador, palhaçada será que 35 mil professores esquecerão o que está fazendo em tão pouco tempo? Somso formadores de opinião e vasmo fazer a diferença em 2010 nas urnas é claro Governador….

  17. Margareth (Comissão Vizivali)

    O que está sendo feito para regularizar esta situação? Os alunos estão assumindo cargo de professor no Estado porque foi promulgada a lei?

  18. Isto é uma vergonha! Frase dita muitas vezes mas é isso que acontece no desenrolar da novela Vizivali. Embora anciosos esperamos sentados pelo fim desse drama.

  19. Vanderlei Lorena Responder

    Pessoal na epoca em minha esposa fez o curso ela estava trabalhando na prefeitura como professora, opa uma boa chance para fazer capacitação, foi fiquei desempregado passamos dificuldades para pagar o curso uma parcela atrasou nosso nome foi´para spc, uma grande dificuldade para pagar tudo ai vem essa pancada, e agora mudamos de cidade estamos mais longe, tem um curso para sair sem diploma e agora o que fazer rezar para o Requião, o Requião veja seus conceitos para esse caso, é um desabafo de uma batalhador como vc,

  20. Me sinto indignada com toda essa situação…., fiz pós graduação e não consigo receber o certificado por causa dessa pendência dos diplomas. Tudo podia ser tão fácil.Falta é bom senso do governador Requião para ajudar a educação e não prejudicar uma classe que já enfrenta tantos desafios, que são batalhadores e que se dedicam a educação de nossas crianças, nós professores não precisamos passar por isso pois somos competentes e o governador teria por obrigação resolver esse impasse o mais rápido possível para não prejudicar a nossa classe e consequentemente nossos alunos. Eu não sei onde ele quer chegar com isso. Será que ele tem alguma coisa contra os professores??????

  21. MARGARETH AP VIEIRA Responder

    ACONTECEU ONTEM DIA 07/07/09 UMA REUNIÃO NA CIDADE DE DOIS VIZINHOS, NA VIZIVALI COM DIRETOR PAULO, O NOSSO PROXIMO CAMINHO SERA BRASILIA, UMA PARTE DA COMISSÃO COM APOIO DOS DEPUTADOS FEDERAIS , IRÃO A BRASILIA NA PROXIMA SEMANA, BUSCAR UMA SOLUÇÃO NACIONAL PARA O CASO, O MAIS IMPORTANTE NO MOMENTO É SABEREM QUE AS POS E PRINCIPALMENTE AS COMPLEMENTAÇÕES QUE ESTAO SENDO FEITAS SERA UM OUTRO PROBLEMA QUE VIRA A OCORRER NO FUTURO , INFELIZMENTE MAIS UMA VEZ QUEM FEZ ESTA SENDO ENGANADO, E A COMISSÃO COM SUA REPRESENTANTE EUNICE , DEU ENTRADA NO PEDIDO DE MANIFESTAÇÃO POR PARTE DA SEED , POIS NOVAMENTE ESTÃO DEIXANDO OS ALUNOS FAZEREM AS MATRICULAS, PAGAREM SEUS DIPLOMAS E O QUE É PIOR RECEBEREM SEUS DIPLOMAS DE PEDAGOGOS, MAS SEM VALOR , POIS ENQUANTO NÃO ESTIVER REGULARIZADO IESDE/VIZIVALI SO TER CURSO MEDIO
    O QUE PODEMOS FAZER NO MOMENTO , CONTINUAR BUSCANDO AJUDAS DE NOSSOS REPRESENTANTES LEGISLATIVOS , JA QUE COM O EXECUTIVO , NOSSA RESPOSTA VIRA NAS ELEIÇÕES, E MOBILIZAÇÕES , IMPRENSAS, JORNAIS, TV , AFINAL SO COMEÇAMOS A VER BUSCAS DE SOLUÇÕES DEPOIS QUE NOS UNIMOS
    AQUI EM FOZ DO IGUAÇU TIVEMOS UMA MOÇÃO DE APOIO DOS VEREADORES, TODOS PRESENTES , COLOCANDO SE A NOSSA DISPOSIÇÃO , O CAMINHO É ESSE .
    O CEE ESTATUAL TEVE SUA CULPA SIM , MAS COM CERTEZA QUEM LUCROU COM ISSO NÃO FOI ELES
    CONTINUAMOS A LUTA , COMO PROFESSORES

  22. Margareth, é isso mesmo que tem que ser feito, MOBILIZAÇÃO, isso não pode encalhar no Supremo. Gostaria de saber quais os Deputados Federais que irão dar apoio em Brasília.

  23. MARGARETH AP VIEIRA Responder

    OI ARLETE , SE POSSIVEL TODOS OS DEPUTADOS FEDERAIS REPRESENTANTES DO PARANA
    ISSO PODERA SER FEITO ATRAVES DO ALEX CANZIANI , O COORDENADOR DA BANCADA DO PARANA , PORTANTO VAMOS A LUTA PROFESSORES , PEDINDO SEU APOIO PARA QUE TODOS NOSSOS DEPUTADOS FEDERAIS E A COMISSÃO , NOS REPRESENTE PARA BUSCAR UMA SOLUÇÃO PARA RESOLVER O REGISTRO DE NOSSOS DIPLOMAS

  24. MARGARETH AP VIEIRA Responder

    pessoal por favor elaborarem uma carta seguindo os seguintes itens
    a) Pedido de solicitação – (carta);
    b) Nome da pessoa e Município;
    c) Quantos Professores e Quantidade por município;
    d) Urgência em resolver e o porquê de se resolver o caso;
    e) Elogiar os Deputados e Senadores, pelos trabalhos e préstimos a comunidade que realizam;
    f) Fazem menção aos 38.000 alunos, se influenciam nas eleições ou não;
    g)Descer comentários quanto, se vocês que estão no poder não nos conseguem ajudar, ou será que precisamos troca-los por outros representantes da coletividade;

    Obs: Mandar até amanhã no próprio email da APEML para ser enviado a BRASÍLIA – DF.
    apeml_@hotmail.com

  25. Senhor Roberto Requião,com certeza não tem a menor noção do que é não ter trablho, nem condições de alimentar os filhos por falta de um diploma que acretitei que fosse sério pois meus estudos sempre levei com seriedade, e que agora depois de 4 anos de formatura ainda nõ chegou. Fiz dois concursos um no município em educação infantil no qual passei em primeiro lugar mas não pude assumir porque estava sem o diploma, outro no estadode Santa Catarina o qual também não pude assumir pelo mesmo motivo. Fiz ENEM passei hoje estou no terceiro período de Letras pelo Prouni. Para finalizar quero dizer que se o curso a distância fosse tão ruim como dizem será que teria conseguido o que consegui? Estou com duas ações na justiça um por danos morais e outro mandado de segurança, acredito que um dia isso se resolve.

  26. MARGARETH AP VIEIRA Responder

    Professores do PR não podem perder diploma

    ——————————————————————————–

    06/07/2009 11:27

    Os milhares de professores que conseguiram diplomas de curso superior na Vizive e na IESDE não podem perder a graduação. É o que acha o coordenador da bancada paranaense no Congresso Nacional, deputado Alex Canziani (PTB), já que o Governo do Paraná questionou no Supremo Tribunal Federal a lei que autoriza as universidades estaduais a emitirem diploma para cerca de 30 mil pessoas que concluíram o Programa de Capacitação para docentes da Faculdade Vizinhança Vale do Iguaçu (Vizivale) e da empresa Inteligência Educacional e Sistemas de Ensino (IESDE).

    O projeto foi vetado no ano passado pelo governador Roberto Requião, mas promulgado pela Assembleia Legislativa. O governo alega que o texto é inconstitucional, uma vez que o registro de diplomas é uma função de responsabilidade do Ministério da Educação, delegado às universidades.

    Canziani ressalta que muitos professores tiveram progressão nas carreiras em função deste curso, e muitos prestaram concurso levando os certificados de conclusão.

    Alex Canziani esteve no MEC para cobrar uma solução. Ele informou que irá ao ministério novamente com os prefeitos, que estarão em Brasília no próximo dia 15 para discutir o que o governo fará para resolver o problema. “A pessoas não podem perder o tempo, o dinheiro e as oportunidades que surgiram por conta do curso que fizeram”, afirmou.

    O programa da Vizivale foi autorizado pelo Conselho Estadual de Educação em 2002 para permitir exclusivamente a formação de professores que já atuavam em sala de aula, mas não tinham cursos superior. Caso o STF acate o pedido de liminar, as universidades estaduais deverão aguardar o julgamento do mérito da ação para verificar se poderão ou não registrar os diplomas.

    vamos aguardar

  27. MARGARETH AP VIEIRA Responder

    SAIU NO SITE NOTA 10

    Supremo Tribunal Federal pede dados sobre caso Vizivali
    O Supremo Tribunal Federal (STF) pediu informações à Assembleia Legislativa no início deste mês sobre o episódio Iesde/Vizivali. Os dados são para o entendimento do caso, já que no dia 22 de junho o governador Roberto Requião ajuizou uma Ação Direta de Inconstitucionalidade (Adin) no órgão. O governo é contrário à lei estadual que garante o registro de diplomas aos professores que participaram do programa de capacitação Iesde/Vizivali.

    Cerca de 35 mil profissionais devem ser prejudicados com a medida, segundo o deputado Péricles de Mello (PT) que pode fazer com que o assunto seja levado, mais uma vez, à estaca zero. De acordo com ele estão sendo procuradas alternativas para a solução do problema, caso o STF dê decisão favorável ao governo do estado. “Já fizemos algumas reuniões nesse sentido, mas ainda é preciso aguardar”, assinala.

    A lei a que Requião questiona no STF é a de número 16.109/2009, de autoria de Mello, promulgada pela Assembleia e que determina que os diplomas sejam registrados pela Universidade Estadual de Ponta Grossa (UEPG) e na Universidade Estadual do Centro do Paraná (Unicentro).

    O presidente do Conselho Estadual de Educação (CEE-PR), professor Romeu Gomes de Miranda, disse há alguns dias, em entrevista ao Nota 10 que a Adin proposta pelo governador deve encontrar guarida no STF. “A Assembleia não pode legislar sobre algo que não lhe compete”, justificou na ocasião.

    Para o presidente a aprovação da lei foi “um tiro no pé”, pois depois que entrou em vigor cessaram todas as negociações que estavam em andamento com o Ministério da Educação (MEC). “Agora os deputados que aprovaram a lei vão ter que dar explicações à população”, criticou.

    Para o diretor da Vizivali, Paulo Fioravante Giareta, a Ação Direta de Inconstitucionalidade proposta pelo governo estadual significa um retrocesso das iniciativas em busca de uma solução definitiva para o caso. “Com a Adin, o processo fica sem um encaminhamento prático e nos deixa sem recursos que possibilite o registro”, define Giareta.

  28. Isto é uma tremenda palhaçada fiz concurso no estado e fiquei muito bem colocado, atpe em posição superior a muitos que fizeram faculdades presenciais quem faz a faculdade e o aluno, isto é muito humilhante perante os demais colegas que ficam fazendo chacota com nosso curso depois deste impasse terrível que se instalou na midia que tanto estardalharço e este é so registrar os diplomas e pronto quem tiver compêtencia vai passar nos concursos quem não tiver fica de fora e tão dificil fazer isso?????????????????

  29. MARGARETH AP VIEIRA Responder

    PESSOAL QUE TAL IRMOS TODOS OS ALUNOS IESDE/VIZIVALI, NO DESFILE DE 07 DE SETEMBRO DE 2009, EM CURITIBA, COM FAIXAS

  30. A GRANDE REALIDADE É QUE O IESDE GANHOU MUITO DINHEIRO E, COMO NÃO HOUVE DIVISÃO COM “AQUELES” – DONOS DO ESTADO – QUE TAMBÉM TÊM QUE GANHAR ALGO PARA FICAR QUIETOS E NÃO VIVER GARGANTEANDO NA TELEVISÃO QUE É DO POVO, É QUE A SITUAÇÃO ESTÁ NESSE PÉ.

  31. Estou de acordo em fazer manifestaçoes, nós os professores prejudicados temos que nos unir para defender nossos direitos, não os da vizivali ou dos prefeitos, pelo resultado e pelo tempo podemos perceber que fomos deixados de lado, temos que formar uma equipe e não somente se manifestar nas ruas , mas prepararnos para a publicidade que nos envolve como pessoas e profissionais de direitos constitucionais.
    Deveremos tbem marcar uma conversa com o governador, e depois com a secretaria da educação do PR, e claro, gravar muito bem tudo.
    Moro em Curitiba, meu e-mail é niceia_bp@hotmail .com

  32. PESSOAL , VAMOS ORGANIZAR NOSSA IDA A CURITIBA , 7 DE SETEMBRO, BUSCANDO ATRAVES DE NOSSOS POLITICOS REGIONAIS ANTECIPADAMENTE ONIBUS , PARA ESTARMOS O MAXIMO DE ALUNOS POSSIVEL NO DESFILE DE 7 DE SETEMBRO, NÃO ESQUECER DAS FAIXAS COM NOME DA CIDADE

  33. Vamos para a Vizivali pessoal, em agosto e setembro Curitiba, chega de reuniões de pequenos grupo, vamos mostrar que 35.000 professores tem força sim para decidir, seja fechar Vizivali, porque não deveria aceitar se ela não tinha autorização para ministrar.

  34. PESSOAL VAMOS AGUARDAR ,PORTANTO VAMOS SUSPENDER A IDA A CURITIBA , 7 DE SETEMBRO, PARECE QUE TEM UMA OUTRA REUNIÃO MARCADA EM BRASILIA, DEFINITIVA , JA FOMOS ENROLADOS MUITO TEMPO , VAMOS SER ENROLADO MAIS UM POUCO
    FOZ DO IGUAÇU TIVEMOS UMA REUNIÃO ONTEM , COM NOSSOS DEPUTADOS RENI PEREIRA E DOBRANDINO, VEREADORES GESSANI E ZE CARLOS , APOIO MUITO BOM , DISSERAM QUE ATE O FINAL DO ANO COM CERTEZA TUDO SE RESOLVE

    QUEREM UMA OPINIÃO PARTICULAR
    FAÇAM INSCRIÇÃO PARA UAB OK

  35. Sim Margarete vai se resolver. Fica esperando sentada sem se mobilizar que o seu direito de receber a grana de volta decairá.
    HAHAHAHAHAHAHAHAHA……………..

  36. RESPOSTA ENVIADA A MIM ,DO EMAIL AO PRESIDENTE DA REPUBLICA

    Prezada Senhora,

    Em resposta a sua mensagem dirigida ao Presidente Luiz Inácio Lula da Silva, esclarecemos que o assunto apresentado é de competência do governo do estado do Paraná. Conforme determina nossa Constituição, o chefe do executivo federal não pode intervir nas questões administrativas dos estados nem nas do Distrito Federal.

    Contamos com sua compreensão.

    Cordialmente,

    Claudio Soares Rocha

    Diretoria de Documentação Histórica

    Gabinete Pessoal do Presidente da República

  37. RESPOSTA DO SEED/MEC A ALUNA NILCEIA

    Prezada Senhora,

    O Governo do Estado do Paraná está negociando uma solução para os egressos dos cursos da VIZIVALI/IESDE junto ao Ministério Público, Instituições públicas de educação superior e o Ministério da Educação, para a regularização da situação.

    Solicitamos aguardar a decisão que será amplamente divulgada aos interessados/diplomados.

    Saudações Cordiais,

    supervisão/SEED/MEC

  38. OI MARGARETE,TAMBÉM SOU VITIMA COMO VCê, MAS DO QUE SE TRATA A REUNIÃO QUE VC CITOU NO DIA 24-07?QUALQUER ESCLARECIMENTO É BEM VINDO.

  39. pessoal ,as alunas do iesde que fizeram a complementação em goioerê ,através da ucb estão recebendo o diploma hj .ñ sei se o diploma tem registro no mec mas sai com uma carga horária de mais de 3.000 hs como pedagoga .verefiquem se é verdade .Se eu souber q é verdadeiro tbm vou fazer a complementação

  40. MALU , COM CERTEZA SE ESTIVESSE LEGAIS ESTA COMPLENTAÇÕES TODOS NÓS JA TERIAMOS FEITO , ACONTECE QUE PARA ESSA COMPLEMENTAÇÃO TER VALIDADE VOCE TERIA QUE TER O DIPLOMA VALIDO DO CURSO NORMAL SUPERIOR , EXPERIMENTE FAZER SUA INSCRIÇÃO NUMA INSTITUIÇÃO SERIA E VE SE CONSEGUE.PRECISAMOS REGULARIZAR O NORMAL AI SIM ESSAS COMPLEMENTAÇÕES E OS DIPLOMAS RECEBIDOS POR ELAS TERÃO VALIDADE OK, NÃO ESQUEÇA QUE NO ULTIMO TESTE SELETIVO DO ESTADO O PESSOAL QUE TINHA ESSAS COMPLENTAÇÕES VIERAM COMO RESULTADO, INDEFERIDO

  41. Terça-feira, Julho 21, 2009
    FACULDADE VIZIVALI E OS CERTIFICADOS NÃO ENTREGUES
    O SISMMAR esteve presente em uma reunião hoje, 21 de julho, na AMUSEP, que teve como pauta o problema enfrentado pelos professores do Paraná que concluíram curso superior na Faculdade Vizivali e não receberam certificados.
    Mais de trinta mil professores no Paraná enfrentam este problema e na defesa dos trabalhadores e trabalhadoras uma comissão da qual o SISMMAR é integrante, está mobilizada na busca das soluções que beneficiem tais educadores.
    Em 22 de agosto, na Câmara Municipal de Maringá, às nove horas será realizado debate reunindo autoridades, os professores da região envolvidos nesta situação e entidades sindicais. Se você é uma dessas pessoas envolvidas entre em contato com o SISMMAR, juntos podemos fazer diferença

  42. Prezada Senhora,

    Em resposta ao e-mail encaminhado à Central de Atendimento da Secretaria de Educação Superior (SESu) do Ministério da Educação (MEC) da República Federativa do Brasil, ao passo que solicitam-se escusas a V. Sa. pela demora em respondê-la, informa-se que, até o presente momento, o Ministério em tela posicionou-se a respeito do tema, subsidiado pelo Conselho Nacional de Educação – CNE, por meio do Parecer exarado pela Câmara de Educação Superior deste egrégio Colegiado, de nº 139/2007, aprovado em 14/06/2007. Neste, contido em arquivo anexo, eis as conclusões dos conselheiros Milton Linhares e Alex Bolonha Fiúza de Mello:

    1. Estes cursos ou programas estão de fato amparados por lei?

    A instituição de educação superior Faculdade Vizinhança do Vale do Iguaçu – VIZIVALI foi credenciada e autorizada pelo Sistema Estadual de Ensino do – VIZIVALI foi credenciada e autorizada pelo Sistema Estadual de Ensino do Paraná para a oferta do Programa de Capacitação, com amparo na Deliberação nº 4/02-CEE/PR, a qual regulamentou a oferta de Programas de Capacitação de Docentes em Serviço, naquele Sistema, de acordo com o que estabelece o inciso III, parágrafo 3º, do artigo 87, da Lei nº 9.394/96, e em atendimento à Lei nº 10.172/2001, que aprovou o Plano Nacional de Educação. Se os cursos do citado Programa forem oferecidos na modalidade de educação presencial, estão amparados pelos atos oficiais do CEE/PR.

  43. 2. Sua formação confere ao aluno licenciatura em nível superior?

    De acordo com o art. 1º da Deliberação nº 4/02-CEE/PR, a formação almejada naquele Programa é a de nível superior, conforme os princípios da LDB, arts. 61 a 67, outorgando ao concluinte o diploma de licenciado, com habilitação para atuação na educação infantil e/ou

    séries iniciais do ensino fundamental, preceito contido no art. 7º da mencionada Deliberação.

    3. O formando poderá prestar concursos públicos que exigem nível superior?

    Sim, desde que seu diploma seja devidamente reconhecido pelos órgãos competentes, nos termos da legislação em vigor.

    4. Mesmo não sendo formado (2º grau) na área da Educação Infantil e séries iniciais, porém, prestando serviço voluntário na área, poderá o candidato ingressar neste curso?

    A Deliberação nº 4/02-CEE/PR definiu a quem é destinado o Programa de Capacitação, ou seja, àqueles profissionais em exercício de atividades docentes, mediante comprovação de conclusão do Ensino Médio. Cabe ao Sistema de Ensino do Paraná, conforme considerado anteriormente, supervisionar o cumprimento do estabelecido em suas normas, bem como nos processos de credenciamento, autorização de funcionamento e reconhecimento de cursos de sua responsabilidade.

  44. 5. Este curso ou programa precisa de reconhecimento pelo MEC?

    É do Conselho Estadual de Educação do Paraná a competência para o credenciamento de, tão-somente, instituições para oferta de cursos a distância no nível básico, educação de jovens e adultos, educação especial e educação profissional, vinculados ao seu Sistema de

    Ensino; o credenciamento de instituições para a oferta de educação superior na modalidade a distância compete, exclusivamente, nos termos da lei, ao Ministério da Educação. Como conclusão de nossa análise, entendemos que o Programa de Capacitação para a

    Docência dos Anos Iniciais do Ensino Fundamental e da Educação Infantil, autorizado pelo Conselho Estadual de Educação do Paraná, em nível superior, o foi, equivocadamente, na forma semi-presencial (sic!), quando deveria sê-lo na modalidade presencial.

  45. Atenciosamente,

    Ministério da Educação – MEC

    Secretaria de Educação Superior – SESu

    Diretoria de Regulação e Supervisão – DESUP

    Coordenação-Geral de Orientação e Controle – CGOC

    INBOX VIII

  46. Realamente estudamos pagamos,professores com dificuldades,tentando melhorar sua carreira e até agora nada,fiz um curso de extensão recebi o diploma pela ulbra mas tambem parece que não tem validade tendo em vista não ter recebido o diploma da Vizivali,todo mundo ganho Vizivali ,Iesde ,agora Ulbra somente os professores é que ficaram a ver navios,não podem ser promovidos,fazer concursos a nivel superior,perdemos muito dias de nossas vidas,Gostaria muito que esta situação fosse resolvida.

  47. pessoal
    ENTRA NO GOOGLE E DIGITA: SIEAD MEC E DEPOIS QUE VOCES ENTRAREM NESTE HOME PAGE PREENCHE PARANA MARINGA INSTITUIÇÃO

    VOCES IRÃO VERIFICAR QUE A CASTELO BRANCO E A ULBRA ESTÃO CREDENCIADAS PELO MEC O IESDE É PARCEIRO QUE COBRA AS MENSALIDADES, CEDE O LIVROS E AS AULAS SÃO IGUAIZINHAS AO NORMAL SUPERIOR QUE NÓS FIZEMOS

    COMO O MEC AUTORIZA UM CURSO IGUAL AO NOSSO SÓ COM TUTOR E DVD. IGUAL AQUELE QUE NÓS FIZEMOS. NÃO MUDA NADA.NEM TEM BIBLIOTECA NESSES LUGARES. SÓ A SALA DE AULA E É UMA VEZ CADA 15 DIAS.

  48. Margareth, não entendi o teu comentario, o problema da VIZIVALI é que só tinha autorização do CEE, e curso a distância tem que ter credenciamento do MEC, de acordo com a LDB.

  49. Eu estou começando a pensar que o curso não foi muito bom pra voces aí em Foz, nós aqui em Curitiba tivemos bons tutores, e as provas eram bem fiscalizadas, o material didático de alta qualidade, os professores das video – aulas saõ escolhidos a dedo, muitas pessoas até desistiram do curso por que as provas eram muito dificeis.
    Pessoas são ou não são comprometidas em qualquer curso presencial ou não, e curso a distãncia é para pessoas auto-didatas e comprometidas.
    Novamente eis a questão ¨Ser ou não ser ¨ ( shakespeare)

  50. Sabe Margareth, eu não posso deixar de admirar a tua determinação e perseverança, mas todos estamos bem desilusionados com essa situação imoral e absurda no seio do sistema educativo, mas não podemos perder o controle e o foco.

  51. Eu não estou dizendo que os alunos não devem receber os diplomas, todo o contrario, eu acho isso um direito adquirido, as fiscalizações têm que ser feitas em seu tempo, as regras ou no caso as leis são para proteger os direitos constitucionais, se isso não ocorre deixam de ter significado objetivo.

  52. Então, os alunos do curso da Vizivali geralmente são os que passam nos concursos publicos, como têm alunos de diferentes faculdades presencias como a federal que não passam, é uma questão de como se aprende, alguns fazem os melhores cursos e quando terminam deletam tudo, o que vai predominar é o interesse no momento da apropriação do conhecimento.

  53. Minha cunhada fez acomplementação pela UNICID e pegou o diploma, porém está com um documento sem validade nas mãos, pois foi aé o resursos humnos da PMC e a resposta foi qu se ela dependesse desse diploma para assumir ela perderia o cargo, pos ele é autorizado, mas nã é reconhecido. Que confusão…todo mundo fala e ninguém se entende e as pessoas prejudicadas ficam sem seus direitos…” Que país é esse”….(L.U)

  54. Minha cunhada fez a complementação pela UNICID e pegou o diploma, porém está com um documento sem validade nas mãos, pois foi até o recursos humanos da PMC e a resposta foi que se ela dependesse desse diploma para assumir ela perderia o cargo, pois ele é autorizado, mas nã é reconhecido. Que confusão…todo mundo fala e ninguém se entende e as pessoas prejudicadas ficam sem seus direitos…” Que país é esse”….(L.U)

  55. Sandra, sua cunhada já vereficou se a UNICID está credenciada, entra lá no SIEAD MEC e verifica o polo, se tudo está credenciado, ela pode entrar com mandado de segurança, se não está credenciada, entrar com pedido de indenização.

  56. Lamentavelmente essa é a situação criada pelo sistema educativo, estamos todos esperando uma solução imediata para essa vergonha.

  57. NICEIA PELOS COMENTARIOS QUE TENHO LIDO DA PROFESSORA MARGARETH , TA CERTA , AFINAL SE VOCE É TÃO AUTO-DIDATA CADE SEU DIPLOMA?
    ESTA ESPERANDO QUE SIMPLESMENTE PREESCREVA TUDO, SEU DISCURSO É OTIMO NA PRATICA NICEIA QUEREMOS VER O SEU DIPLOMA OK

  58. CALMA PESSOAL ESTAMOS NA RETA FINAL O PARECER DA ADIN 4257 ESTA PARA SAIR VAMOS AGUARDAR

    DESPACHO: O pedido comporta apreciação nos termos do art. 12 da Lei Federal nº 9.868, de 10 de novembro de 1999. Solicitem-se, pois, informações, no prazo de 10 (dez) dias. Após, vista, sucessivamente, por 5 (cinco) dias, ao Advogado-Geral da União e ao Procurador-Geral da República.

    Publique-se. Int..
    Brasília, 30 de junho de 2009.

    Ministro CEZAR PELUSO
    Relator

  59. Democratas recorre ao STF contra veto do governador paranaense

    05.08.2009 – 11h20

    O Democratas saiu em defesa da Lei nº 16.109/09, que determina que a Universidade Estadual do Centro Oeste (Unicentro) e a Universidade de Ponta Grossa (UEPG), do Estado do Paraná, procedam os registros dos diplomas expedidos pela Faculdade Vizinhança Vale do Iguaçu (Vizivale). O deputado federal Abelardo Lupion (PR) recebeu graduandos capacitados pela Vizivale, que ficaram indignados com o veto do governador Roberto Requião (PMDB) à lei que valida seus diplomas. Requião protocolou no Supremo Tribunal Federal (STF) uma Ação Direta de Inconstitucionalidade (Adin ) questionando a lei.

    Lupion alerta que a validação dos diplomas nada mais é que o cumprimento à Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional (Lei nº 9.494/96). “Não há o que vetar. Os professores se capacitaram, concluíram os cursos. Agora, simplesmente não podem exercer suas profissões”, indignou-se.

    O programa da Vizivale buscou a formação para a docência de mais de 35 mil docentes. Lupion defende que esse curso de capacitação seja validado e os professores possam exercer normalmente suas funções, ao contrário do que o governador paranaense tenta demonstrar, através do veto. “Não podemos brincar com educação. O governador não tem o direito de desdenhar de todo o esforço dos professores. O veto significa o impedimento de crescimento de milhares de professores que poderiam prestar concursos, dar aulas e capacitar seu currículo”, concluiu.

    agosto 05, 2009

  60. SECRETARIA DE ESTADO DA EDUCAÇÃO

    PA 34454/09 Curitiba, 22 de julho de 2009.

    Assunto: VIZIVALI

    Senhora Margareth

    Em atenção à sua correspondência, enviada ao Senhor Governador do Estado do Paraná em 17/05/2009, informamos que o Programa de Capacitação para Docência nos Anos Iniciais do Ensino Fundamental encontra-se sub
    judice, conforme os fatos e fundamentos a seguir relatados.
    O Programa de Capacitação para Docência dos Anos Iniciais do Ensino Fundamental da Educação Infantil, autorizado pelo Parecer nº 1182/02, ofertado pela VIZIVALI, foi criado para atender ao estabelecido na Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional n° 9394/96 de 20/12/96, para professores que estavam atuando na docência e não possuíam curso superior. Desse modo, o CEE estabeleceu os requisitos necessários para a formação de docentes por meio de programas de capacitação, habilitando-os em nível superior, através da Deliberação nº 04/02. Porém a VIZIVALI não cumpriu o estabelecido da referida Deliberação.
    Ao constatar irregularidades na matrícula de alguns alunos concluintes o CEE emitiu o Parecer nº 193/07 de 11/04/2007. Esse parecer é resultado do Relatório de Verificação expedido pela Comissão Mista da Secretaria de Estado da Ciência e Tecnologia (SETI) e CEE, designada pela Portaria nº 001/2006-SETI/CEE, com a finalidade de proceder verificação da situação documental dos alunos do Programa, definindo os procedimentos necessários para dar atendimento aos requisitos da legalidade e validade dos diplomas de conclusão do referido curso. Mas no decorrer de 2007, a VIZIVALI não regularizou a situação das matrículas irregulares.
    Informamos também que, pelo Parecer nº 139/2007 do Conselho Nacional de Educação (CNE), é de competência do Ministério da Educação o credenciamento de instituições de ensino para oferta de curso superior na modalidade à distância.
    Em 24/09/2007, um Promotor de Justiça propôs Ação Coletiva em face da parceria VIZIVALI/IESDE, distribuída à 18ª Vara Cível de Curitiba, propondo reparação de danos causados a todos concluintes do Programa de Capacitação que na época de matrícula não exerciam a função de professor no magistério.
    Em 27/02/08 foi organizada uma comissão de representação dos alunos egressos do referido Programa de Capacitação, na Assembléia Legislativa do Paraná, com o objetivo de pleitear junto ao MEC a regularização do curso em questão. A comissão encaminhou ao Conselho Nacional de Educação, em Brasília, a solicitação de reconhecimento do Programa. Esta solicitação encontra-se atualmente na Secretaria de Ensino à Distância do Ministério da Educação, a qual deverá emitir parecer sobre o caso, indicando os procedimentos necessários para que se efetive o registro dos diplomas.
    Informamos ainda que, até o presente momento, junho de 2009, duas outras ações se desencadeiam e devem ser acompanhadas pelos interessados. A Assembléia Legislativa aprovou a Lei nº 16109 de 18 de maio de 2009, publicada no Diário Oficial nº 7975 de 21 de maio de 2009.
    O Governo Federal, por sua vez, lançou em 28 de maio último o Programa Nacional de Formação Docente que tem como objetivo viabilizar a realização de cursos superiores de licenciatura para professores em exercício, sem a formação adequada e há uma tratativa entre a SEED/PR, municípios paranaenses e universidades públicas para atender por este programa a formação.

    Atenciosamente,

    Cinthya Vernizi Adachi de Menezes
    Chefe de Gabinete

    À Senhora
    Margareth Ap. Vieira

    agosto 06, 2009

  61. Prezados,

    Sinceramente, é muito estranha a atitude do Deputado Péricles que, em sua página da internet, aparece abraçado com o Governador Requião, EM DIVERSAS OPORTUNIDADES e, por outro lado, age como se não tivesse nenhuma ligação com o Governador, no que pertine a questão dos diplomas (já que, como todos sabem, FOI O GOVERNADOR QUE INGRESSOU COM A ADIN).

    Sejamos sinceros, ou o Deputado assume uma posição de enfrentamento com o Governador (e, a meu ver, só assim, angariará os votos – que, aliás, a meu ver merece, pois FOI O ÚNICO A VERDADEIRAMENTE ABRAÇAR A CAUSA) e enfrenta o Governador (que, a seu ver, no Paraná, está próximo aos poderes de Deus), ou, para mim, todos estão no mesmo balaio.

  62. …é infelizmente os ventos nao estao soprando a nosso favor, espero que possa ser revertido.

    07/08/2009 Petição 97463/2009, de 07/08/2009 – ADVOGADO-GERAL DA UNIÃO – MANIFESTA-SE PELA PROCEDÊNCIA DO PEDIDO.

  63. Undime cria GT para auxiliar no caso IESDE/VIZIVALI
    Fonte: Undime-PR

    A Undime-PR está criando um GT (grupo de trabalho) para assessorar a comissão de alunos no caso do programa Iesde/Vizivali.
    O presidente da Undime-PR, Cláudio Aparecido da Silva, explica que a criação do GT é mais uma ação de apoio à comissão dos egressos do programa Iesde/Vizivali, desta vez no auxílio à elaboração de uma proposta que será encaminhada ao ministro da Educação, Fernando Haddad. “Queremos auxiliar e colaborar com a comissão de alunos no sentido de encaminhar à uma solução efetiva para o reconhecimento oficial dos diplomas dos alunos”, afirma.
    Cláudio, juntamente com o vice-presidente Alysson Padilha, tem acompanhado reuniões na Assembléia Legislativa do Paraná, no Conselho Estadual de Educação e na Secretaria de Estado da Educação. Também já realizaram articulações junto à Procuradoria Geral do Estado do Paraná. O presidente da Undime esteve ainda em Brasília para solicitar apoio ao presidente da Undime Nacional, Carlos Eduardo Sanches, e orientações jurídicas através do procurador da entidade para a comissão que está desenvolvendo os trabalhos no Paraná. Na ocasião, foi entregue um dossiê com documentos relativos à questão.
    O GT é composto pelos seguintes dirigentes municipais de educação, membros da Diretoria Executiva: prof. Dirceu Antonio Ruaro (secretário de Assuntos Jurídicos e dirigente do município de Vitorino), profª Cláudia Maria da Cruz (vice-secretária de Assuntos Jurídicos e dirigente do município de Telêmaco Borba), profª Mirna Auly Grande (representante microrregional da Undime-PR na Amucentro e dirigente do município de Pitanga), profª Maristela Becker Miranda (vice-secretária de Articulação e dirigente do município de Cascavel).
    07/08/2009 – 11:08

  64. maria eliene de araucaria pr Responder

    sou uma dessas deixei de pagar as parcelas pois fiquei desempregada depois consegui i dai veio todo esse problema estou com o dinheiro em maos mas nao vou pagar enquanto isso nao se resolver.margarete estou com vc eu topo ir no 07 de setembro. estou com onome no spc por causa disso o que vc me dizem. me responda por favor grata.

  65. PESSOAL ACOMPANHANDO O ANDAMENTO DO PROCESSO DA ADIN 4257 DO STJ

    10/08/2009 Juntada PG nº 97463/2009, da Advocacia-Geral da União, com defesa.

    10/08/2009 Juntada PG nº 95725/2009, do Democratas – DEM, requerendo ingresso no feito na qualidade de “amicus curiae.”

    10/08/2009 Juntada do AR nº RK 21835044 4 BR, recebido pela Assembléia Legislativa do Estado do Paraná, em 06/07/2009.

    10/08/2009 Recebimento dos autos da Advocacia-Geral da União

  66. MARGARETH AP VIEIRA Responder

    Assembleia Legislativa aprovou na última segunda-feira, dia 10, um requerimento de autoria dos deputados Péricles de Mello (PT) e Reni Pereira (PSB) para que o Tribunal de Contas (TC) do Paraná não aplique qualquer medida de orientação, punição ou advertência às Prefeituras que mantêm contratados professores formados pelo Programa de Capacitação da Faculdade Vizivali. Os prefeitos estão preocupados, pois a falta do registro dos diplomas deixa os contratos pendentes de regularização.

    O requerimento pede que o TC aguarde o julgamento de Ação Direta de Inconstitucionalidade (Adin), ajuizada pelo governo do Estado no Supremo Tribunal Federal, contra os efeitos da Lei Estadual 16109 de maio de 2009, de autoria de Péricles, que determina o registro dos diplomas para os cerca de 35 mil participantes que concluíram o Programa da Vizivali em todo o Paraná. Algumas turmas, formadas desde 2005, aguardam há quatro pelo diploma de graduação superior.

    Essa não é a primeira iniciativa de Péricles de levar ao Tribunal de Contas a preocupação dos prefeitos paranaenses sobre os contratos dos profissionais que se encontram nessa situação.

    Na Assembleia, o deputado coordena uma comissão especial criada para defender os direitos dos professores, que segundo ele, se inscreveram curso de boa fé, amparados por parecer do Conselho Estadual de Educação do Paraná, que autorizou o credenciamento da Vizivali para oferecer o Programa de Capacitação, a partir de 2003. O próprio Conselho renovou a autorização, depois de dois anos, para o programa ser ofertado a mais turmas.

    No final do mês passado, Péricles participou de uma mobilização, em Santa Tereza do Oeste, município próximo a Cascavel, que contou com a participação de cerca de 300 professores formados pelo programa da Vizivali. Dessa reunião definiu-se que uma comissão irá levar ao ministro da Educação, Fernando Haddad, a necessidade de um comprometimento do MEC com os professores paranaenses para que viabilize o registro dos diplomas. De acordo com Péricles, se o ministro entender necessário, os professores poderão fazer uma complementação por um período de até um ano, reconhecendo as horas-aulas já cursadas na Vizivali.

    Impasse

    O Conselho Nacional de Educação chegou a emitir dois pareceres favoráveis à proposta do Conselho Estadual em oferecer as aluas no sistema semipresencial. Mas o mesmo Conselho Nacional reformulou sua decisão e publicou o parecer 139 de 2007, após a formação das turmas, concluindo que não cabia ao Conselho Estadual legislar sobre a questão, o que acabou gerando o problema.

  67. Lendo seus depoimentos, percebi que estão por dentro do assunto,então, estou com um problema e preciso que me ajudem.Em 2006 assumi o concurso de 2005 só com o histórico da faculdade,agora em 2007 passei novamente e estou aguardando ser chamada,mas já fiquei sabendo que o núcleo está mandando assinar o arquivamento do concurso para essas pessoas.Devo assinar ou entrar com um mandato de segurança ???

  68. MARGARETH AP VIEIRA Responder

    20/08/2009
    Solução para o “caso Vizivali” está próxima, afirma Professor Lemos
    O deputado estadual Professor Lemos (PT) anunciou, nesta terça-feira (18), a proximidade de uma solução definitiva para a situação dos mais de 30 mil professores que ainda não tiveram seus diplomas registrados após a conclusão do programa de formação de docentes do IESDE/VIZIVALI.

    O Instituto Federal do Paraná – IFPR, em consonância com o MEC e o Conselho Nacional de Educação e, em parceria com o Governo do Paraná, está finalizando um projeto de curso de complementação à distância, gratuito, a ser realizado em tele-salas instaladas em diversos municípios do Paraná.

    Lemos recebeu a confirmação de um Diretor do IFPR sobre a proximidade da oferta do curso, quando agradeceu o empenho da Instituição na solução deste problema que atingiu um grande número de trabalhadoras e trabalhadores da educação paranaense.

  69. Isabel Cristina Responder

    Espero que sim, queremos isso o mais rápido possível , é isso aí , é melhor termos a complementação do que nada !

  70. denise nogueira do amaral Responder

    olá margareth? como faço para fazer a pré incrição para o curso,olha só não estou atuando na area ainda,como professor /educador porém sou a próxima para a chamada do concurso público de educador, vou poder fazer ?

  71. são 35 mil votos pessoal, vamos pensar bem ao votar nas urnas. Será que temos que fazer mais aulas? e a Complementação da ULBRA não Basta. Querem mais. Por que?

  72. A Complementação que muitos já fizem com a ULBRA não substitui ao curso em projeto ainda!!!!!!!!

  73. ESPERO NÃO PERDER O CONCURSO.MARGARETH NÃO SABE SE É PARA PARA ESSE ANO A COMPLEMENTAÇÃO ???

  74. 200 horas agoa resolve tudo…BARBARIDADE????????? Até quando teremos que ter paciência com esse Governador? Já sei, até a próxima eleição. Espero que nossa meória de professores calejados não seja curta para esquecer o quanto nervoso passamos por causa da VIZIVALI e da INCOMPETÊNCIA de nossos políticos, especialmente do SR. GOVERNADOR DO ESTADO.
    Agora me dá esse “doce” de 200 horas de LIBRAS! Ótimo, já que resovlerá nossa situação, mas, não o exime de sua responsabilidade, nem tampouco ao CEE e a Dupla VIZIVALI E IESDE, que continuam displicentes por aí.
    Não perdoo esse embróglio, exijo meus direitos de cidadã contribuinte, além, claro, do meu DIPLOMA, …mesmo ele sendo emitido ainda teremos que registrá-los, suplicando as Universidades do Paraná que façam essa gentileza, mas, temos também que ser ressarcidos de NOSSA VERGONHA, PERDA DE DINHEIRO E DE DIGNIDADE, afinal estamos num país democrático e num Estado trabalhador, não merecemos ficar com esse “regalo” e nos dar por satisfeitos. Conclamo a todos a continuarem na Ação Judicial. Concordam?

  75. Concordo com você Ana Clara,é revoltante saber que infelizmente a justiça desse país está muito além dos nossos sonhos,estudamos,pagamos,fomos lesados e ainda temos que complementar algo que nos venderam como sendo legal.E a justiça e os nossos direitos?Como um professor pode entrar na sua de aula e trabalhar direitos e cidadania com seus alunos,se a justiça desse país é uma infâmia.

  76. é extremamente asqueroso imaginar que um governador ao qual sinceramente até a pouco tinha o maior respeito, por picuinha ou seja lá o que for sua satisfação em prejudicar pessoas que não podiam pagar um curso superior e entraram nessa furada que foi liberado pelo CEE- que por conhecidencia é um orgão que esta localizado no estado. Ou será que este orgão não tem importancia nenhuma? então detone ele (CEE) e invista na formação destes professores que foram enganados.De a eles a oportunidade de estar assumindo suas funções tendo uma preparação adquada aos cargos que ja assumiram, chega governador de humilhar 35 mil professores se una a nós e venha nos apoiar dando então um curso digno a uma classe que esta saturada de cobranças e salários incompativeis a suas funções, só vc não percebeu que quem é professor hoje é por amor, ninguem se propõem a trabalhar em condições extremas como estamos enfrentando, se não ama fazer o que se propõe todos os dias. Se vc não percebeu as condições desumanas a qual digo olhe e veja o quanto os professores estão sendo afastados por depressão!
    A educação que antes vinha de casa hoje não existem, e o professor depara em sua sala o educar e o ensinar entre em uma sala e depois veja o que os professores aos quais esta atacando estão sofrendo, ainda acredito em vc de uma chance e deixe que estes professores lhe mostre que são capazes e estão ali porque realmente amam ensinar e não porque compraram um curso como vc alega. Batalharam como qualquer estudante abandonando finais de semanas, familias e outras coisas a mais para concluirem seus cursos.Professores não se formam pessando em dinheiro e sim no amor que sentem pelo seu pais, pois caso o contrario porque estariam se formando, pois hoje temos a pior educação de todos os paises, professor é lixo pais e alunos humilham professores e ainda estão certos, alunos tem direito a tudo e professor tem o direito de se calar, apanhar pois caso o contrario tudo poderá ser usado contra ele. Sr governador veja o caos que se encontra a educação em nosso estado depois julgue as pessoas que foram lesadas neste mesmo estado que a educação é uma vergonha. Acredito sinceramente no seu governo a educação precisa d tão pouco e vc é o nosso maior lider una-se a esta classe e não a deixe longe de vc

  77. José p. de Almeida Responder

    Sou professor com 35 anos e 6 meses de trabalho com muita Honra, dedicação e amor dediquei minha vida priorisando somente os alunos,alfabetizei adultos no tempo do mobral,sei de tantos ex-alunos que hoje estão em muito melhor situação que eu.
    Quanto ao curso do Normal Superior, penso quew virou brincadeira, minha vida profissional melhorou muito, sou após fazer essa faculdade um profissional mais seguro.Em 1988 corri para vereador do PMDB junto com o Governador Roberto Requião que é meu particular amigo; durante os 20 anos que morei em Curitiba nos tornamos muito amigos ,não acredito que seja má vontade do mesmo o problema da diplomação do curso da Vizivali. Pensamos todos no crescimento e
    prosperidade do Estado do Paraná, devemos somar forças nas urnas em seu favor, como assim já fizemos, pensando que a vitória não foi sua, Senhor Governador, mas nossa. Contamos com sua ajuda Sr. Governador.

  78. SO GOSTARIA DE SABER SE É VERDADE QUE DEPOIS DE TODA ESSA PALHAÇADA DO CNS AINDA VAMOS TER QUE FAZER UM TESTE SELETIVO PARA PARTICIPAR DO CURSO COMPLEMENTAR PARA RECEBERMOS NOSSO TÃO SONHADO DIPLOMA? JÁ OUVI FALAR DISSO .ISSO É O MAIOE ABSURDO QUE JÁ OUVI.ALGUÉM TEM ALGUMA INFORMAÇÃO ATUALIZADA SOBRE OI ASSUNTO?

  79. Gente! tudo bem escrever, lutar pelos seus direitos, mas
    se a luta é pelo conhecimento adquirido e pelo Diploma Registrado! Em tempo…. Margareth vamos corrigir: a palavra hipótese é com ” H “; na sua matéria de 2 de julho está com “i”.

  80. Fiz o CNS pela Vizivali e a complementação pela Ulbra o meu diploma tem validade??? Ou tenho tambem que fazer esta outra complementação?????

  81. JOSI, NEM SEMPRE SOU EU QUEM ESCREVE, MUITAS VEZES PEÇO A AMIGAS PARA ESCREVEREM, LOGICO AQUI NO MEU COMPUTADOR,MAS ESTE ERRO COMETIDO POR ELA ,COM CERTEZA, NÃO FOI TÃO GRAVE ASSIM ,DIANTE DA BATALHA REALIZADA POR TODAS, QUE ESTÃO DANDO SUAS CARAS PARA SOLUCIONAR O CASO QUE BENEFICIARÁ A TODOS , OK
    MESMO ASSIM AGRADEÇO ESSE DETALHE
    AH, DESCULPE PELA DEMORA, AFINAL COMO PROFESSORA , NÃO POSSO VIVER EM FUNÇÃO DE LER MENSAGENS CORRIQUEIRAS , MAS SIM DESENVOLVER MINHAS ATIVIDADES ESCOLARES
    OBRIGADO JOSI

  82. No último dia 3 de outubro, na Sede da Amunpar, foi realizada uma reunião que discutiu as medidas que serão tomadas para que os alunos da Vizivali tenham seu diploma reconhecido. Esteve presente no encontro o Secretário Carlos Moreira, Chefe de Gabinete do Governador Roberto Requião. Segundo ele, a solução para este caso será dada pelo Instituto Federal do Paraná – IFPR, que oferecerá curso de licenciatura em pedagogia, após complementação de estudos, na modalidade de ensino à distância. Os 35 mil alunos que fizeram o curso da Vizivali tiveram problemas para conseguir validar seus diplomas porque o mesmo não havia sido autorizado pelo Conselho Nacional de Educação (CNE) e pelo MEC como modalidade à distância.Em novembro, será realizado um teste seletivo e serão abertas 45 mil vagas para o curso de complementação, sendo aceitos os certificados de conclusão dos que fizeram o curso de CNS (Curso Normal Superior), que deverão cumprir mais 310 horas de estudos. Poderão participar todos que desejarem realizar licenciatura em Pedagogia, alunos que fizeram CNS por qualquer instituição e que desejam realizar complementação de 310 horas e todos que desejam a certificação dos seus diplomas e que já fizeram complementação pela UCB, ULBRA, UEM e outros.A partir do dia 5 de novembro os interessados deverão acessar o site http://www.ifpr.edu.br para verificar se as inscrições já foram abertas. Os alunos que fizeram CNS da Vizivali devem entrar no site http://www.vizivali.edu.br e fazer o recadastramento. Documentos – Os interessados em se inscrever no curso devem providenciar histórico do 2º grau, histórico e certidão de conclusão do CNS, e histórico e certidão de conclusão da complementação (para alunos que já fizeram complementação providenciar os itens 2 e 3).

    ——————————————————————————–

  83. O secretário chefe de gabinete e ex-reitor, Carlos Moreira, anunciou com satisfação nesta última quarta-feira (15-10) que o Conselho Universitário do IFPR aprovou a proposta curricular do curso de pedagogia à distância oferecido pelo IFPR.

    A noticia foi anunciada em reunião na cidade de Araucária com a presença de autoridades locais e aproximadamente 80 professores do caso IESDE/VIZIVALI. Os participantes e principalmente a professora Eunice Alberton (presidente do movimento estadual dos professores egressos do programa), receberam a novidade com plena satisfação!!!

  84. Conselho Superior aprova curso de Pedagogia
    sexta-feira, 23 de outubro de 2009 – 9:26 AM

    O Conselho Superior do Instituto Federal do Paraná acaba de aprovar por unanimidade a criação do curso superior em Pedagogia, que deverá ser ministrado através do Ensino a Distância (EAD). Os professores que fizeram o curso Normal Superior na Vizivali poderão fazer a complementação dos seus estudos e receber o diploma.

    Para o reitor do IFPR, Alipio Leal, será uma oportunidade para que todos se formem num curso mais abrangente. “Isso abrirá mais portas para os professores e dará a garantia de uma formação federal, de qualidade reconhecida”, completa Leal. O curso será gratuito, realizado simultaneamente em 328 telessalas espalhadas pelo Paraná.
    Após a aprovação do Conselho Superior, a pró-reitoria de Ensino, Pesquisa e Pós-Graduação enviou a proposta do curso para o Conselho Nacional de Educação, que fará sua análise para posterior aprovação. A expectativa é iniciar o curso em março de 2010.

  85. Olá Margareth ,tento entrar no site da vizivale mas la fala que esta temporariamente indisponivel para recadastramento.Como fazer então ,parece q esta dificil isso acontecer .Vc sabe de alguma coisa? Pode nos informar ?

  86. PESSOAL O PROFESSOR CARLOS MOREIRA COLOCOU NO SITE QUE NA QUARTA FEIRA RECOMEÇA O RECADASTRAMENTO, PEDIU PARA QUE TODOS FIZESSEMOS , POIS ASSIM ESTAREMOS SENDO LOCALIZADOS , PARA ASSIM FACILITAR O TRABALHO DELES DE FORMAÇÕES DE TURMAS .
    SEI QUE A PREOCUPAÇÃO É GERAL , MAS ESSE MOMENTO ESTAMOS ENCONTRANDO APOIO DO GOVERNO E DA IFPR , FUNDAMENTAIS PARA CONSEGUIRMOS REGULARIZAR NOSSOS DIPLOMAS E FINALMENTE PODERMOS EXERCER NOSSA PROFISSÃO COM DIGNIDADE, PORTANTO O MOMENTO É DE AGRADECIMENTOS E APOIO AQUELES QUE FINALMENTE ENGAJARAM NESSA LUTA QUE PROPICIARA O QUE TANTO ALMEJAMOS “NOSSOS DIPLOMAS”

  87. Pessoal, em Foz do Iguaçu fiquem atentos ,estaremos realizando uma reunião, nos próximos dias, para nos organizarmos e irmos buscar a documentação.
    DUVIDAS ENTRE EM CONTATO NO MEU CELULAR
    45 91137498

  88. SENHOR REQUIÃO EU SEMPRE APOSTEI NO SENHOR E TODA MINHA FAMÍLIA TAMBEM E AGORA MAIS DO QUE NUNCA ESTAMOS PRECISANDO DA SUA AJUDA PARA RECEBERMOS O NOSSO DIPLOMA ESTOU RECEBENDO SÓ A METADE DO QUE TENHO POR DIREITO DE RECEBER E PRECISO ME CONTENTAR COM ISSO POIS NAO POSSO PROVAR QUE FIZ UMA GRADUAÇÃO ISSO É MUITO TRISTE;

    ROSANGELA POYER

  89. PESSOAL DE FOZ DO IGUAÇU , TIVEMOS APOIO DO PRESIDENTE DA CAMARA MUNICIPAL DE FOZ,O BUDEL E O VEREADOR GESSANI, NOSSAS PROCURAÇÕES ENCONTRAM-SE DISPONIVEIS PARA SEREM ASSINADAS NA CAMARA MUNICIPAL DE FOZ ATÉ O PROXIMO DIA 07/12/09,COM ADRINA, OS ALUNOS INTERESSADOS LEVAR O NUMERO DE SUA TURMA E NOME DAS TUTORAS ,PARA FACILITAR NO DIA DAS RETIRADAS DAS MONOGRAFIAS

    DETALHE IMPORTANTÍSSIMO:GRATUITAMENTE

  90. MUITA ATENÇÃO ALUNOS DA VIZIVALI!!!!!!
    2009 Dezembro 2Deixe um comentário
    por Moreira
    .Após várias horas de reunião no IFPR entre o Secretário Carlos Moreira e a reitoria do instituto, quando também participaram a professora Eunice Alberton e o assessor de gabinete do governador Prof. Altino ficou definido o calendário a ser cumprido pelos alunos que desejam fazer o curso de Pedagogia a distância do IFPR.

    – entrega final da documentação pela VIZIVALI: dia 31 de dezembro de 2009;

    – inscrição no processo seletivo: entre os dias 04 a 15 de janeiro de 2010;

    – divulgação da lista de aprovados: dia 15 de março de 2010;

    – confirmação de matrícula: entre os dias 16 a 25 de março de 2010;

    – início das aulas: dia 29 de março de 2010.

    Tele salas instaladas pelas prefeituras e IFPR e os tutores serão indicados em comum acordo com o IFPR e prefeituras.

  91. cleonice alcantara de carvalho Responder

    ele pensa q não consiguimos lutar pelos nosso ideais,ele esta muito equivocado,nós podemos e temos o direito.

  92. OI PESSOAL,

    FUI A VIZIVALI, DEU TUDO CERTO , FOMOS ,ALIÁS, EU E MAIS TRES PROFESSORAS DE FOZ, TROUXEMOS QUASE 800 MONOGRAFIAS QUE FOMOS BUSCAR, PARABENS AO MARCOS E AS MENINAS DO ADMINISTRATIVO DA VIZIVALI , FORAM EXTREMANENTE EFICIENTES
    PARA AJUDA LOS FAÇAM AS PROCURAÇÕES DE ACORDO COM NUMEROS DE TURMAS E TUTORA, O PRIONCIPAL É O NUMERO DE TURMA ISSO VAI AGILIZAR MUITO

    PESSOAL DE FOZ DO IGUAÇU VOU ORGANIZAR AQUI, Á PARTIR DE SEGUNDA ESTARÁ DISPONIVEL NO SISMUFI AS MONOGRAFIAS

    dezembro 09, 2009

  93. PESSOAL VAMOS URGENTE RETIRAR ESSAS DOCUMENTAÇÕES DA VIZIVALI, MONOGRAFIAS, HISTORICOS, POIS SÓ APÓS ESSAS RETIRADAS AS INSCRIÇÕES DA IFPR SERÁ REALIZADA, SEGUNDO INFORMAÇÕES AINDA TEM MUITAS MONOGRAFIAS LA NA VIZIVALI

  94. TA NO BLOG DO MOREIRA:

    ALUNOS DA VIZIVALI- MÁXIMA ATENÇÃO CRONOGRAMA ANUNCIADO NAS REUNIÕES ESTÁ MANTIDO
    2009 Dezembro 21
    by Moreira
    .EDITAL PARA CONCURSO DO IFPR- CURSO DE PEDAGOGIA À DISTÂNCIA ENTRA NO AR EM BREVE!!!

    Após reunião realizada no dia de hoje juntamente ao Instituto Federal do Paraná, o Secretário Carlos Moreira confirmou o cronograma pré-agendado anteriormente.

    Inscrições – de 04 a 15 de janeiro de 2.010;

    Divulgação da lista de aprovados – 15 de março de 2.010;

    Início das aulas – 29 de março de 2.010.

    O cronograma foi aprovado em reunião do Conselho Univesitário do Instituto e normatiza a entrega da documentação bem como o processo de inscrição.

    Como deverão ser contratados centenas de professores para fazerem parte das bancas responsáveis pela validação dos estudos anteriores, a taxa de inscrição, estabelecida pelo IFPR para todos os candidatos, será no valor de R$ 50,00.

  95. MARIA APARECIDA G. FERREIRA Responder

    Eu moro em Campo Grande ,MS, e tenho dificuldades em acompanhar esse processo, o que devo fazer? Quero meu diploma, pois foi muito dificil eu estudar, preciso dele. Abraço Cidinha

  96. A INFORMAÇÃO QUE TENHO É QUE QUEM MORA FORA DO PARANA TERÁ QUE VIR AO PARANA E CONCLUIR ESSE CURSO, INFELIZMENTE

  97. pessoal,

    SAIU EDITAL NA IFPR, ENTRE NO SITE LOGO ABAIXO TEM UM LAPIS ALARANJADO DIZENDO:
    CURSO DE PEDAGOGIA- EAD, CLIQUEM EM CIMA
    BOA SORTE A TODOS

  98. Alguem pode me ajudar onde eu entro para fazer a inscrição o prazo esta se esgotando e eu ainda nao consegui encontrar

  99. O Instituto Federal do Paraná – IFPR comunica aos candidatos inscritos no processo de seleção do curso de Pedagogia, que o prazo para a divulgação dos resultados previsto para o dia 15/03/2010, conforme Edital 08/2009 fica prorrogado para o dia 18/05/2010 justificado pela exiguidade de tempo para a análise documental do grande número de candidatos.

    Isso é mais uma vergonha e as aulas vai começar qdo ? Não era agora no final de março?
    Palhaçada!!!!!

  100. ESTOU DESESPERADA FUI CHAMADA PARA TOMAR POSSE DO CONCURSO DO ESTADO DIA 06/04 E NÃO TENHO CERTIFICADO, O QUE POSSO FAZER? DIGAM ALGUMA COISA.

  101. Eli,leva a documentação que você tem,se indeferida,entre com mandado de segurança em se tratando de concurso duvido que você não assuma.Boa sorte!

  102. SILVANE, VOU TENTAR, MAS PRECISO ACERTAR EM UM BOM ADVOGADO E TORCER PARA UM JUIZ DAR O MANDATO.DIZ O ADVOGADO, QUE VAI ARGUMENTAR POR EU JÁ TER ASSUMIDO UM CONCURSO PELO ESTADO E COM ESSA FACULDADE,SÓ QUE ASSUMI COM O HISTÓRICO E NESSE CONCURSO, ESTÁ CLARO NO EDITAL QUE TEM QUE TER O CERTIFICADO RECONHECIDO PELO MEC. AGORA PARA DEMORAR MAIS AINDA,AS OUTRAS FACULDADES QUEREM DAR A COMPLEMENTAÇÃO PARA NÓS E A IFPR PEDIU PRAZO ATÉ 18/052010 PARA DAR O RESULTADO DO TESTE SELETIVO,ISSO É PROBLEMA, PRECISAMOS PEGAR ESSES CERTIFICADOS ANTES DAS ELEIÇÕES.E PARA MIM QUANTO MAIS DEMORAR PIOR SERÁ.

  103. oi eli, tenho uma amiga que está com o mesmo problema que você, ela não sabe o que fazer, mas todos que entraram com mandato de segurança até onde ela se informou ninguém perdeu o concurso, estão todos trabalhando.

  104. Vanessa, por favor,passe o e-mail dessa sua amiga, quero ver como foi o procedimento.OBRIGADA.

  105. parabéns, fomos enrolados de novo, sssssssssssssssoooooooooooooooooooooooooccccccccccccccccooooooooooooooooooooooooooorrrrrrrrrrrrrrrrrrroooooooooooooooooooooooooooooooo!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

  106. È fomos enrolada muitas vezes esse povo só vive arrumando disculpa. Temos é que ir na justiça.

  107. Essa liminar que saiu nesse mês, só para nós esperar mais. Sera que esse povo só pensa em esperar, já perdemos tempo demais queremos nosso Diploma. Estou desempregada como vou levar meu curricúlo com histórico, tenho vergonha pois a concorrencia é muita.

  108. o tempo vai passando , e como sempre nós professores mais uma vez estamos sendo prejudicados . pagamos pela formação e só queremos ter o direito de receber o nosso diploma.

  109. Aqui em Campo Largo, mais de 500 professoras
    com o mesmo problema. Já pensou nos alunos sem professores?

  110. OLá pessoal.
    HOUVE MUDANÇAS NOS PLANOS DO DIA 31/08/10.
    ASSIM QUE SOUBER A NOVA DATA DEIXAREI RECADO.

  111. NÃO QUEREMOS NADA DE NINGUÉM, O QUE QUEREMOS É NOSSO DIREITO DE RECEBER ESSE TÃO SONHADO DIPLOMA, POIS JÁ FOMOS MUITO PREJUDICADOS COM ISSO E QUANTO MAIS O TEMPO PASSA MAIS VAMOS PERDER, TENHO ATÉ O APROVEITAMENTO DA UCB E QUANDO VOU FAZER INSCRIÇÃO PARA PSS SOU INDEFERIDA.
    JÁ NÃO SEI MAIS O QUE FAZER POIS PAGUEI TODAS AS MENSALIDADES EM DIA, ENTREGUEI TODOS OS TRABALHOS, FIZ TODAS AS PROVAS E ATÉ AGORA NADA. POR FAVOR GOVERNANTES TERMINEM LOGO COM NOSSAS ANGÚSTIAS POIS ESTAMOS SENDO MOTIVO DE PIADAS.

  112. ´´E UMA VERGONHA …TUDO OQUE GASTAMOS,ESTUDAMOS,PERDEMOS TEMPO…E AGORA TUDO INVALIDO…PELA O AMOR DEUS JÁ QUE O REQUIAO Ñ FEZ NADA Q PELO MENOS BETO FAÇA…

  113. VAMOS POR NA TELEVISÃO!! NO FANTÁSTICO !! SÓ QUANDO VIRAR VERGONHA NACIONAL É QUE VÃO TOMAR PROVIDÊNCIA!!!

  114. Gostaria de informacao sobre a unicid, pelo que entendi, os cursos nao sao reconhecidos……. como esta essa situacao… hoje… segundo a UNICID esta td resolvido ja…… aguardo resposta…..

  115. Cleide Mara de Souza Pivatto Responder

    Eu morava em Pitanga eu já fiz o magisterio da distância do CND da pedagogia,da Faculdade Vizinhança Vale do Iguaçu- Vizivali-Dois Vizinho-Paraná,mas eu fiz o magisterio em Pitanga – PR onde eu já morei.Eu tenho aqui na minha mão o histórico escolar,eu estou precisando do Certidão de Conclusão do magisterio que eu estou precisando para representar na prefeitura aqui em Terra Boa-PR que eu estou morando aqui agora em Terra Boa – PR,eu já estou casada.
    Mas eu estou precisando da Certidão de Conclusão do magisterio para represntar na prefeitura que eu fiz o concurso da prefeitura de educação infantil para mim poder trabalhar que eu estou precisando.Por favor me manda o Certidão de Conclusão do magisterio que eu já fiz sem falta ok.Obrigada Cleide Mara de Souza Pivatto.

  116. Cleide Mara de Souza Pivatto Responder

    Pois é verdade cade o nosso Diploma que estamos prcisando,se vc Requião não vai liberar o nosso Diploma e depois é que vai dar problema vai que pagar muito caro.Por favor pode mandar o nosso Diploma para todos nós professores senão o bicho vai pegar.

Comente