Uncategorized

Requião e o primo Fernando Collor de Mello na TV Educativa

collorroospin230

Com o uso de dinheiro público e o empenho de Eduardo Requião, irmão do Duce, vai ao ar na próxima sexta-feira, às 19h45, uma entrevista com o senador e ex-presidente, Fernando Collor de Melo, na TV Educativa. Aliás, Requião de Mello e Silva é parente de Fernando Collor de Mello.

Eduardo gasta parte de seu vasto tempo livre no comando da Secretaria de Representação do Paraná em Brasília, buscando políticos interessados em participar da gravação semanal do programa “Falando Francamente”, da TV Educativa, que Requião toca como se fosse sua.

Com Collor não foi diferente. O programa foi idealizado por Eduardo Requião e gravado nos estúdios montados dentro da Secretaria, em Brasília, que ocupa dois andares do Edifício Central Brasil, no Setor Bancário Sul e possui cerca de vinte funcionários, sendo que sete deles são cargos de confiança, contratados sem concurso público. E ainda querem “falar francamente”?

22 Comentários

  1. Conegundes de Moura Reply

    O que será que esse caçador de maracujá tem a dizer que o povo do Paraná já não saiba? Tenha paciência.

  2. Correção, Fábio: o edifício fica no Setor Bancário NORTE – caso alguém queira visitar o segundo irmão…

  3. Cap. Nascimento Reply

    E o ministério público do Paraná, vai ficar calado, de novo? E o PT que cassou o collor ficará calado, de novo? E a rpc que só engana a Você, não divulgará nada em horário nobre?
    E a rede para bobo ver de televisão, não fará matéria nenhuma sobre mais este desperdício de dinheiro público?
    Ei reiquejão, sai fora cara, não te aguento mais.

  4. Agora consegui entender o saco rocho e os destemperos do Collor, é coisa de família.

  5. Coração Paranaense Reply

    a tuma do CQC tem de ir la tambem para verificar como que o “trabalho”.

  6. O Comedor de Mamona dando uma boquinha pro Caçador de Maracujá … Isso é indigestão de arrebentar os fundilhos !

  7. Por que chega de requião?
    Ontem na escolinha foi apresentado uma vergonha ao povo paranaense em relação a diminuição dos preços com a mini reforma dos impostos para arrecadar mais. Aquela apresentação da secretaria da fazenda é vergonha nacional, desmoraliza os técnicos e os demais funcinários. Milhões de cálculos para nada. Era só usar os preços levantados pelo Ipardes, que mostram um processo de crescimento de preços e inflação, desmoralizava o circo montado com a banda podre da Sefa. Se tivessem um pouco de vergonha não chegava onde chegou. Para mim chega.

  8. LITORAL DE OLHO Reply

    Brincadeira. Nem falo de Requi-reiqui, nem do Eduardo Psicoloucogo, mas da equipe da Educativa ? Tenha santa paciência. Ou será que esqueceram o que esse cassador de M… fez com o povo brasileiro ? Ainda bem que na minha casa não consigo sintonizar a TV da Família Mello.

  9. Carlos Eduardo Reply

    Assim como o Requião é parente do Fernando Collor, também é parente do Marco Aurélio de Mello, Ministro do STF.
    E daí?? Esse tipo de falácia é algo muito amador, Sr. Fábio.

  10. Porque so vê maldade em tudo que o governo faz . Este lado raivoso, o que tem por traz disto?

  11. queria te falar , na celepar tem 1000 funcionarios , mais de 500 pediram a conta depois do governo requiao , e ja recontrataram mais , e vao ter que abrir concurso de novo , so com requiao pode ter tanta gente pedidndo pra sair numa empresa publica , e o governo economizando os tal milhoes com informatica , mais ai é facil

  12. DANIEL FIÉL Reply

    ESTÃO A DISPOSIÇÃO DO ESCRITÓRIO DO PARANÁ, EM BRASIÍLIA, 04 FUNCIONÁRIAS COMISSIONADAS DO PORTO DE PARANAGUÁ, CUJOS SALÁRIOS SÃO PAGOS POR AQUELA ADMNISTRAÇÃO, E QUE RESIDEM EM PARANAGUÁ, PORTANTO, APESAR DOS SALÁRIOS, NATURALMENTE, EXISTEM O PAGAMENTO DAS PASSAGENS DA PONTE AÉREA “CURITIBA-BRASÍLIA-CURITIBA”, QUE O TRIBUNAL DE CONTAS TEM QUE “DAR CONTA”, E POR SER UM PORTO FEDERAL, QUE EVENTUALMENTE, ESTÁ “NAS MÃOS” DESSAS PESSOAS, E QUE DEVE SER INVESTIGADO PELA POLÍCIA FEDERAL, PARA AFASTAR ESSES “ADMINISTRADORES” DE PLANTÃO, POIS O ATUAL “SUPERINTENDENTE”, QUE É UM LEIGO EM MATÉRIA DE ADMNISTRAÇÃO PORTUÁRIA, POIS, SEGUNDO CONSTA, O MESMO É CONTADOR, E “DÁ AULA” NUM INSTITUTO EM PARANAGUÁ, SENDO, PORTANTO, UM LARANJA DO “EX-SUPERINTEDENTE”

  13. Agora explica o porque o nosso é chamado de Maria Louca, primo do Collor, só pode ser mal de família este distrubio mental que eles tem. Coisa de genética.

  14. PARA O Kultz Reply

    assunto sem sentido. Mas tem logica. O pai de Requiao era do Nordeste(Sergipe) e o Lindolfo Colllor (PAI) era das Alagoas. Mas isso pouco interressa pois a pratica politica de ambos difere muito. O Paraná é um estado conservador e tudo que está em conserva fede azedo alem de dar gases.

  15. Rafaela dos Anjos Reply

    Acho uma tremenda falta de respeito essa postagem.
    Conheço a Secretaria de Representação do Paraná em Brasília e vejo o trabalho dos funcionários, o empenho é mostrar para os paranaenses o que acontece em Brasília diretamente ligado ao Paraná.
    Com ABSOLUTA certeza, o trabalho é util, pelo menos para mim, que sou paranaense.

    Abraços.

  16. celso de oliveira Reply

    O senador Pedro Simon tem uma história política que orgulha todos os brasileiros.Não se pode dizer o mesmo do senador Collor.O Senado é uma representação da população brasileira e ali há gente de todos os tipos, pois já houve senadores defenestrados e outros que renunciaram para evitar a cassação certa.

    Eu, na condição de eleitor e cidadão, já engoli um presidente,digeri e depois o expeli.Se bem me lembro tive que acionar a descarga várias vezes.

Comente