Uncategorized

A troca de casais na política, segundo Eduardo Schneider

1_20080802145641Via Eduardo Schneider

Os partidos engalfinhados na sucessão no Paraná praticam uma dança em que os pares são constantemente trocados. O PT de Gleisi Hoffmann se afastou do PDT de Osmar Dias e foi rodopiar com o PMDB de Requião.

Em resposta o PSDB de Beto Richa voltou a dançar com o PDT de Osmar Dias. Será que esses rodopios e troca de casais vai ter alguma conseqüência ou é só mais uma figuração inconseqüente?

Ninguém sabe, mas é certo que ninguém do distinto público tem tempo, disposição ou interesse de acompanhar esses movimentos de alta complexidade e, geralmente, de escassas conseqüências. Só os políticos e os jornalistas especializados têm interesse em acompanhar toda essa movimentação que tanto frisson produz entre esses setores muito restritos.

6 Comentários

  1. esse tal de Eduardo Schneider que não se iluda achando que a audiencia silenciosa não está observando a movimentação.
    Maior tolice ainda é achar que o velho ditado: “Me diga com quem tu andas que te direi quem és” é de escassas conseqüências…
    é pela consideração pelo povo que o Beto é sucesso eleitoral!
    da mesma forma que a desconsideração do Osmar vai ser a causa do seu fracasso!

  2. Essa troca de casais, na maioria das vezes, não é apenas um swing voluntário, por apego a filosofia do prazer de todas as partes, pois mais se assemelha a prostituição, onde uma das partes cede ao prazer da outra por recompensa em dinheiro. Isso fica nítido nos episódios de compra de votos ou de apoio, muito bem utilizados por políticos espertalhões e negadas com veemência malufista, como fizeram FHC no episódio da sua reeleição, como faz o querido betoricha77@cofrepublico.curitiba.pr.gov.br, entre outros.

  3. A suruba partidária poderá terminar em gravides indesejável?
    Esse troca troca em muitos casos parecem mais jogo de cena e de palavras, pois água e azeite não se misturam! Será?

  4. Eu tenho pena desse tal de Eduardo Schneider. Um cara que, em vez da sua própria foto, se esconde atrás da imagem do príncipe Charles (feio que nem o raio), é de dar dó, cara. Que tal não é a figura?

Comente