Uncategorized

PMDB e PT não chegam
a nenhum acordo

pmdb pt1407

O resultado da tão anunciada reunião do PT com o PMDB pode ser condensado na frase do deputado estadual Stephanes Jr, do PMDB: “estou me sentindo embarrigado”.

Nada acertado entre os dois partidos, foi constituída uma comissão para organizar nova reunião marcada para janeiro do ano que vem. Ou seja, o papo esfriou.

A frase de Stephanes foi dita depois que os dirigentes do PT, incluída a presidente Gleisi Hoffmann, secretários e deputados, explicarem as razões que os impedem de apoiar já a candidatura de Orlando Pessuti, do PMDB, ao governo do Estado.

Após longas declarações de amor e reminiscências históricas de “estivemos juntos desde o inicio dos tempos”, tudo acabou naquilo que o deputado Stephanes Jr. resumiu com a frase: “o PMDB esta sendo embarrigado”.

Depois de vários discursos contra o neoliberalismo e o lernismo que unia a todos, quando a reunião chegou ao ponto das tratativas nada ficou definido. O PT, com a conversa de priorizar a candidatura de Dilma Rousssef à presidência, deixou claro que vai continuar conversando com todos os partidos da base aliada de Lula, incluindo o PDT do desafeto de Requião, senador Osmar Dias.

Nem mesmo uma proposta do PT para unir forças para a desconstrução da imagem do candidato tucano Beto Richa, do PSDB, em todo o Estado, vingou. Mesmo porque ali havia um grande número de adeptos de Richa e os peemedebistas queriam como contrapartida do PT o compromisso de se desconstruir a imagem do candidato pedetista Osmar Dias.

Para quem assistiu a reunião ficou uma sensação de salve-se quem puder. Os deputados de ambos os partidos querem mesmo é salvar seus mandatos. Projeto estadual fica para as calendas.

15 Comentários

  1. O Pessutão comeu uma tainha em Paranaguá com o Baka (que acende vela para todo santo que aparece) e agora ficou a ver navios.

  2. Do que falavam tanto Alexandre Curi, André Vargas, Geraldo Serathiuk e João Arruda no fundo do auditório enquanto os oradores discursavam????????

  3. Cidadão Paranaense Responder

    Acordo feito ontem na rede Band para que o governador não falte a entrevista do CQC no dia 30 de setembro. Lembramos que ontem a turma do CQC foram o Maximo chamando o Requião de mentiroso o que já sabíamos afinal o pedágio esta ai não acabou e nem baixou.

  4. O que Requião quer nesse inverno político que vive é o mandato de Senador e que tudo mais vá para o inferno.

  5. Janet Miloquaire Responder

    Quem colocou prazo foi o Fábio Campana. Duvido que algum partido feche alguma coisa este ano.

  6. Não é melhor o PT lançar candidato próprio no PR, e costurar aliança no segundo turno?

  7. Em encontros de negócios ou quando recebiam visitas importantes os antigos colocavam as crianças para “brincar lá fora”.
    Do lado de fora, tudo fantasia, esconde -esconde, etc.
    Entre os adultos as decisões reais, como a de Lula em fechar apoio ao Osmar no Paraná.

  8. Esta eu quero ver. O Requião pedindo pinico para o Beto e PSDB para ter apoio político. O seu projeto de Senado se depender do meu voto, pode esquercer, já era.
    Beto Governador e Fruet Senador, o resto é resto.

  9. o PT não tem UM NOME sequer para disputar eleição no PR por isso corre atrás de boquinhas.

  10. É muito cedo para selar acordos para 2010, agora é só especulação, vamos nos preocupar com o enchimento dos partidos buscando fortalecimento em nossas bases com possíveis nomes para as cadeiras estaduais e federais, isso até final de setembro e começo de outubro, prazo para fazer as trocas de partido e dai sim partimos para início de 2010 com posições mais um pouco acertadas para definição do pleito eleitoral. Vamos aguardar…!

  11. Gleisi é simpática Pessuti também é então Pessuti governador e Gleisi vice pois os dois são os políticos mais bem humorados e respeitam o povo.

Comente