Uncategorized

Requião não abre mão
da lei que desemprega vigilantes

Requião004

No dia 20 de maio, Requião encaminhou anteprojeto de lei à Assembléia que prevê a reintegração de policiais militares da reserva para atuar na proteção de sedes administrativas e patrimônios públicos.

Hoje, o serviço é prestado por cerca de sete mil vigilantes de empresas privadas que ficarão sem emprego. Requião não está nem aí. pelos seus cálculos, seis mil famílias de desempregados não mexem com o resultado da eleição para o Senado.

12 Comentários

  1. Para segurar esta besteira tem que descobrir se ele tem algum parente vigilante,porque daí ele protege a classe para salvar a família…..

  2. Votem nele. Afinal, os desempregados vão ter luz elétrica de graça, água grátis, leite para as criancinhas, extinção de iptu, roupa e só ir nas igrejas que ganham, dinheiro só pedir no semaforo e mais algum favorzito assistencialista por aí é só esperar. Afinal trabalho que é isso. Para que, o velho MDB de guerra deve revirar no túmulo.

  3. 6 mil aqui, 1mil ali, uns parentes noeados ali, um delazari acolá, umas leizinhas absurdas a mais ou a menos, somados a doaticos e outros do genero, sei não quando a ficha cair fai ser tarde de mais….

  4. Eleitor de Olho Responder

    Requião parece que passou a ser o maior agente do desemprego do Paraná, contradizendo seu próprio e “desgastado” discurso.

    Que belo presente aos “policiais militares da reserva”, hein ? Depois de anos de duro trabalho, ainda terão que voltar a trabalhar e ainda mais tirando o emprego e o sustento de pais/mas de família (vigilantes) !

    Antes de mandar esse projeto de lei para a ALEP, que causará o desemprego de pelo menos 7 mil vigilantes, omitiu-se de autorizar o repasse da verba de subvenção social (desde janeiro de 2009) para as creches/pré-escolas que funcionam no âmbito da administração pública do Paraná.

    Essa absurda e desumana OMISSÃO, gerará o fechamento de cinco creches/pré-escolas, o DESEMPREGO de aproximadamente 100 educadores/trabalhadores da educação, a extinção de 500 vagas em pré-escolas, além de deixar SEM escola cerca de 300 crianças, em pleno decorrer do ano.

    Esse é o governo com preocupação social do Sr. Requião ?

    Imagine se não tivesse esse tipo de preocupação, o que não faria ou seria, hein ?

  5. Policial Militar não quer trabalhar após a sua aposentadoria, queremos é um salário justo, pois hoje o salário do Policial Militar é um dos piores do Brasil, pasmem perdemos para os Estados de Sergipe, Alagoas, Goiais, Tocantins e muitos outros. Onde está o Estado rico que prega o atual Governo, sem contar que somos uma das menores polícias do Brasil.

  6. Ora, se os Senhores Deputados estao com medo que esta Lei, ao ser aprovada, cause desemprego aos vigilantes, que a modifiquem de modo que os policiais da reserva possam trabalhar apenas em serviço que seja atinente à Policia, mas por favor Senhores Deputados, nao privem os militares deste direito.

  7. sou vigilante ha 13 anos e como qualquer contribuinte pago meus impostos, e não quero ser prejudicado por uma lei que puramente politico vizando as proximas eleições.

  8. estou começando agora como vigilante,se opolicial já cumpriu sua missão porque desenpregar pessoas que estão na ativa tu parece que e burro pare e pense se coloque no nosso lugar.

Comente