Uncategorized

Transporte Coletivo é tema do Banda B Debate deste sábado

onibus

A licitação para a reforma e ampliação do Terminal do Cabral, em Curitiba, já foi feita e está definida a empresa que vai realizar as obras, que serão concluídas até dezembro. A garantia foi dada pelo presidente da Urbs, Marcos Isfer, e pela técnica da Comec, Letícia Fialla, hoje, durante a gravação do Programa Banda B Rádio Debate, ancorado pelo jornalista Adilson Arantes.

Durante o debate, Isfer e Fiala falaram sobre os benefícios da ampliação do terminal para a Região Metropolitana, de superlotação e sobre os custos do sistema.

Ouça um trecho do debate:


Ou clique aqui para baixar o arquivo em formato mp3.

O debate, com as participações deste blogueiro e de Aroldo Murá, vai ao ar pela Banda B neste sábado, às 12h30, e será reprisado no domingo, 14, à meia-noite. A Rádio Banda B AM de Curitiba é sintonizada na freqüência de 550 KHZ, ou pelo site da Rádio Banda B.

10 Comentários

  1. O moderlo der ônibus que temos está falido.
    Não funcionamais.
    O povo foge dos ônibus, apela a bicicleta, vai a pé, ou compra um carrinho financiado o que é fácil hoje Por isso diminui o número de passageiros, e daí eles diminuem o tamanho dos ônibus.

    É assalto, batedor de carteira, lotação super apertada.
    Esta jistória dar mais conforto é só teoria para enganar os bobos e continuar tudo como está, engordando o bolso dos empresários que financiam os vereadores.

    Ouvi o diretor daURBS falar para as firmas de curitiba funcionbar em horários diferentes. Ele é bobo, isto já acontece em hoiras suuficientes e lógica.

    Porque ele não marca horário de entrada da turma da URBS para as cinco da manhã. ? Porque é uma loucura, os funcionários naõ aceitam e nem a CLT. Esse diretor é bobo ?

    É conversa fiada dele, pois todos querem funcionar conforme é o dia, do nascer ao por do sol. Ou será que ele acha que uma firma vai trabalhar a partir das 11;oo horas ? Ou a partir das 2 horas da tarde para ir até as 11 da noite ?
    Os bandidos vão adorar. é uma proposta de bobo enrolador.

    Que vá se catar esse cara. Pare de enrolar.

  2. Não há muito que se discutir, o sistema de transporte público de Curitiba sempre foi exemplar, um ponto fora da curva no transporte público brasilerio onde as grandes cidades tem: transporte alternativos de vans irregulares, onibus alternativos caindo os pedaços, trens imundos, etc.. O problema é que o sistema ficou pequenso na tanta gente, logo precisamos de uma meio de transporte com maior capacidade, o metrô. O sistema não faliu, ou adoeceu, apenas não condiz com a demanda em horarios de maior fluxo. Quanto ao terminal do Cabral, os dados sobre ele indicam a necessidade de ampliação, pois fica claro que a ponte para os ligeirinhos não suporta o movimento…

  3. Acredito que se o metrô não sair do papel, vamos ter que revitalizar o sistema que está aí. O grande erro do atual prefeito é não pensar o sistema como um todo. Acredito que a Linha Verde poderia ser estentida até Fazenda Rio Grande e Colombo, com investimentos do governo federal ou do governo do estado. Fazer a ligação com São José através da Avenida das Torres, criando um expresso que ligue até o centro, como o Pinhais/Rui Barbosa e outro partindo do Aeroporto. Revitalizar os eixos Norte/Sul (Santa Cãndida/Capão Raso – Pinheirinho) e Leste/Oeste (Centenário/Campo Comprido – Pinhais/Rui Barbosa), desalinhando estações tubo e criando o Ligeirão, que pararia somente nos terminais e no centro. Colocar os ligeirinhos para circular nas canaletas em determinados pontos, o que desafogaria o trânsito. Reestruturar o sistema de ligeirinhos, colocando ônibus articulados em todas as linhas (como na Inter 2), nos horários de pico. Por fim, reconstruir todos os terminais da cidade, que são precários. O melhor modelo de terminal é o do Pinheirinho, que ficou muito bom, mas claro, fazer a manutenção e limpeza, que são outras coisas péssimas do sistema.

  4. O grande erro do sistema é colocar na mesma estação tubo vários ligeirinhos. É óbvio que vai virar uma zona. No Cabral, temos os ligeirinhos Inter 2 (o mais movimentado do sistema), Santa Cândida/Pinheirinho, Cabral/Tamandaré, Colombo/CIC, e Guaraituba/Cabral. É um exagero para o tamanho desse terminal. Temos tubos que com 3 ligeirinhos. Isso o horário de pico é um inferno. Vamos ver o que vão fazer pra melhorar.

  5. Eu estive em são josé dos pinhais fui até o termial, e fiquei surpreso,pois o inter dois ao chegar lá em um tubo só desce o pessoal, e logo na frente no outro tubo só sobe,,,,,que sonho de consumo,,,,sem atropelos sem desespero,,,,,,,uma maravilha,,,talvez no futuro um projeto parecido com esse para curitiba???????/

  6. SANDRO.

    Parabéns. . Reconhece que;

    -O sistema ficou pequeno para tanta gente;
    -Precisamos de um meio de transporte de maior capacidade o, metrô;
    -O sistema não condiz com a demanda em horários de maior fluxo
    -Ampliação do terminal do Cabral, com mais estação tubo;
    (A praça foi para as cucuias – sumiu ).

    Estes problemas que voce aponta, TODOS OS USUÁRIOS de ônibus sabem. Menos o Jaimle Lerner.

    Não é novidade nenhuma.

    Estes, indicam QUE FALTA ESPAÇO, RUAS, E MAIS PRAÇAS PARA SEREM OCUPADAS POR TERMINAIS, E PARA CIRCULAÇÃO DE MAIS ÔNIBUS NAS HORAS DE PICO.

    DESAPROPRIAR CASAS E PRÉDIOS PARA SE ABRIR MAIS RUAS E MAIS PRAÇAS PARA TERMINAIS ?

    TOTALMENTE INVIÁVEL.

    A ÚNICA SOLUÇÃO É O METRÔ NO MODELO QUE O IPPUC JÁ PROJETOU E DEVE CONSTRUIR, SE O JAIME LERNER, E O SIDICANTO DAS EMPRESAS DE ÔNIBUS PERMITIREM, O QUAL CORRERÁ ABAIXO DAS VIAS EXPRESSAS, COM AS VANTAGENS:

    -SEM DESAPROPRIAÇÕES. MENOR CUSTO DE CONSTRUÇÃO.

    -SEM POLUIR (É ELÉTRICO), É AMBIENTALMENTE CORRETO, ASSUNTO QUE O LERNER ESCONDE.
    OS ÔNIBUS DO SISTEMA DELE SÃO POLUIDORES, MESMO NESTA FASE DO BIODIESEL..

    -SEM ENCONTROS E PARADAS EM SEMAFAROS, POIS LÁ EMBAIXO DO SOLO, DAS VIAS EXPRESSAS, NÃO TEM ESQUINAS, NÉ?

    -COM GRANDE DIMINUIÇÃO DE TEMPO DE LIGAÇÃO DO BAIRRO ATÉ O CENTRO. MENOR TEMPO DE DESLOCAMENTO DO TRABALHO PARA CASA.

    -COM ALTA CAPACIDADE DE TRANSPORTE.
    SEGUNDO DADOS, DARÁ O DOBRO DO TRANSPORTADO HOJE PELOS TRIARTICULADOS NA LINHA NORTE SUL.

    -QUEBRA DO MONOPÓLIO DAS EMPRESAS DE ÔNIBUS. TRES OU QUATRO FAMÍLIAS DOMINAM MAIS DE 50% DO SISTEMA QUE FATURA MAIS DE R$ 2 MILHÕES POR DIA., QUERBRA DAS IMPLICAÇÕES POLÍTICAS CONHECIDAS, OU PELO MENOS DIMINUIÇAO.

    – O ATUAL SISTEMA DE ÔNIBUS, SERÁ UM BOM AUXILIAR DAS LINHAS DO METRÔ, QUE A LONGO PRAZO DEVERÃO ESTAR CORRENDO EMBAIXO DE TODAS AS VIAS EXPRESSAS DE CURITIBA, LIGANDO A CIDADE EM TODOS OS SENTIDOS, O QUE ACABARÁ DE VEZ COM OS ENGARRAFAMENTOS DO TRÂNSITO DE CURITIBA.

    -DE RESTO, PARABÉNS AO AUGUSTO CANTO NETO, BATALHADOR PELO PROJETO DO METRÔ, E MESMO QUANDO O BETO ATENDEU UM “PEDIDO ESPECIAL” QUANDO LHE TIRARAM O COMANDO DO IPPUC

    AO RODRIGO.

    ESTA ANÁLISE É PARA VOCE TAMBÉM. ESPERO QUE A LEIA.

  7. O projeto do Ippuc é muito bom. Porém, vai ter grana e vai dar tempo de terminar até a Copa?? Estas são as condições que estão colocando. Se o metrô não sair o sistema atual terá que ser revitalizado, pois da forma que está não pode ficar. Acredito que ainda dê para garantir mais uns 5 ou 10 anos com esse modelo, mas o metrô está se tornando indispensável para Curitiba.

  8. È um absurdo a fortuna que estes empresários ganham oferecendo um serviço ridículo e ultrapassado a uma classe social tão sofrida e abandonada.

Comente