Uncategorized

Com medo da gripe, Câmara de Curitiba
altera horário

A partir de amanhã, até o dia 30 de agosto, as sessões da Câmara de Curitiba serão realizadas das 14h30 às 17 horas. A medida seria uma forma de evitar que servidores e assessores parlamentares utilizem o transporte público nas horas de pico.

Nestes dias, o expediente interno da instituição ficará restrito ao período da tarde. Os vereadores também receberam a recomendação de realizar os atendimentos nas comunidades em que trabalham, ao invés de receber pessoas no prédio da Câmara.

8 Comentários

  1. Ricardo Verucci Reply

    Medo da gripe suína????? Até agora não entendi, porque o plenário está sempre vazio, então não há risco de contaminação!!!!!!
    Parem de arranjar desculpas esfarrapadas e vão TRABALHAR(se é que alguém sabe o significado desta palavra).

  2. Fábio
    A Tarde NÃO existe virus da Gripe Suína? Só pela manhã?
    Traduzindo é isso que eles querem dizer?
    Esse caras não querem é acordar cedo!
    Fala sério!
    Essa é a bancada do Prefeito? Não trabalha pela manhã?
    O Povo sim pode pegar ônibus às 06 da matina e ralar de trabalhar?
    Isso é uma tramenda Piada!

  3. Thiago Medeiros Reply

    HAHAHA, COMO EU TENHO DITO, ESTE VIRUS GOSTA APENAS DE ESCOLAS E REPARTIÇÕES PÚBLICAS. É BRINCADEIRA VIU, O QUE NAO INVENTAM PRA DEIXAR DE TRABALHAR.

  4. Conversando com um conhecido que trabalha nesta casa de espetaculos chamada Camara Municipal, ele relatou assim, Cara a gente chega atrasado, perde mais um tempo pro cafe, mais um tempo pro cigarro, mais um tempo pra se acostumar na sala e quando ve acabou o dia e vamos embora mais cedo pra tomar uma gelada no estação…… quer dizer que o Estação esta livre de gripe. E o POVO que paga esse bandão……. Essa base do Senhor BadBoy Beto ta se superando….. Fechem aquela espelunca que chamam de casa, e abram um abrigo pra menores de rua, ou um presidio pros maloqueiros que ficam fazendo arrastão ai do lado no Estação………

  5. Olhos Abertos Reply

    Mais uma desculpa para não fazer nada… espero que os demais Curitibanos também não tenham que pegar onibus no horário de pico…

  6. Caro Thiago Medeiros pode até falar dos vereadores, mais dos professores tenha mais respeito. Pois sou professor e também casado com professora que inclusive está no grupo de risco, está grávida. Como iremos trabalhar tranquilos sabendo que as políticas de saúde são falhas e que a divulgação de vítimas desta gripe é mascarada. Vai dar aula em uma sala onde tem 40 crianças e uns 06 de máscara, e depois tú fica sabendo que desses 06, 02 estavam com gripe. Como dar aula desse jeito.

Comente