Uncategorized

Requião volta a defender José Sarney

GutoCassianoSarney2
Ilustração de Guto Cassiano

O governador Requião não vê motivos para que José Sarney renuncie à presidência do Senado. Diz ele que os problemas da Casa são antigos e não podem ser todos atribuídos ao presidente atual.

Quanto às representações no Conselho de Ética contra Sarney, Requião diz que há muita hipocrisia. E lembra que todos têm parentes nomeados, o que em seu entender não é pecado.

Sem esquecer que Requião, quando senador, foi beneficiário de dois atos secretos de Agaciel Maia.

23 Comentários

  1. Logico que Requião esta do lado do Sarney, pois afinal o Nepotismo e apreciado por ambos, e fazem parte da mesma curiola (Sarney, Requião, Renan Calheiros, Collor de Mello (primo) e cia de bandidos sem escrupulos).

  2. O Requião está certo. Errado esta o Vanhoni elogiando o Requião na TV do desposta, e ai pede que o Mamona nomeie seu irmão. Este petista deve ter experimentado umas mamonas do Napoleão do Canguiri

  3. Março aurélio Responder

    O Maurício Requião apostava TUDO na articulação do Sarney no STF para voltar ao TCE. Parece que o Sarney tá com outras prioridades, né?

  4. A decisão do Supremo Tribunal Federal (STF) de impedir a publicação pelo jornal de notícias a partir do vazamento de informações sigilosas sobre um processo, é uma sentença histórica, porque pode por um fim aos abusos da imprensa ao estabelecer que também ela deve obedecer a limites da lei e está sujeita ao cumprimento das mesmas.

  5. E aqui pelo Paraná não e muito diferente, seus parentes sempres são nomeados, só não entendo COMO NÃO FOI REALIZADA NOVA ELEIÇÃO PARA CONSELHEIRO DO TRIBUNAL DE CONTAS ATÉ QUANDO TEM LEGALIDADE ALGUÉM RESPONDER PELO CARGO, JÁ QUE O MANO FOI CASSADO PELO STF, em londrina o Belinati foi impossibilitado de assumir e ova eleição foi realizada, CAMPANA VC DEVERIA COMEÇAR UMA CAMPANHA PARA QUE FOSSE REALIZADA NOVA ELEIÇÃO PARA O TC NA VAGA EM ABERTO. OBRIGADO

  6. A questão do senado é apenas conveniencia politica, nada mais do que isto. Ninguem esta preocupado com moralidade, com etica, com honestidade, se assim fosse o caminho seria outro.TODOS eles tem culpa no cartoria, a começar pelo lider do psdb, Arthur Virgilio, malandro de primeira grandezam, com funcionario fantasma em Paris, despesas da mamãe pagas pelo senado, despesas do cartão de credito pagas pelo senado e por ai vai. Logo ninguem está preocupado com corrupção, É somente conveniencia politica, derrubar Sarney é parte do projeto Ze Cerra pra enfraquecer a Dilma. Bobo é quem engole difedrente.

  7. PEDRO ANTONIO CONVECCI Responder

    Pede para o Requião se inspirar naquele que ele julga insignificante vejam a nota dos jornais brasileiros:
    BANCADA DO PT NO SENADO
    ADERE AO “FORA SARNEY!”

    O senador Flávio Arns (PT-PR) afirmou ontem (3) que a bancada do PT no Senado defende a saída do presidente da Casa, José Sarney (PMDB-AP), do cargo. Arns saiu em defesa do líder do PT, Aloisio Mercadante (SP), que foi criticado pelo Ministro José Mucio Monteiro (PTB-PE)) por divulgar nota em que reafirmava a postura dos petistas a favor do licenciamento de Sarney, diferentemente da postura do presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva.
    “Quero afirmar que a posição da bancada de senadores dos PT no Senado não admite qualquer tipo de dúvida. Para evitar qualquer tipo de dúvida optamos por divulgar uma nota por escrito”, disse Flávio Arns (foto), criticando o ministro de Relações Institucionais, José Múcio, que tentou minimizar a nota divulgada por Mercadante, afirmando que ela não representava a posição da bancada petista no Senado.
    “Nesse sentido, quando Lula se reuniu com os senadores do PT para discutir a situação do presidente do Senado, ficou claro que a nossa posição era completamente diferente da posição do senhor presidente da República. O nosso líder foi fiel ao sentimento da bancada”, ressaltou Arns.

  8. PEDRO ANTONIO CONVECCI Responder

    Senadores reagem à declaração Collor para que Simon “engula” suas palavras
    Publicidade
    GABRIELA GUERREIRO
    da Folha Online, em Brasília

    Senadores da oposição saíram em defesa do senador Pedro Simon (PMDB-RS) nesta segunda-feira depois que o peemedebista trocou ofensas no plenário da Casa com os senadores Renan Calheiros (PMDB-AL) e Fernando Collor de Mello (PTB-AL) –que chegou a pedir para Simon “engolir” suas palavras. Há mais de uma hora, Renan e Simon discutem de forma acalorada no plenário depois que Simon defendeu o afastamento do presidente do Senado, José Sarney (PMDB-AP).

    Collor, Renan Calheiros e Pedro Simon batem boca no Senado

    Coube à oposição e ao senador Jarbas Vasconcelos (PMDB-PE) a defesa pública de Simon. A maioria dos governistas optou pelo silêncio, com exceção dos senadores Cristovam Buarque (PDT-DF), Renato Casagrande (PSB-ES), Flavio Arns (PT-PR) e Eduardo Suplicy (PT-SP).

  9. JoséAIRTON deAMORIM Responder

    Senhoras e Senhores,

    Não será com hipocrisia que iremos resolver os problemas crônicos que levaram 500 anos para se enraizar na república federativa brasileira. Será reconhecendo que estamos num mar de lama e que contribuímos, todos nós, para esse caos reinante.
    Carecemos de homens públicos, que mesmo metidos nesse cipoal, tenham discernimento e sejam capazes gestar um grande em bases factíveis, com a ajuda dos três poderes, algo que possamos participar.
    Não será tarefa fácil, talvez hercúlea, mas não podemos nos furtar de buscar sua efetivação.

  10. JoséAIRTON deAMORIM Responder

    Senhoras e Senhores,

    Não será com hipocrisia que iremos resolver os problemas crônicos que levaram 500 anos para se enraizar na república federativa brasileira. Será reconhecendo que estamos num mar de lama e que contribuímos, todos nós, para esse caos reinante.
    Carecemos de homens públicos, que mesmo metidos nesse cipoal, tenham discernimento e sejam capazes de gestar um grande acordo, em bases factíveis, conjuntamento com os três poderes, algo que possamos participar. Carecemos por serem poucos, mas os temos.
    Não será tarefa fácil, talvez hercúlea, mas não podemos nos furtar de buscar sua efetivação.

  11. Só há um remédio eficaz para acabar com a bandalheira e eliminar os agentes nocivos à saúde das instituições brasileiras.
    O remédio é gratuito. O princípio ativo é o isomoral. É genérico. Chama-se VOTO.

  12. É muito grande diferença de postura entre uma pessoa que deseja conquistar futuras posições de destaque e o que faz um cidadão em fim de linha, sem perspectiva. A diferença está no largo espaço que separa a visão positiva, convertida em propostas de interesse público e a defesa mesquinha e egoista da vantagem pessoal.

  13. Tudo da mesma txurma, Collor , Requião, Sarney, Renan , Anibelli, Nereu Moura, NEPOTISMO que não tem vergonha na cara .

  14. CAÇADOR DE PETISTAS Responder

    O ditador Lula Manda, Fica Sarney!

    A septicemia do Senado e os novos tiradentes.

    Se Dom Pedro ficou, porque Sarney não ficará! O outro foi nosso imperador, mas esse é dono do mar e do Maranhão! O mar é de corrupção e custa os nossos olhos da cara e talvez o outro olho também!

    Fica Sarney! O Lula quer, não deseja a vitória da oposição no tapetão, nesse simulacro de democracia em que vivemos, e a Dilma também precisa do homem, para se sustentar na sucessão de 2010.

    Nesse país, com síndromes de vice, história afora, o Alencar não vai lá das pernas e o Temer Lulia, presidente da Câmara (é esse mesmo o nome dele), é candidato a vice de qualquer um que vier (e quiser). Então sobra o Sarney para sentar na cadeira presidencial, em 2010, quando o Lula estiver fora do país, o que constitui regra e não exceção.

    De repente o nosso novo imperador ameaça renúncia e encalacra o PT. Ficam todos nervosos e a crise do Senado fica menor. Aliás, o Senado podre e quase morto está fazendo injustiça aos ex-diretores Agaciel Maia (Diretoria-Geral) e João Carlos Zoghbi (Recursos Humanos), dos quais parece terem partido as ordens para que determinados atos administrativos não fossem publicados para esconder seu conteúdo.

    Tirando os seus da reta, os senadores querem a cabeça dos dois diretores para resolver para sempre quinze anos de corrupção e desmandos descobertos e que denigrem a imagem da Casa. Desvios, excesso de pessoal, viagens, parentela nos cargos, amantes e assessores fantasmas, créditos consignados superfaturados, verbas indenizatórias e horas-extras indevidas – enfim, uma pletora de corrupção que querem creditar apenas aos dois personagens, numa espécie de Inconfidência de Brasília. Querem, sem precisar do auxílio de uma Dona Maria, a Louca, salgar os cadáveres dos dois burocratas e colocar os despojos ao longo da avenida W3 para todos verem…

    Ora, senhores, a essa altura esse expediente não mais adianta, a malandragem não pega, como antibiótico de 3ª geração num corpo desvalido, apodrecido e em septicemia generalizada. Os senadores, com medo inclusive da próxima renovação da Casa em 2/3, queriam culpar os dois senhores e livrar a própria cara, naquela antiga tramóia de falar em falta de atenção ou omissão e, imediatamente após, desculpar todos os parlamentares de responsabilidade por qualquer malfeito. Como se os dois diretores, sem mandato, pudessem armar todos os esquemas sozinhos, sem ajuda de ninguém! Isso é soberanamente impossível e todos sabem…

    Ocorre que os dois tiradentes não se cansam de municiar a imprensa e a Internet com denúncias homeopáticas, que provocam “suítes” todo dia e obrigam os senhores idosos e sofridos da Casa a acusarem aborrecimento, fadiga e até indignação. O resultado pode ser desastroso para os dois ex-diretores, porque são arquivos vivos e isso lembra o velho ditado da máfia napolitana: “só gente viva traz encrencas…”. Por conseguinte, é preciso que se acautelem os novos tiradentes, porque além de escalpelados e enforcados, poderão ser vítimas de bela queima de arquivo…

    Porém, a crise é do Senado, não do Sarney! Ele é e não é presidente do Senado, é e não é cúmplice numa série de malfeitos, é e não é amigo do Agaciel, como também é e não é apoiador do governo Lula. Já avisou, todavia, que se tiver que sair, vai implodir a sucessão, com todos os agravos para o chefe do poder Executivo.

    Tirar licença, isso é coisa de maricas para um nordestino! Ele sabe que, no caso, os abutres que o cercam iriam promover a festa e o PT não deseja que a oposição finalmente se locuplete. Na zona geral em que se tornou o bordel do Agaciel, cada um quer fugir da parcela de culpa que lhe cabe nas monstruosidades ali havidas, sob o cândido olhar de Rui Barbosa…

    Os senadores estão encrencados como nunca, porque não se cancelam desmandos de quinze anos em um dia, um mês, nem em três meses. Existe uma máquina de corrupção montada e que precisa ser desativada, como bomba de filme de Hollywood…
    Se os diretores, porém, abrirem a boca explodirá tudo, porque não há sustentação moral para uma instituição que se desmoraliza dia a dia e perdeu completamente a legitimidade diante dos olhos atônitos do povo.

    Para os que não suportam esse governo, desde já é interessante e comovente o encontro de Sarney com Lula, os gigantescos aliados e xerifes desse mar de corrupção em que se transformou o país. Um necessita do outro substancialmente e as figurinhas a ser trocadas por eles lançam luz sobre o nosso futuro. Sem dúvida, esse é deveras um emocionante encontro republicano…
    Sarney movimenta-se num jogo de xadrez muito difícil, em que vivo continuará se defendendo, mas deverá sacrificar pelo caminho uma série de “amizades”. Morto, será mais perigoso do que nunca, porque poderá haver um racha definitivo do PMDB, que porá em risco a tal “governabilidade”, que é o pretexto para todas as licenças e todos os pecados…

    O dono do mar de corrupção, dono do Maranhão, chancela coronel e cinicamente nosso futuro, criando um fato político: ao ficar demonstra que o presidente é seu refém e ele, o fiador da República!

    Vê-se, pois, que a crise do Senado é bem menor que a majestade do que está em jogo. Da conversa entre os dois presidentes surgirá a pista sobre a viabilidade de futuros candidatos e da continuidade do extraordinário governo que aí está.

    Quanto ao Senado, finalmente, basta fixar no poste os dois tiradentes e os senadores acham que saem incólumes de mais uma… Eles querem – como denunciava o velho Benedito Valladares – fabricar tiradentes com o pescoço dos outros!

    Pensem comigo, a luta monstruosa e insana de Lula e do PT para a manutenção do coronel do Maranhão na presidência do Senado mostra o quanto existe de dependência das pretensões de Lula e Dilma para o Planalto em 2010. Na minha vida eu nunca ví um presidente lutar tanto para a manutenção de um político que está todo sujo nos fatos que aparecem todos os dias no Senado.
    Sarney reuniu-se ontem com o PT e disse: “Ou me apoiam ou esqueçam 2010″, claro que “os Cardeais” do PT se borraram e voltaram atrás apoiando Sarney.

    Mas pensem bem: Isso é perfeito. Sarney na linha de fogo será atacado diariamente, novas denúncias aparecerão e isso fragilizará bastante o futuro da Dilma, esse será um peso grande, no qual a oposição deverá, se for inteligente, amarrar fortemente a imagem de Sarney à de Lula e de Dilma.

    Fica Sarney! tem muita sujeira debaixo do tapete.

  15. Lobo não come lobo, disse o velho imperador…. Mello e Silva (que também tem DNA de coroné – mais p’ra tenente -, do nordeste), Sarney, Renan, Collor e outros são todos exemplares do mandonismo roceiro e jeca que simboliza o cangaço nacional… agem com os mesmos métodos, perseguindo os inimigos e empregando os amigos… uns se intitulam democratas, outros bolivarianos, outros apenas coronéis, mas, são farinha do mesmo saco… é a roça nacional e seus caipiras demagogos…

  16. Eleitor Reivindica Responder

    FORA SARNEY…REFORMA AMPLA, GERAL E IRRESTRITA DO SENADO DA REPÚBLICA !

    FIM DA REELEIÇÃO POR MAIS DE DUAS VÊZES SUCESSIVAS PARA:

    VEREADORES, DEPUTADOS ESTADUAIS, FEDERAIS, SENADORES, GOVERNADORES E PRESIDENTE .

    IMPLANTAÇÃO DO CONTROLE EXTERNO DO SENADO, CÂMARA DE DEPUTADOS E PARLAMENTOS ESTADUAIS (ASSEMBLÉIA LEGISLATIVAS E CÂMARA DE VEREADORES !

    TETO SALARIAL PARA OS PARLAMENTARES DE TODAS AS INSTÂNCIAS E ESFERAS DO PAIS, APROVADO ATRAVÉS DE PLEBISCITO NACIONAL.

    DESVINCULAÇÃO DOS SALÁRIOS DE DEPUTADOS ESTADUAIS E VEREADORES DOS SALÁRIOS DOS PARLAMENTARES FEDERAIS.

    FIM DA REMUNERAÇÃO DOS VEREADORES PARA CIDADES COM POPULAÇÃO ABAIXO DE 150 MIL ELEITORES !

    FIM DO FORO PRIVILEGIADO PARA PARLAMENTARES DE TODAS AS INSTÂNCIAS E ESFERAS !

    CRIAÇÃO DE MECANISMOS DE PARTICIPAÇÃO DIRETA DOS CIDADÃOS NAS ADMINISTRAÇÃO DAS CIDADES, como complemento à ação da Câmara de Vereadores.

    LIMITE DE GASTOS EM CAMPANHAS ELEITORAIS, ESTABELECENDO-SE UM TETO, DE FORMA QUE ESTABELEÇA-SE A CONDIÇÃO DE IGUALDADE ENTRE OS VÁRIOS CANDIDATOS E PARTIDOS.

    dentre outros …

  17. Que é isso companheira Profa. Carmem…
    Precisa ser informar melhor para emitir uma opinião…
    “First of all” (posso assim falar pois foi cassada a liminar em relação aos estrangeirismos) a decisão não foi do STF (que, diga-se de passagem tem várias decisões orientando justamente o contrário!!) e sim do Tribunal de Justiça do DF. Ou seja, é ainda um instância inicial. Estou convicto que a decisão, tomada monocráticamente pelo desembargador, será reformada pelo próprio Tribunal para que a afronta à Constituição não siga em frente. E se isso ainda assim prosperar nesta instância, irá cair nas demais, colocando aquele Tribunal como um afrontador da Lei Maior do Brasil.
    O próprio desembargador devia se considerar suspeito para decidir sobre o assunto, dada a proximidade de amizade com uma das partes (que é pública e notória).
    Por fim, quem vazou a notícia não foi o jornal e sim quem deveria zelar pelo seu sigilo. Assim que se busque e puna aquele que operou o malfeito.
    Simples assim…

  18. O REQUIÃO TEM ORÍGENS GENÉTICAS NA FAMÍLIA DOS MELO E SILVA DO NORDESTE.

    EM NADA DIFERENCIA DESTE TANSO DO ARNEY, A NÃO SER NO BIGODE.

    DE RESTO SÃO METIDOS A CORONÉIS QUE PROTEGEM SEUS FAMILIARES COM UNHAS, DENTES E NA VORAZ LÍNGUA, E AMBOS SÃO NEPOTISTAS DE CARTEIRINHA.

    SÓ TINHA QUE DEFENDER ESTE PULHA DO SARNEY.

  19. Temos que tirar os demonios do senado. Irmãos evangélicos, o Requião já falou que faz acordo com a demonio para ficar no poder. Deus nos livre desses representantes dos infernos Requião, Sarney, Collor e Renan Calheiros.

  20. Vigilante do Portão Responder

    Não se pode negar que o Requião está se contradizendo, apoia o Sarney, mesmo sabendo que ele representa tudo o que o ilustre governador diz combater, vejamos:
    Sarney é um grande latifundiário;
    Ele e a família são pderosos capitalistas (neoliberais);
    A tal liminar, solicitada ao Desmbargador amigo – por lei impedido de dar a sentença – determina a censura ao jornal Estadão, enquanto o Requião esperneia quando o TRF baliza a atuação da TV Educativa;
    O Neto do Sarney tinha uma corretora que agenciava seguros para os funcionários do Senado, nosso governador não vê anormalidade, entretanto, no caso do filho do Klaus, que também tem uma corretora que agencia seguros para o pessoal da prefeitura, bem, isso é crime…
    Imaginem se o Beto tivesse feito algumas nomeções sem obedecer o princípio da Publicidade? Seria caso de colocar o capachão do Delazari para fazer uma severa investigação.

Comente