Uncategorized

ALL realiza campanha contra o surf ferroviário

Surfista de trem-2
Paraná Online
Desde a última semana, equipes da América Latina Logística (ALL) estão nos bairros de Curitiba e região metropolitana para distribuir folders da campanha de conscientização para coibir a prática do surf ferroviário.

Com o tema “Surfista de trem leva caldo da vida”, a ação visa a reduzir o risco de acidentes. Esta semana a campanha se concentra nos bairros Terra Santa e Vila Osternack.
Na próxima, segue para os municípios de Pinhais e Piraquara. Desde 2006, a América Latina Logística (ALL) contabiliza seis mortes de “surfistas de trem” no Paraná.

7 Comentários

  1. Sugiro qua a ALL faça instalação de fio com cerol, arame farpado, cerca elétrica, cerca ouriço ou qualquer outra coisa do genero no trajeto dos trens, é só assim pra inibir esses vandalos.

  2. rodrigo lunardon Responder

    Além do surf no trem, tem gente surfando os ônibus biarticulados da linha Pinhais-Rui Barbosa. Já vi mais de uma vez “gênios da raça” em cima do ônibus. Só não caíram porque vaso ruim não quebra…

  3. Quem deixa esses Meliantes subirem no trem?

    Está tudo sem controle. Onde isso Vai parar.

    E se esses loucos fazem isso, deixem que morram, quando virar “epidemia” param.

  4. TOMARA QUE CAIA Responder

    MORO NA AV. PARANA E JA VI ALGUNS VANDALOS COM CERTEZA DROGADOS SURFANDO NO BIARTICULADO, OLHANDO LÁ DE CIMA FIZ UMA TORCIDA PARA O MERDA CAIR DE LÁ E IR PARA A COVA, POIS SE CAIR E NAO MORRER FICARÁ DANDO PREJUIZO A SOCIEDADE, NAO SOU RADICAL, MAS SOU CONTRA TODO O TIPO DE VANDALISMO, MEU PREDIO ESTÁ TODO PIXADO, NAO SEI COMO SOBEM PARA PIXAR O 14º ANDAR, QUANDO EU PEGAR EU DERRUBAREI DEIXE A MAE DELES QUE CHOREM.

  5. Vândalos são pessoas que depredam o patrimônio público. Ao que parece, esses surfistas estão apenas colocando suas vidas numa roleta.
    Deixem que se matem. E localizem seus país e processem na forma da lei, se algum dano ocorrer ao patrimônio da ALL.
    Ao menos o meu filho não está lá, está no curso de informática e no colégio.

  6. Ao companheiro (a) TOMARA QUE CAIA.
    Falando em pixação aqui no nosso condôminio organizamos uma tocáia e pegamos um dos elementos, concluimos que entregar a polícia não iria adiantar em nada, isso sem contar com o desgaste que iriamos ter. Então a solução foi despir totalmente o elemento, amarrar num poste da rua e escrever “AQUI JAZ UM PIXADOR”, foi polêmico, porém, esse nunca mais apareceu por aqui.

  7. AO AMIGO EXODO 21:24,
    GOSTEI DA IDÉIA MAS NESTE PREDIO QUE EU MORO SOMOS O CASAL MAIS NOVO 41 E 42, VC ACREDITA QUE SÃO PESSOAS IDOSAS ACIMA DE 60 ANOS É MOLE, ENTÃO EU NAO POSSO TOMAR ESSA ATITUDE, ATÉ DESCOBRI QUE UM PIXADOR É NETO DE UM CONDOMINO, QUE MERDA PRA MIM NÉ, PAGUEI 200 MIL DO APARTAMENTO E AGORA TENHO QUE AGUENTAR ESTAS COISAS, MORO NO ULTIMO ANDAR E SE EU PEGAR EU DERRUBO, AZAR DELES. EM TEMPO: AMAMOS MORAR LÁ, POIS É QUASE UM HOSPITAL HEHEHEHE

Comente