Uncategorized

Requião anuncia corte de R$ 1 bi até o final do ano

normal_DSC_2458

Os últimos meses de Requião no governo serão de vacas magras. Quem anunciou foi o próprio Requião, há pouco, na escolinha.

Culpa de quem? Ora, pois, do governo federal, que reduziu os repasses da arrecadação compartilhada. O valor da redução alcança R$ 1 bilhão, o que não é de somenos.

O secretário da Fazenda, Heron Arzua, pintou um quadro desolador da situação. Anuncia cortes na carne. Propõe economia até no cafezinho. Viagens, turismo institucional, mordomias e outras benesses serão cortados nos escalões inferiores.

A arrecadação dos municípios cresceu 17%, garante o secretário do Planejamento, Ênio Verri. Mas a crise comeu parte do repasse aguardado pelo Estado. O orçamento bruto é de 23,6 bilhões. O líquido, 15,3 bilhões. O corte mínimo é de R$ 1 bilhão. Segundo Verri, a solução será alongar os prazos de entrega de obras.

As obras de construção e recuperação de estradas será revisto. Obras consideradas supérfluas, como a reforma e restauração do Palácio Iguaçu serão canceladas.

15 Comentários

  1. Puts, coitado do nosso sudoeste. Agora nem a esperança mais de q vão resolve os problemas nas nossas vias.

    A 280 tá virado em buraco de m², entre Palmas e clevelandia é melhor ir pelo acostamento que pela via. Ontem morreram cinco numa batida de frente. quem entra no site do diariodosudoeste ve a foto do local, e os vários buracos da via.

    O resto da regiao praticamente nem sabe mais o que e asfalto, a exceção de um pequeno trecho entre nova prata e cascavel.

    tem vezes que a gente fica revoltado com pequenos buracos, mas no sudoeste a coisa tá de chorar. Nunca, jamais, em 50 anos de regiao as estradas estiveram tao ruins. Nem na época que muitas delas sequer tinham asfalto.

    Mas tá certo, nossa região votou 65% pro requiao, tem que sofrer. qm mandou serem burros. Agora aguenta.

  2. Novidade, isto quer dizer que já que não houve nenhuma “obra pública” realizada agora temos uma justificativa. As escolas públicas que caiam de uma vez….
    Deve ser gozação!!! Ainda bem que está acabando.

  3. Isso que dá gastar mal as verbas. Gastar em brigas judiciais e não ganhar nada. Gastar em almoços e jantares no Canguiri.
    Quero ver onde o governador Mello e Silva vai morar depois que largar o governo em Março de 2010. Vai ter que tirar dinheiro do proprio bolso.

  4. tudo isso para tentar cobrir o rombo nas contas do governo e fazer com que o Requião entregue a adm do Estado em “ordem” em abril do ano que vem.

  5. V.Lemainski-Cascavel Responder

    Esqueceram de cortar as verbas de publicidade…
    Por favor, as incluam…
    O que foi feito não precisa ser mostrado tantas vezes. Dá para economizar. As as autoridades nós já conhecemos…
    Cortem, por favor…

  6. Josoe de Carvalho Responder

    Aproveito a ocasião e faço uma pergunta ao Sr Secretário dos Transportes. Quando ficará pronto o asfaltamento da Rodovia do Cerne entre Piraí do Sul/Castro até Curitiba? Me lembro que foi promessa do Chefe. “É a tal rodovia da liberdade” que nos livraria aqui do norte do estado da maldição do “Roubágio do Lerner”.

  7. Vocês lembram quando foi publicada uma foto trabalhada no fotoshop que mostrava uma rodovia antes 3 e depois? Pois bem. É só usar o fotoshop novamente.

  8. Hoje tomei um engov e me dispus a assitir a tal da “escolinha”. Interessante: o Requião prega tudo o que não faz, como por exemplo: gostaria de censurar toda a imprensa que não dê noticícias favoraveis ao seu governo; usa a TV Educativa em proveito pessoal e não quer ser contestado judicialmente. As tarifas de energia e agua são as menores do Brasil. A que custo? Por favor alguem guarde essa informação para, no futuro, comprovar a bomba que virá sobre os cidadãos deste Estado. Afirmou que os custos judiciais atualmente suportados pelo governo sejam, efetivamente, cobrados de quem lhes deu causa. Não poderia ser melhor a afirmação. Vamos cobrar do Requião as despesas que virão em razão da sua teimosia em questões que tem o propósito meramente eleitoreiro.

  9. Vigilante do Portão Responder

    Quando o Beto Richa mandou cortar em 15% as despesas de custeio da máquina da Prefeitura, o Napoleão de Hospício criticou e disse que no Estado não teríamos cortes.
    A realidade tratou de dar mais essa lição ao governador, melhor ficar calodo do que dizer bobagem
    Além de reduzir despesas, a Gazetona noticiou hoje que o Estado prepara um REFIS, dando redução para pagamento de impostos, coincidentemente para ter início em setembro, assim, bem perto do final do ano (13º salário do funcionalismo, pagamentos das empreiteiras, não deixando dívidas para o exercício seguinte), isso é prova cabal da má situação do Tesouro Estadual.
    Lembro de uma anistia dada pelo Lerner, em entrevista o Requião disse que dar anistia era pilantragem. Como as coisas mudam.

  10. Isto é um caso típico de improbidade administrativa. No final do ano passado tinham um excelente caixa, na educação estavam sobrando milhões. Até por conta das indefinições na ocupação da pasta, não souberam gastar. Mas por medo de não atingir os 30%, resolveram torrar tudo em ônibus escolar e agora correm o risco de ter que dar o calote na Iveco e na Mascarelo. Em seis meses foram do céu para o inferno. Perguntem á secretária de Educação quantos projetos foram abortados para dar a prefencial para os ônibus. Isto é muito sério. Vamos ver se ela tem peito pra tocar o que ficou de lado.
    Se falar na insegurança pública, nas rodovias da liberdade, etc…….

  11. A esqueci… se mandar prá rua os milhares de comissionados vai dar prá economizar uma nota preta !

  12. Será que o Governador já andou naquela estrada que vai de Arapoti a Wenceslau Braz? Se andou, agradeça a Deus por estar vivo. Já deve ter desistido dos votos daquela região…

Comente