Uncategorized

PSB vai pôr Ciro Gomes para viajar

ciro3

O PSB reuniu em Brasília sua bancada federal para traçar o “planejamento estratégico” do partido. Definiu que a candidatura do deputado Ciro Gomes à presidência da República vai ser seu plano “A”.

A partir de amanhã a ordem é colocar Ciro para viajar. Fazer ele aparecer junto à militância e ao eleitorado dos Estados brasileiros. Curitiba é uma exceção. Aqui, o PSB está liberado para apoiar a candidatura do tucano Beto Richa ao governo. Palavras do próprio Ciro Gomes ao Ricardo Gomyde, do PC do B.

Uma eventual candidatura ao governo de São Paulo, contudo, não foi descartada. Ciro deve mudar seu domicílio eleitoral até o dia 20. Ficará com duas opções. Ou disputa a presidência ou o governo.

Senadores e deputados do PSB entendem que, no caso da candidatura da ministra Dilma Rousseff não decolar, por Ciro na disputa se transforma numa obrigação da base governista.

Temem que, em tal situação, e sem Ciro, o governador José Serra vença as eleições no primeiro turno.
Por outro lado, se Dilma decolar, entra em ação o plano “B”.
O PSB vai cobrar do PT as palavras ditas por Lula no último encontro que teve com a direção do partido e com Ciro. Lula disse que levaria seu partido a apoiar a candidatura do deputado ao Palácio dos Bandeirantes.
Essa decisão deve ser tomada em maio.
Ciro parece animado com a posição do partido. Quer sair candidato à presidência. Diz que se sentiria “estranho” disputando o governo paulista.
(Comentário de Noblat: Ciro candidato ao governo de São Paulo é pura invenção de Lula para ganhar tempo e poder escolher um candidato do PT.)

6 Comentários

  1. Quem viver verá, Ciro Gomes que e da base do Lula sairá para enfraquecer a candidatura do PSDB nacional, já aqui o vice prefeito da capital que será prefeito com a candidatura do Beto , veja bem eu disse candidatura e não vitoria de uma eleição por que para ser candidato o Beto tem de RENUNCIAR ao mandato e como quem faz política sabe não existe eleição ganha para ninguém, vejo com muita preocupação a posição do vice que terá que acompanhar sua sigla ou perder o mandato por infidelidade partidária , pois hoje o mandato não é do político e sim do partido, não acredito nessa conversa do candidato a presidente pelo PSB, e creio que e bom pensar em o que fazer no ano que vêem. Repito não existe eleição ganha por ninguém sempre pode haver uma surpresa nesse caso uma má surpresa.

  2. O PSB está certo, tem que consolidar a candidatura de Ciro, para que ela se torne inevitável, mas dificilmente será com o apoio da Base do Governo. Se Ciro for candidato, vai ter que brigar com Dilma por um lugar no segundo turno.

Comente