Uncategorized

Para 40,7%, crise não foi marolinha

Para 40,7% a crise econômica não foi apenas uma marolinha, como a definiu o presidente Lula. Quatro de cada dez brasileiros acreditam que a crise pegou forte, derrubou salários, destruiu empregos qualificados e persiste contra todos os prognósticos orimistas. É o que mostra a pesquisa CNT/Sensus.

8 Comentários

  1. É a crise pegou feio a classe média, aqueles 40% que normalmente decidem as eleições…

    O lula só vai se convencer de que não era uma marolinha quando ele ver o tsunami de votos do Serra sobre a dilma!

  2. Tem cidades do interior que a situação está cada dia mais dificil, neste feriado conversando com empresários de Foz do Iguaçu, muitos estão reclamando que a cidade está parada…….Acabou o dinheiro…..

  3. CAÇÃDOR DE PETISTAS Responder

    É isso mesmo Betina, o Sr. da Silva, vai acordar para a realidade dos problemas que envolvem o Brasil no próximo ano depois das eleições presidenciais, após a enchurrada de votos de Serra em Dilma Guerrilheira.

    Aliás, esse desgoverno chamado lulla da silva, não passa de uma farça.

    Serra Presidente e Beto Governador, bom para o Brasil, ótimo para o Paraná.

  4. Vivemos em uma economia globalizada e a crise é mundial. Se compararmos com outros paises -incluindo os desenvolvidos- a crise foi menos severa aqui no Brasil.
    E só não foi mais grave aqui porque temos uma economia sólida graças ao Governo do Presidente Lula.

  5. Temos uma economia sólida graças a FHC, e como lula foi muito esperto aproveitou a onda e deu continuidade. E a na primeira crise mundial o Brasil sofreu e sofre consequências nessa era lula. Esquecem os esquerdopatas que na era FHC tivemos 6 crises mundiais e nem por isso o país desgovernou tanto como atualmente.

  6. Peraí,

    Se você se apoia na expressividade de um número (40%), há de convir que basta inverter a notícia (“Para 60% a crise FOI marolinha”) para dizer o contrário, não é mesmo?

    Moral da história: se a crise foi mesmo ou não marolinha, nada disso está em questão…

  7. Prezado Senhor Pessoa Comum.
    As 6 crises na era FHC são que nem voce. NÃO TEM NOME.
    Relacione as seis crises COMUMPESSOA, desculpe PESSOA COMUM.

  8. Engano seu Pedro Paulo!

    Voilà:

    Crise do México (1995)
    Crise Asiática (1997-1998)
    Crise da Rússia (1999)
    Crise da Argentina (2001),
    Crise de 11 de setembro (2001)

Comente