Uncategorized

PMDB muda de tática e se põe em leilão

2309executiva PMDB

O PMDB do Paraná não vai entregar barato o seu apoio à candidatura a presidente da república. Ainda irritado com a atitude do PT, que decidiu mergulhar de cabeça no projeto de osmar Dias, do PDT, o PMDB vai discutir a proposta do deputado Nereu Moura, de apoio à candidatura do deputado federal Ciro Gomes, do PSB, à presidência da República.

A sugestão foi recebida durante reunião da Executiva Estadual, nesta quarta-feira (foto. “Vamos discutir esta proposta em profundidade, pelo conjunto do diretório do partido”, informou o presidente Waldyr Pugliesi.

A possibilidade de apoio a candidatura presidencial do PSB, segundo Pugliesi, é resultado da insatisfação cada vez mais manifesta de membros do PMDB, em relação aos debates sobre as eleições ao Governo do Estado e da candidatura própria do partido. “Estamos trabalhando a construção da candidatura de Orlando Pessuti ao Governo do Estado. Queremos manter as políticas populares implantadas no Paraná pelo governador Roberto Requião”, informou.

O presidente reforçou que não houve uma tomada de decisão durante a reunião da Executiva Estadual. Segundo ele, o PMDB sempre fez sua história e não pode se posicionar apenas de palanque para um candidato à presidência. “O interesse do PMDB é o interesse público acima de tudo. Queremos trabalhar em cima de propostas, em cima da manutenção das políticas de interesse da população”, completou.

**(( ÍNTEGRA DA NOTA DA EXECUTIVA ESTADUAL ))**

Curitiba, 23 de setembro de 2009

NOTA DA EXECUTIVA ESTADUAL DO PMDB

A Executiva do PMDB do Paraná decidiu, durante reunião nesta quarta-feira (23), receber a proposta do deputado Nereu Moura de apoio a candidatura do deputado federal Ciro Gomes (PSB-CE), à presidência da República. A sugestão será analisada em profundidade pelo partido.

A possibilidade de apoio a candidatura presidencial do PSB é resultado da insatisfação cada vez mais manifestada por membros do PMDB, em relação aos debates sobre as eleições ao Governo do Estado e da candidatura própria do partido.

Waldyr Pugliesi

Presidente da Executiva Estadual do PMDB

9 Comentários

  1. Parabéns aos mdb. Mudaram de lado. Quem vai perder com isso? Os tucanos, pois parte do mdb sempre os apoiaram.

  2. Caro jornalista,
    desculpe-me corrigi-lo, o PMDB não se colocou a leilão.
    Ele é, há muito, um partido de leilão!
    E só sobrevive dos leilões, e pior, mantém vivo alguns dos maiores sanguessugas da história recente do país.
    Não só aqui nas araucárias, mas em todo o Brasil!!!
    Triste fim de um partido que abrigou tanta gente digna, lutadora e fiadora da democracia brasileira.
    Não se entende como pessoas como um Senador como Pedro Simon convive na mesma legenda de um…Roberto Requião, um Sarney e outras melecas, p/ ser econômico.

  3. Melhor aliança para o Pessutão Responder

    Vamos procurar outro candidato a presidência da república. O PT que se vire com o Osmar Dias, pois o Pessuti será o governador sem o apoio dessa turma. Cada um sabe o seu caminho quem precisa mais de quem? O PT do PMDB ou o PMDB do PT. Nós não teremos candidato à presidência e estaremos livres para negociar isso. O PSDB terá candidatura em ambas as partes, governador Beto Richa e presidente o José Serra, além de dois nomes para o Senado (Gustavo Fruet e Alfredo Kaefer) então estão em desvantagem. O PMDB terá candidato ao governo do Estado e esse cara chama-se Orlando Pessuti o vice da nossa chapa pode ser o Ratinho Junior (PSC), e em relação ao Senado temos uma vaga para negociar a dobradinha com o Requião, pode ser com o Ricardo Barros e a turma do PP. Em relação à presidência apoiar o Ciro seria um tiro no nosso pé, pois a turma do PSB vai estar toda com Beto Richa pela lógica de ter a prefeitura de Curitiba em suas mãos no futuro. Então não podemos ajudar Ciro sem ter o respaldo para o Pessuti, seria a mesma coisa que apoiar a Dilma sem ter o apoio do PT na eleição do governo do Estado. O correto seria apoiar o PV com a Marina, pois essa pode crescer muito durante a campanha, além do PP com o Ricardo para o Senado dobrando com o Requião. Melhor apoiar a Marina do que ficar com Dilma ou Ciro, que será uma via da uma única mão, sendo que o PMDB dará votos da militância e essa turma deixando o Pessutão como boi de piranha.
    Agora é: Marina, Pessuti / Ratinho Junior, Requião e Barros.
    Aliança: PMDB, PP, PSC, PV e PCdoB.

  4. Então leia a folha de São Paulo:
    Com críticas ao PMDB nacional e respondendo indiretamente a declarações do presidente licenciado do partido, Michel Temer (PMDB-SP), o deputado Ciro Gomes (PSB-CE) afirmou ontem que o resultado da pesquisa CNI/Ibope reforça a importância de ter duas candidaturas ao Palácio do Planalto na base de apoio do presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

    Ciro voltou a criticar a forma em que se negocia a aliança entre o PMDB e o governo. “Eu, que sou aliado de Lula, discordo da forma com que se constrói a hegemonia moral-intelectual da aliança PT-PMDB. E não é nada contra a aliança em si, nada contra o PMDB em si. Mas a forma moralmente frouxa, intelectualmente sem clareza, desse desenho me incomoda.”

  5. Vigilante do Portão Responder

    Bem, isso não é novidade nenhuma.
    Está me parecendo aquelas festinhas realizadas pelos lados de Colombo, nas quais a biscate famosa, dessas de capa de revista, leiloava a noitada, para a alegria e o deleite dos abonados que podiam pagar até R$10mil. Juro que sei disso apenas de ouvir dizer. KKK

  6. ESSA É A MARCA DO PMDB DE HOJE;

    = FISIOLOGISMO ABSOLUTO =.

    COMO DIZ O REQUIÃO;

    “FEIO ? FEIO É PERDER ELEIÇÃO “

  7. Esse PMDB atual está idêntico ao PPS.
    Leilão Puro!
    Ou seja, está com o quem Dá Mais!
    Haja Grana.

  8. V.Lemainski-Cascavel Responder

    Está chegando a hora da chepa. Liquidação geral.
    Na teta que der mais leite eles tentarão mamar.

  9. Com uma nova Lei dos Partidos Políticos, a nova nomeclatura do PMDB devereria ser : P I M – Partido dos Irmãos Metralhas!

Comente