Uncategorized

Galdino vira tucano

galdino prefeito

Depois de ser assediado por uma penca de partidos, o vereador professor Galdino (sem partido) assina ficha de filiação no PSDB às 11h no gabinete, terceiro andar do anexo 2.

O partido escolhido é o PSDB. A posse promete ser concorrida. É esperada a presença do prefeito Beto Richa e do presidente do PSDB no Paraná, Valdir Rossoni.

Galdino deverá disputar uma vaga na Assembleia Legislativa no ano que vem, o que preocupou outros inquilinos do ninho. Mas a questão está superada.

13 Comentários

  1. Se o Beto Richa for eleito Governador, o “Prófe” vai ser Secretário da Comunicação com a sua bicicletinha?
    Será que alguém sabe se ele votou a favor da proibição dos carros com alto-falantes?
    Ai, que saudades do Tio do Sonho!

  2. Duas coisas: 1º Esse Galdino só engana otário (e pelo jeito existem muitos…), na verdade é um tremendo safado oportunista…
    2º Por esta filiação vemos o nível do PSDB…

  3. Se vai sair como secretário não sei, mas aposto que se for pra deputado ele ganha.
    Parabéns Galdino pela conquista!
    Sou sua fã professor.
    Amanhã se eu puder vou ver esse momento ao vivo!

  4. Excelente escolha Vereador Galdino, o PSDB já te esperava há muito tempo. Sucesso na caminhada.

  5. Antonio da Mercearia Responder

    Galdino, será que a Câmara Municipal vai deixar seus eleitores acompanharem esse momento de perto? Iremos lotar o prédio se nos deixar entrar.

  6. chrystian sobania wowk Responder

    Sem comentários, este cidadão, que não me engana, não merece tais palavras.

  7. SOU INVEJOSO E DAÍ Responder

    Ah… Professor Galdino, confesso que tenho inveja do Senhor!
    Parabéns por se filiar ao PSDB.

  8. baicharelazinha Responder

    Quanto a “penca” de partidos que assediou este professor, só se pode avaliar como ele tem “ideologia”. Serve qualquer partido, de qualquer ideologia… ou até sem nenhuma… basta ver o resultado.

  9. baicharelazinha
    Acredito que o novo tucano é sim seguidor de uma ideologia: a sua própria. Se pudesse até ficava sem partido segundo uma entrevista que lí.
    A política no Brasil obriga o candidato a se filiar a um partido, portanto ele precisou tomar a decisão. Ou tomava ou abandonava a política. Vc acha justo um vereador que está entre os mais votados jogar os votos do seu eleitor no lixo?

    Parabéns professor! Professor que é professor ensina, e o senhor está ensinando ética na Câmara. Estou com você enquanto estiver com o povo.

Comente