Uncategorized

Sobre as diferenças que igualam governo e oposição

Josias de Souza na Folha Online

Como distinguir um oposicionista de um governista, no Brasil? No passado longínquo, era fácil. O governo vestia farda.

No passado recente, também era simples. A oposição usava barba. Só mais recentemente a barba foi aparada e perdeu o significado ideológico.

Pelas companhias? Impossível. O líder do governo –qualquer governo— é o Romero Jucá. A governabilidade está sempre nas mãos do PMDB.

Pelo discurso? Não dá. Todo mundo é a favor da felicidade, dos investimentos sociais e da estabilidade econômica. Todos contra a corrupção, o câncer e o chope quente.

Também não adianta recorrer a testes pseudocientíficos. Experimente atirar um governista e um oposicionista num tanque com água.

A massa de ambos vai se deslocar no líquido de modo semelhante no líquido. Os dois vão espernear do mesmo jeito.

Graças a essa indistinção, soaram estranhas as críticas feitas pela oposição, nesta quinta (22), à entrevista que Lula deu ao repórter Kennedy Alencar.

A certa altura da conversa, instado a comentar o laxismo ético da coalizão política que o cerca, Lula disse:

“Se Jesus Cristo viesse para cá, e Judas tivesse a votação num partido qualquer, Jesus teria de chamar Judas para fazer coalizão”.

Rodrigo Maia (RJ), presidente do DEM, disse que Lula conduz “um governo pragmático que, para garantir sua sustentação, faz aliança até com o pior traidor”.

Presidente do PPS, Roberto Freire (PE) ecoou Maia:

“A comparação com Jesus Cristo e Judas para quem é católico como ele e cristão, como boa parte da população brasileira, é uma violência…”

Violência “…para justificar todas as bandalheiras e traições que permitiu que se fizesse em seu governo”.

Vice-líder do PSDB, Álvaro Dias também subiu no caixote: “Há uma relação de promiscuidade entre o presidente e os partidos que o apóiam”.

Beleza. O diabo é que FHC, assim como Lula, também se entregara, com despudor inaudito, às relações partidárias hetedodoxas.

Nascido de uma dissidência supostamente ética, o PSDB contribuiu decisivamente para o esfarelamento moral que toma o país de assalto.

Nem nos seus piores pesadelos, os brasileiros esclarecidos supunham que FHC e suas alianças exóticas produziriam cenas como aquelas de abril de 2000.

Uma imagem na qual ACM e Jader aparecem se xingando de ladrão no plenário do Senado. Àquela altura, os dois eram aliados de cinco anos do tucanato.

Do mesmo modo, a esquerda dita socialista jamais imaginara que Lula, seu melhor representante, fosse presidir uma aliança como a atual.

Uma coligação que dá prontuário novo a Jader. E que santifica de Renan (ex-ministro de FHC), a Sarney, passando por Collor.

De duas uma: ou FHC e Lula não estiveram à altura das suas oportunidades ou os tempos não estiveram à altura dos dois.

Nesse ambiente, caberia ao eleitor distinguir o Cristo do Judas. Mas 20 anos de democracia não conseguiram produzir no Brasil o eleitorado consciente.

Por ora, o brasileiro frequenta o enredo da peça no papel de bobo necessário à preservação da pantomima.

8 Comentários

  1. Nos tempos do IMPÉRIO ´já se dizia:”NADA MAIS CONSERVADOR DO QUE UM LIBERAL NO PODER E NADA MAIS LIBERAL QUE UM CONSERVADOR FORA DELE”Nunca na história desse país (gostaram da minha originalidade?inventei essa frase agora)essa história foi tão verdadeira…Daqui um pouquinho vamos ver FFHHCC de boina e charuto…

  2. SITUAÇÃO E OPOSIÇÃO SE IGUALAM, NÃO TEM DIFERENÇA HOJE, PORQUE ?

    PORQUE ESTÃO ROUBANDO UNIDO$$$$$$$$.

    O ROUBO DE UM JUSTIFICA O ROUBO DO OUTRO.

    DIREITA E ESQUERDA, NE$$TES CA$$O$ $ÃO IGUAI$, POI$ TÊM INTERE$$ES EXATAMENTE$ IGUAI$. GRANA, GRANAS E MAI$ GRANA$.

    VEJA A JU$TIFICATIVA DA NOTÍCIA ANERIOR, NO CA$O DA BRIGA DO M$T COM O AGRONEGÓCIO$.

    AMBO$ ROUBAM O PAI$. O PT JUSTIFICA A$$IM.
    $E O AGRONEGOCIO METE A MÃO O M$T TAMBÉM TEM DIREITO$ A FAZER O ME$MO.

  3. O que prova aquilo que os petistas mais odeiam:

    O pt é um partidinho exatamente igual aos outros, ou pior…

  4. Isso é um de um niilismo comovente, uma vaguidão de conceitos típica da imprensa do nariz marrom, ou brown nose, como dizem os americanos (que vive com o nariz enfiado no “marrom” dos poderosos… a oposição em todas as eras no Brasil – inclusive no Império e quem tiver curiosidade pode ler José Murilo de Carvalho sobre o assunto – sempre foi em grande parte chapa branca… só uns poucos destacados idealistas e alguns idiotas inconsequentes, ao longo da história, exerceram um papel de efetiva oposição… sempre houve um grupo majoritário oposicionista, em todos os períodos de governo, que faziam uma oposição “pero no mucho”, para tirar vantagem da sedução do governo e seus favores intermináveis… houve udenistas chapa branca nos tempos de Getúlio e JK, que trocavam votos por financiamentos no BB e outros afagos; assim como no tempo dos militares (que governaram sem farda, ao contrário dos outros cucarachos da vizinhança), muito emedebistas velhos de guerra eram chapa branca e deram legitimidade aos militares, inclusive participando das eleições indiretas nos Estados (Chagalhão Freitas) e no plano federal (lançando até um general de pijama – Euler Bentes Monteiro para presidente).. Chico Pinto, dos poucos oposicionistas de verdade no MDB, queixava-se que seus companheiros davam quorum ao governo, em troca dos jetons populdos… assim foi, assim é, e assim continuará sendo, seja PSDB, DEM, PT, PMDB e outros bichos, pois, o governo todo-poderoso com a sedução de seus financiamentos, seus cargos, suas estatais, suas concessões e outros mil favores exerce um fascínio sobre os políticos em geral, sempre mais interessados em encher seus bolsos e de seus apaniguados e parentes, do que no tal de “bem comum” ou “interesse público”… o resto é conversa de membros da ordem do nariz marrom…

  5. Olá José! Tens razão, mas tanta razão, que até a razão desconhece (esta frase criei também agora!)!!!
    -“”O pt é um partidinho exatamente igual aos outros, ou pior…””
    Pior???
    Pergunte para o Jacob Bittar de Campinas porque saiu do PT?
    Pergunte para a Luiza Erondina porque saiu do PT?
    Pergunte ao Luiz Eduardo Cheida (ex-prefeito de Londrina) porque saiu do PT?
    Pergunte a Heloisa Helena?
    Pergunte a Marina Silva?
    A resposta será uma só…. O LULA e sua CATERVA (zÉ DIRCEU….), DEPOIS DE ELEITO, SAIU PASSEAR E TOMOU UNS GORÓS, PERDEU SUA PASTA 007 COM SEU PROGRAMA DE GOVERNO….Ao passar no saguão de um aeroporto avistou uma outra pasta, também 007… Não era dele, mas ficou como se fosse… Quando a abriu, lá estava um programa de governo novinho… Tomou para sí e o colocou em prática… Era o programa do FHC, graças a DEUs, que ainda está dando certo!

  6. Programa do FHC Responder

    Puxa que pena que o Lula me interrompeu, eu tava louco pra entregar todo o patrimônio do Brasil para os poderosos de sempre e também tava louco pra lançar o PROER 2. Ah, eu também tava a fim de acabar com a máquina pública e com o Bolsa família, tá louco fazer distribuição de renda? Onde já se viu? era pra ser um programinha de nada, só umas migalhinhas, aí veio o Lula e fez um programa pra valer! isso não tá certo!

Comente