Uncategorized

Aécio Neves quer definição de candidato tucano em janeiro

aecio1
De Lauro Jardim na Veja

Aécio Neves, no jantar que teve com FHC e Sérgio Guerra para discutir 2010, pôs as cartas na mesa: o PSDB tem de decidir seu candidato em janeiro, e não em março, como quer José Serra.

Preocupa Aécio a hipótese de março chegar e só então Serra decidir que não quer disputar a Presidência.

A leitura seria que Serra, convencido da impossibilidade de derrotar Dilma Rousseff, teria desistido – e Aécio, nesse caso, já entraria na corrida presidencial com um selo de azarão.

A propósito, Eduardo Campos, governador de Pernambuco e presidente do PSB, disse recentemente a Lula: “Se o Aécio sair candidato a presidente, não conseguirei segurar o PSB na aliança com o PT”.

4 Comentários

  1. Se ele insiste em janeiro é porque não quer ser vice, se não fôr o candidato do PSDB a presidente deve ser candidato a Senador…..

  2. Podem até sair candidato, mas vai ser mais uma lavada.
    O Brasil nunca teve tão bem quanto agora com o PT na Presidência e por isso o Povo quer que o PT continue.
    Dilma 2010.

  3. Quanto a voto, não voto em nenhum dos dois. E, muito menos na Dilma ou no Ciro.

    Com relação ao Aécio, o cara tá ligado.

    Ele tá apostando as fichas na desistência do Serra. Isso é possível, porque o Serra vai enfrentar uma estrutura muito grande. O Lula vai comprar, digo trazer para perto do PT, vários partidos. Mesmo com patamar de 40%, é difícil aguentar uma avalanche como essa.

    Já, o Aécio é bastante articulador e pode comprar, digo trazer para perto do PSDB, partidos como PSB.

    Mas, o Aécio precisa de tempo para trabalhar a sua imagem.

    A situação do PSDB é simples. O Serra saí com maior percentual de intenção de votos. Mas, o Aécio tem maior capacidade de conseguir uma estrutura partidária (coligação) com condições mínimas de encarar o PT.

    Acho, que tá mais fácil pro PT. Dinheiro sobrando, estrutura partidária imensa, PAC (apesar de estar meio empacado) e o bolsa assistencialismo, digo bolsa família.

    O duro é ter que criar coragem pra votar na Marina Silva.

Comente