Uncategorized

Fruet fala do lixo e do assédio do PMDB

200508 (4)-700

O deputado Gustavo Fruet falou hoje sobre o impasse que se estabeleceu sobre o futuro do lixo em Curitiba, quando o IAP do governo estadual cria obstáculos para a Prefeitura de Curitiba. Fruet quer chamar o governo federal, através do ministro Minc para tratar do assunto.

Sobre a sujeira na política, Fruet também falou. Observou o assédio de políticos do PMDB sobre o ninho tucano, neste momento em que se encerra o ciclo da famiglia Requião e a rapaziada procura novos barcos. Ouça a entrevista de Fruet, que não gosta dessa invasão de peemedebistas, mas não tem como não admiti-la:

Ou clique aqui para baixar o arquivo em formato mp3.

6 Comentários

  1. Concordo plenamente com Fruet, PMDB, tem candidato proprio, PESSUTÃO, vem ai arrebentando a boca do balão. So tenho pena do Fruet, que tera a cabeça entregue em bandeija para alguma coligação arranjada pelo BetoBoy e a turma do Lerner e Bituruna.

  2. Não ouvi dizer que o Deputado não esta gostando da aproximação
    dos peemedebistas no ninho tucano, pelo contrario, sei que é o sonho de muitos, inclusive do próprio vice do Beto.

  3. serrinha.contenda@ig.com.br Responder

    O PMDB é um partido forte e se assédio está dando certo é porque existe divisão no PSDB. O Requião tem seu jeito típico mas já demonstrou por diversas vezes que não trai seu amigos, e quanto aos demais sempre agiu com muita transparência, e independente de qualquer situação seu apoio é para o Pessuti. O Pessuti tem história já bem conhecida por seu eleitorado fiel, que reconhece nele o filho de uma humilde familia do interior que muito lutou e superou as expectativas de tantos outros neste país que são excluídos. Pessuti será o futuro governador do Paraná.

  4. Se os novos valores Fruet e Beto, jovens como são optaram por uma longa e honrada vida pública devem aceitar os apoios.
    Montoro, Covas e Tancredo não foram menos por causa de alguns apoios oportunistas. É só lembrar como o “Serjão” então ministro, recomendou ao amigo presidente FHC: “Não se apequene”.
    Por outro lado, a preocupação de Gustavo procede, quando há possibilidade de que as aproximações signifiquem “acertos” .
    Acho que o Deputado Rossoni, bem próximo do caso dos gafanhotos, deve entender bem a angústia de Fruet.

  5. Esta é para oserrinha.contenda@ig.com.br.:
    Olá caro AMIGO!
    Pelo que demonstra em seu texto, deves ter morado há muito tempo fora do Brasil…
    REIQUIÃO NÃO TRAI SEUS AMIGOS?
    O que que ele fez com José Richa que o ajudou eleger-se Prefeito de Curitiba?
    O que que ele fez com Álvaro Dias que quebrou o BANESTADO para elege-lo Governador?
    O que que ele está fazendo com Pessuti?
    Uma coisa é certa… Só se leva rasteira de quem está muito perto!
    Se você anda muito juntinho, tenhas cuidado… O próximo pode ser você!

  6. Vigilante do Portão Responder

    Essa histório do Lixo está sendo programada para ser o mote das oposições na campanha do Beto para governador, esperem para ver, vai estourar bem às vésperas da eleição de 2010.
    O IAP vai fazer de um tudo para melar a Usina, depois vão acusar o Beto Richa pelo problema. Lembrando que o aterro do Caximba está lá faz 25 anos, quando o beto ainda estava no ginásio.

Comente