Uncategorized

O PP na balança

Da Josianne Ritz no Bem Paraná

O PP do Paraná também está mais para PSDB que para PT ou PMDB. Pelo menos, por enquanto.

9 Comentários

  1. Aqui no Brasil fazer aliança estratégia é uma caso sério.
    Todo mundo quer levar vantagem em tudo. Logo….

    O PP do Paraná é dos Barros. Um timezinho político pequeniníssimo e fraquininíssimo, mas quer tudíssimo do aliado.

    Ahhh. Brincadeira tem hora.
    Porque o PP não se alia com o DEM para sumirem juntos do movimento político e o mais depressa possível.

    Não se elegerá a senador e na próxima perderão Maringá.

  2. Ainda bem que na região de Maringa, esta surgindo um novo nome com outras idéias; vem ai o Dep. Estadual Wilson Quinteiro, jovem e de visão e não tem o Rabo preso com os Barros.
    Assume essa semana no lugar do Roque. Seja bem vindo Quinteiro, o Paraná esta precisando de sangue jovem “novo”.

  3. Não sei com base no que a jornalista do Bem Paraná escreveu essa nota, é só uma frase solta, não explica por que.

    Mas acho que o presidente do PP, o Ricardo Barros não está nem aí para a sucessão estadual e federal. O que ele quer mesmo é a vaga para o Senado. E parece que para isso ele está se esforçando.

    Ta certo ele, um bando de trairas ganaciosos que eram para estar juntos e derrotar o câncer do PMDB. Agora um virou as costas para o outro e vão ressucitar as almas penadas que tanto saquearam o nosso Paraná nos últimos 7 anos de pesadelo Requião PT.

  4. O PP do Parana vai eleger 4 federais e 4 estaduais, e so ver a chpa que tem, quanto a Quinteiro ja viajou de aviao com RicardoBarros para Cascavel na reuniao daAMOP.

  5. Na verdade o PP vai coligar com quem oferecer a melhor estrutura, imaginem se Beto e Osmar caminharem juntos, que valor tem o PP??? São três federais que so pensam neles e mais nada, o bom é se nenhum se elegesse nunca mais….

  6. Tiago, concordo com vc, o Ney Leprevost é decente e faz um ótimo trabalho pela saúde. Mas ele não pode mudar de partido, senão perde o mandato e nós ficamos sem representante na Assembléia

Comente