Uncategorized

PSDB tenta ampliar aliança ouvindo ‘aliados’ de Lula

AecioSerra
De Josias de Souza na Folha Online

Sem alarde, a direção do PSDB fará nas próximas semanas um lote de consultas a lideranças de partidos que gravitam em torno de Lula.

Deseja-se verificar se há entre os sócios do consórcio governista quem cogite a sério a hipótese de se compor com a oposição em 2010.

Por ora, são dois os parceiros eleitorais do PSDB: DEM e PPS. Vai-se verificar se há alguma chance de enganchar outras legendas à coligação.

Serão procurados políticos de pelo menos quatro agremiações: PDT, PR, PP, PTB e a ala dos descontentes do PMDB. Deseja-se saber:

1. Se os partidos que gravitam em torno de Lula já assumiram compromissos irreversíveis com a candidatura oficial de Dilma Rousseff.

2. Se há entre as legendas governistas alguma que se disponha a trocar de canoa.

3. Se a opção por Aécio Neves, em detrimento de José Serra, ampliaria as chances de atrair novas adesões à caravana da oposição.

O ciclo de consultas é parte do processo que levará o tucanato a optar, até janeiro de 2010, por Serra ou por Aécio.

Deve-se a decisão de ouvir os supostos aliados do inimigo à estratégia desenvolvida pelo governador tucano de Minas Gerais.

Aécio coleciona nas pesquisas de opinião menos da metade das intenções de votos atribuídas ao governador de São Paulo, líder das sondagens.

A despeito disso, Aécio estica a corda. Reitera internamente uma tese que esgrime sob holofotes há meses:

A decisão do partido, diz Aécio, não pode levar em conta apenas as pesquisas. Alega que é mais “agregador” do que Serra.

Afirma que, escolhendo-o, o PSDB desarruma o palanque que Lula, impondo dificuldades à trajetória de Dilma.

O alto comando do tucanato não ignora que o nome de Aécio, de fato, transita no universo governista com mais fluidez que o de Serra.

Jeitoso, Aécio tem diálogo fácil com o ministro Carlos Lupi (Trabalho), mandachuva do PDT. O PP é presidido por Francisco Dornelles, sobrinho de Tancredo Neves, o avô de Aécio.

Ex-presidente da Câmara, o governador mineiro colecionou simpatias suprapartidárias. Transita com facilidade entre as bancadas, inclusive as mensaleiras, como a do PR.

Antes de trocar o Planalto pelo TCU, o ministro José Múcio (PTB), ex-coordenador político de Lula, conversava amiúde com Aécio.

Ao abrir o ciclo de consultas, a direção do PSDB deseja tirar a prova dos nove. Quer saber até onde vai o poder de sedução de Aécio.

Noutras palavras: deseja-se verificar se o charme do rival de Serra pode mesmo resultar em acordos formais.

A intenção não é a de confrontar Aécio. Ao contrário. A intenção do grão-tucanato é a de demonstrar ao rival de Serra que o partido leva em conta os seus argumentos.

O grosso do PSDB pende para Serra. Mas sabe que, sem o eleitorado de Minas, um candidato de São Paulo entra na briga com cara de perdedor.

Daí a decisão de realizar, por meio de consultas às legendas governistas, uma aferição prática da capacidade agregadora que Aécio se auto-atribui.

Na semana passada, como que desejoso de realçar que traz na cintura mais roldanas do que Serra, Aécio reuniu-se com Ciro Gomes, o pseudopresidenciável do PSB.

Inimigo figadal de Serra, a quem chama de “o coiso”, Ciro disse aos microfones que, prevalecendo Aécio, sua candidatura torna-se dispensável.

Nos subterrâneos, a turma de Serra chiou a mais não poder. Mas, na direção do partido, o movimento de Aécio foi visto com compreensão inaudita.

A cúpula do tucanato intui que Ciro faz o jogo dele, não o de Aécio. Ouça-se o que disse ao repórter um dirigente do PSDN:

“Seguramente, o Ciro não tem a intenção de trazer o PSB para nos apoiar. Ao criar problemas para o Serra, ele se credencia junto ao Lula, que o escanteou…”

“…Mas o Aécio cumpre o papel dele. Ele tem de manter a candidatura presidencial até o limite máximo…”

“…Se prevalecer, ótimo. Se der o Serra, como tudo leva a crer, ele terá demonstrado ao eleitorado de Minas que lutou até o limite de suas forças…”

“…O nosso papel é construir um processo de decisão que não deixe mal o Aécio, que leve em conta os argumentos dele”.

O esforço do PSDB para evitar que Aécio saia com a cara de derrotado da disputa que trava com Serra inclui a preocupação com o calendário.

A direção do partido não cogita adiar a escolha do candidato para além do mês de janeiro de 2010.

Em parte porque Aécio quer assim. Mas também porque é minoritário o grupo que se dispõe a esperar até março, como quer Serra.

Ouça-se, de novo, o dirigente do PSDB: “Nosso pessoal já está inquieto. As pessoas vêem a candidata do governo fazendo campanha à luz do dia…”

“…Do nosso lado, enxerga-se a confusão entre Serra e Aécio. Todo mundo quer uma definição. Agimos para que tudo termine bem. E rápido”.

9 Comentários

  1. Tá saindo na Folha, são os braçoes de Serra na imprensa se movimentando:

    Documentos mantidos até agora sob sigilo pela Câmara mostram que empresas de fachada ou com endereços fantasmas aparecem como beneficiárias da verba indenizatória, adicional mensal de R$ 15 mil pago a parlamentares para despesas de trabalho, relatam. Diz a FSP que o culpado por essa tal verba indenizatória é ninguém mais que Aécio Neves quando foi presidente da Câmara.

    “Caixa-preta foi criada por Aécio Neves em 2001
    DA SUCURSAL DE BRASÍLIA
    A verba indenizatória é criação de Aécio Neves, tucano que hoje ocupa o cargo de governador de Minas Gerais. Quando era presidente da Câmara, há quase uma década, encontrou uma forma engenhosa de dar aumento de salário aos deputados sem ficar com o desgaste por conta desse ato: inventou um benefício quase secreto e indireto.
    Em 5 de abril de 2001, Aécio assinou ato criando uma verba indenizatória mensal de até R$ 7.000 por mês. O uso desse dinheiro era flexível, bastando apresentar uma nota fiscal e alegar que a despesa era relacionada “ao exercício do mandato”.
    O sucesso da ideia de Aécio foi tamanho que o artifício foi seguido pelo Senado, em 30 de janeiro de 2003, sob a presidência do senador Ramez Tebet (PMDB).”

  2. Pior transporte do país em SP Responder

    Bom dia!
    Mais um dia eu não consigo ir para o meu curso de Inglês, os trêns da CPTM não funcionam mais.
    Segue em anexo, as imagens dos dias que ninguém consegue ir ou chegam atrasados ao trabalho, faculdade ou cursos.
    Comprar novos trêns para o Metrô sem operador, com ar condicionado e até música clássica, agora olhem os trêns da CPTM da periferia de São Paulo, é desumano.
    Hoje eu escutei na Estação do Jaraguá, todo mundo reclamando do Serra, certeza que aqui no meu Bairro ele não ganha!

    Bye-bye Serra.

  3. Atitude simpática do proximo Presidente! Uma coisa é certa, em 2011 todos vão querer serem ouvidos!

  4. salete cesconeto de arruda Responder

    Faz sentido.
    Beto já ouviu – dizem – o Doático!
    Isso que é OPOSIÇÃO DESESPERADA!
    Vão encher o NINHO com pássaros tão diferentes que só pode alguém cair do ninho…

  5. Isto não vai prestar…. Os biólogos do PSDB estão preocupados…
    Dos cruzamentos esperados e desesperados vão surgir tucanos com bico, sem bico, tucano do bico vermelho, tucano do bico amarelo, tucano sem rabo, tucano sem vergonha, tucano sem caráter….
    Quero ver o IBAMA cadastradar os resultados dos cruzamentos… Muita, mas muita mer cadoria vem por aí!

  6. É DIFICIL ALGEM SE LIGAR AO SERRA POIS O TRABALHO DELE É DRAMATICO É VIADUTO QUE CAI É TRENS QUE NÂO FUNCIONAM É MERENDA E CARNE VENCIDA E PODRE É DESVIU DE VERBAS DIZEM QUE É PARA PAGAR PARLAMENTARES PARA NÂO ABRIR CPI QUE É CARACTERISTICA DOS TUCANOS É DEPENDENCIA DO GARANHÂO E CHEFE DA MACONHA FHC É MENSALÂO DO AZEREDO QUE PRECISOU CARRO FORTE PRA CAREGAR É MANOBRA DO AECIO COMO PRESIDENTE DA CAMARA QUANDO EXERCEU E MUITOS PROBLEMAS QUE OS TUCANOS ESCONDE DIFERENTE DOS PETISTA QUE SEMPRE TEVE TRASPARENCIA NAS INREGULARIDADES QUANDO TEM LULA DIS QUERO POLICIA FEDERAL MINISTERIO PUBLICO INVESTIGANDO ISSO É TRASPARENCIA TUCANADA

  7. O brasil esta sendo maquiado pelo PAC, o MST quer a reforma agraria, a CUT reivindica aumento de salario, o judiciário esta em greve, os escândalos do governo federal não choca mais ninguém, uma nova crise esta se formando na Europa e a marolinha pode cruzar o atlântico, pelo jeito nosso presidente vai ter que usar sua influêcia para chamar as meninas super poderosas, Dilminha, Roseaninha e Martinha, para subir no palanque e discursar no dia do trabalho.

    Blá Blá Blá, não agüentamos mais escutar conversa fiada, o povo brasileiro esta ficando falido de tanto pagar impostos, até o bolsa família caiu na malha fina, só temos que ficar de olho no desastre ambiental no Estados Unidos como tudo é especulação, é bem capaz que aumentem o preço do combustível aqui no brasil, mais segundo o planalto, o Sr. Luiz Inácio Lula da Silva já entrou em contato com o Capitão Planeta e seus protetores Hugo Chavés e o Fidel Castro para ajudar nosso amigo Barack Obama.

    Peterson Correa Pimentel
    http://www.terceiromundo.spaceblog.com.br
    http://lacomunidad.elpais.com/del-tercer-mundo

Comente