Uncategorized

Beto Richa fala para as lideranças de Paranaguá

foto

O prefeito Beto Richa esteve ontem à noite em Paranaguá. Falou para cerca de 500 pessoas na sede do Clube Atlético Seleto. Disse que tem imensa vontade de governar o Paraná e se prepara para tanto. O centro de sua proposta é a mudança radical na maneira de governar. Ele propõe o diálogo permanente do governo com a sociedade para conduzir o estado pela via mais democrática e para fazer da máquina a mais eficiente segundo os interesses públicos.

Prefeito de Curitiba apontou a melhoria das condições do Porto de Paranaguá e o desenvolvimento de um programa de integração turística com o Litoral como estratégicos para o fortalecimento da economia paranaense.

O prefeito José Baka, que apóia Osmar Dias, do PDT, não compareceu. mandou a esposa como representante.

Richa falou sobre os planos para o litoral. Apontou a melhoria das condições do Porto de Paranaguá e o desenvolvimento de um programa de integração turística com o Litoral como estratégicos para o fortalecimento da economia paranaense.

A melhoria das condições do Porto de Paranaguá e o desenvolvimento de um programa de integração turística com o Litoral foram apontados pelo prefeito de Curitiba, Beto Richa, como projetos estratégicos para o fortalecimento da economia da região e do Paraná. “O Litoral merece uma atenção especial. É preciso fortalecer o turismo. Há possibilidade de investimentos, levando empresas e indústrias que gerem emprego e renda para a população. Há a necessidade da melhoria de condições do Porto de Paranaguá”, disse o prefeito, que participa nesta quarta-feira (2), às 19h30, no Clube Atlético Seleto, de uma reunião com lideranças políticas e empresariais do Litoral.

Ao lado de Richa, o deputado estadual Valdir Rossoni, presidente do PSDB Paraná, coordena o encontro que visa discutir o futuro do Paraná e construir um grande projeto de desenvolvimento sustentável econômico e social que contemple os interesses de todos os paranaenses. “Nos últimos anos, o Porto de Paranaguá perdeu uma significativa movimentação de cargas para outros Estados, em especial, para Santa Catarina. Um problema de gestão que deve ser observado, com técnicos competentes e especialistas para que possamos novamente fortalecer o Porto de Paranaguá e, desta forma, não apenas o Litoral ou Paranaguá, mas todo o Paraná”, considerou o prefeito de Curitiba.

Para Richa, o setor do turismo no Litoral também precisa de um projeto estratégico de desenvolvimento. Uma sugestão é a criação de um corredor turístico ligando Paranaguá, Curitiba e Foz do Iguaçu. Essa proposta prevê a instalação de um terminal turístico de passageiros no Porto de Paranaguá. “Já apresentamos no nosso plano diretor multimodal com a Região Metropolitana de Curitiba a possibilidade de receber um ramal ferroviário do Litoral no Aeroporto Internacional Afonso Pena para fazer uma integração turística com o interior do Estado”, observou Richa.

Essa integração será possível, na visão do prefeito de Curitiba, se houver diálogo e bom senso entre as lideranças do Paraná. “Queremos voltar aos bons tempos em que o Litoral tinha voz e conseguia que as suas reivindicações fossem efetivamente atendidas. Um governo que se sensibilizava com os problemas da região. Essa é a nossa ideia”, propôs, lembrando que, em Curitiba, sua administração promove audiências públicas em todos os bairros da cidade. “Esse é o ponto mais forte da nossa administração – estamos chegando a 300 audiências, demonstrando efetivamente a democracia que impera na gestão de Curitiba”, citou.

“Esse estilo de governar, próximo das pessoas, eu aprendi com o meu pai, José Richa, vivenciando as suas práticas no governo do Paraná. Ele fazia a interiorização do governo nas cidades-pólo. Quantas vezes, em Paranaguá, ele esteve com todos os seus secretários para se reunir com as lideranças políticas, comunitárias, empresariais, religiosas, enfim, todos aqueles que queriam reivindicar tinham espaço, onde o governador se mostrava acessível e sensível aos problemas”, lembrou Richa.

O prefeito de Curitiba vivenciou essa experiência e adaptou à realidade da cidade. “Estou presente em todos os bairros e a população tem o seu sagrado direito de decidir o seu futuro, de reivindicar e criticar. Uma vez presente nos bairros, podemos também estar identificados com os reais e legítimos interesses de cada comunidade da cidade. E no Paraná não é diferente. O que é prioridade no Litoral não é prioridade no Noroeste. O que precisa ser feito no Norte Pioneiro não é prioridade em Foz do Iguaçu. Então, temos que ouvir a população”, afirmou Richa. “Na visão moderna de se governar não existe mais espaço para decisões impostas de cima para baixo”, completou.

Outro exemplo citado por Richa foi o trabalho desenvolvido na área de turismo em Curitiba. “Criamos o Instituto Municipal de Turismo, que não existia, e políticas públicas foram elaboradas em conjunto com o trade turístico (órgãos e associações do setor). E tem sido um sucesso. Curitiba pulou para a quarta cidade do Brasil apontada como o melhor destino do Brasil pela revista Viagem, especializada em Turismo”, exemplificou o prefeito.

22 Comentários

  1. Ótima reunião do Beto com os políticos do litoral. Quem lá esteve viu que nasce uma grande liderança no litoral: Alceuzinho Maron do PPS. Não o conhecia e gostei. Que bom que Beto e Alceuzinho estão juntos.

  2. Creio que o Prefeito Beto Richa deveria se preocupar mais com a gestão da sua cidade, Afinal foi eleito para isso.
    Como vem se afastando seguidamente para cidades do interior, Richa deveria pedir seu afastamento ou ser descontado em seus dias parados. Isso vale para qualquer mandatário.

  3. SE ELE VENCER, O PARANÁ DEVERÁ TER UM ESCRITÓRIO EM CADA CONTINENTE…SÓ ASSIM ELE GOVERNARÁ.
    SENDO PREFEITO ELEITO NÃO FICA NA CIDADE, MAS PERANBULANDO PELO PAÍS.
    SE ELEITO FOR P/ GOVERNADOR, MANTIDA A PROPORÇÃO, PERAMBULARÁ PELO MUNDO, NOTADAMENTE EUROPA…..

  4. Vicente Ferreira Responder

    Seria uma ótima o Beto passar de vez em quando por Curitiba. E perceber porque basta uma ventania pra cidade ficar debaixo d´água. Campanha ainda não começou, Prefeito! Respeite a cidade..

  5. PESQUISA EM PONTA GROSSA:
    Osmar vira e passa Beto

    Na pesquisa divulgada ontem, Osmar tem 40,95% das intenções de voto do eleitorado pontagrossense, contra 38,97% de Beto no primeiro turno. Na pesquisa anterior, Beto liderava com 41,24% contra 36% de Osmar
    Nas simulações de primeiro e de segundo turno em Ponta Grossa, o pré-candidato do PDT ao governo do Paraná, senador Osmar Dias, lidera a pesquisa Exatta/GFA, passando a frente do pré-candidato do PSDB, o prefeito de Curitiba Beto Richa, que na pesquisa anterior mantinha a liderança. Na pesquisa divulgada hoje, Osmar tem 40,95% das intenções de voto do eleitorado pontagrossense, contra 38,97% de Beto no primeiro turno. Na pesquisa anterior, Beto liderava com 41,24% contra 36% de Osmar. Em comparação entre as duas pesquisas, Osmar cresceu quatro pontos percentuais, enquanto Beto caiu três pontos.
    Na pesquisa divulgada ontem, o vice-governador Orlando Pessutti (PMDB) aparece em terceiro lugar, com 5,57%, dois pontos abaixo da pesquisa anterior, realizada em setembro, quando obteve 7,5%. Integram ainda a última pesquisa o ministro do Planejamento Paulo Bernardo (PT) com 2,19, e Mello Viana (PV) com 0,8%. Votos bancos e nulos somam 3,98%. E não opinaram 7,55% dos entrevistados.
    No segundo turno, Osmar e Beto estariam empatados tecnicamente: 42,15% a 40,76%. Votos brancos e nulos somam 5,37%. E não opinaram 11,73% dos entrevistados. Na pesquisa anterior, Beto e Osmar também estavam empatados, com leve tendência para Beto, que ganhava de 43,59% a 43,00%.

    Pesquisa Exatta/GFA
    Margem de erro: 4% para mais ou para menos
    Número de entrevistas: 503 de 23 a 26 de novembro

    Estimulada para governador:

    Osmar Dias (PDT) – 40,95%
    Beto Richa (PSDB) – 38,97%
    Orlando Pessutti (PMDB) – 5,57%
    Paulo Bernardo (PT) – 2,19%
    Mello Viana (PV) – 0,80%
    Brancos e nulos – 3,98%
    Não opinaram – 7,55%

    Estimulada 2º turno para governador – Osmar X Beto:

    Osmar Dias (PDT) – 42,15%
    Beto Richa (PSDB) – 40,76%
    Brancos e nulos – 5,37%
    Não opinaram – 11,73%

  6. salete cesconeto de arruda Responder

    Fábio!
    Ando com tanta saudade do Beto do PRIMEIRO MANDATO!
    Votei nele – sabia?
    Manda ele ME VISITAR quando estiver na cidade. Morro no fundo do HIPER que ele acabou de INAUGURAR!
    E
    “Daqui de cima da pra ver tão legal.
    O que acontece na minha capital.
    Nóis parece as mocinhas bobas – que em reunião são enganadinhas…
    Mas nóis não bate palminha…
    Quem bate é pelego ou PERU DURO como se diz em Santa Catarina. Nóis usa INTERNET e todos os BONS COLEGUINAS…
    Para dizer ao Beto o que se passa na CAPITAL
    Nóis pede ao mocinho – que fique no NINHO ou desocupe e deixe o DUCCI GOVERNAR.
    È mais honesto e menos PERIGOSO – pois mosca azul – pega galã no pescoço
    Acerta a JUGULAR e a CORDA que dão pra galã de novela – acaba apertando e fazendo ISQUEMIA.
    Eu eu VEJO TÃO CLARO DA MINHA JANELA
    Com filmes, testemunhas e fotografias…
    Que tá faltando GERENCIA NA MINHA CAPITAL
    E que o ELEITOR DE CURITIBA vai dar o troco e não tem saída. Acorda Roberto. O pai foi tão legal. Votamos no homem por toda vida.
    O FILHO deveria ter consideração – antes que chegue a próxima ELEIÇÃO!”
    Não não é veradade?
    Quem avisa amigo é.
    Máscaras de MACACOS ESTÃO SENDO CONFECCIONADAS EM TODOS OS CONJUNTOS HABITACIONAIS DA COHAB DE CURITIBA.

  7. salete cesconeto de arruda Responder

    E lembre-se:
    SÓ TENHO UM INIMIGO NA CAPITAL – ATUALMENTE – A PMC!
    É mole?
    Por isso estou sendo PROTEGIDA!
    Tira a PRIVACIDADE mas é muito legal saber que a MINHA VIDA – está construindo o futuro das crianças da minha capital.

  8. Enquanto isso na terra de ninguem enchentes e ruas sem radares.
    Boa Beto, prometa aos parnanguaras que vai cuidar so estado com faz com a capital.

  9. O cara levou mais de uma hora para conseguir sair do evento ontem. Todo mundo queria tirar uma foto, falar com ele, chegar perto. Nunca vi isso.

    Se ele não for o próximo governador, corto meu saco.

    O vice prefeito de Paranaguá ainda prometeu a vitória no primeiro turno, prometeu uma surra nas urnas. Tinha uma turma do PDT lá que ficou quietinha…

  10. Por onde o Beto anda a mala pesada o PPS vai junto…, ele que tome cuidado pois os homens custam caro!!!

  11. SE DEPEDER DOS POLITICO QUE ESTAVAM LA TA MAL O BETO UMA TROPA DE OPURTUNISTA TAO IGUAL CARRO VELHO SO NO EMBALO DOS OUTROS ME FALE UM NOME FORETE QUE ESTAVA LA

  12. O Parnanguarinha vai ficar EUNUCO,a partir de outubro de 2010,pois o BETO RICHA ,vai terminar seu mandato,ele falou,e o povo acredita.

  13. celiamunicipalista Responder

    Parabens Beto pela sua palestra onde diz se for eleito . Será um Governador Municipalista, até porque conhece as dificuldades dos municipios ,porque administra a Capital de todos os paranaenses.Parabens e até a vitória 45 neles.

  14. Essa de governador municipalista quem falou foi o Vice Prefeito de Paranaguá.

    Mas é uma verdade. É muito importante para os municípios que o governador seja alguém que tenha sido prefeito de uma grande cidade do Paraná. Faz uma diferença danada.

    EUNUCO? 2010 dirá!

  15. Realmente o RAPAZ é municipalista. Rsrs.
    Foi eleito/reeleito Prefeito e não administra a Capital. Graças a sua incompetencia os radares foram desligados por ordem judicial, colocando em risco milhares de pessoas.
    O contrato venceu a 5 anos e o que se fez ESTRANHAMENTE foram ADITIVOS e mais ADITIVOS.
    Não deu tempo em 5 anos de se fazer uma CONCORRENCIA?
    Quais os interesses de se manter esta Empresa?

  16. Vejam.. cada macaco no seu galho…acho que é muita pretenção o Beto querer ser candidato agora..!?!?!.. o Alvaro.. já foi governador e não tem muito apoio para seu retorno, já o Osmar, deixou a caravana passar, apesar de ter conhecimento e pode ter o melhor ” feedback ” para o Estado…Mas como sempre falo POLÍTICA É POLÍTICA e tudo pode acontecer, depende dos acertos, tipo quém der mais eu desisto e apóio….é + ou – isso.!?!?!?!

  17. que pena que eu estava em brasilia neste dia em uma reuniao da confederaçao de saude,por que faria questao de ouvir o futuro governador do parana falar para este povo sofrido de paranagua,a gente ja nao aguenta mais sofrer com este governo que so pensa nele e em sua familia,

  18. Waldir Leite - Litoral do Pr Responder

    Esse vicezinho deveria ir acertar as contas com a MAQCENTER, isso sim. Bonequinho de fantoche.

Comente