Uncategorized

Um corte na própria carne

A queda de arrecadação no município de Curitiba terá efeitos nocivo na Câmara Municipal. Nos corredores comenta-se que os funcionários da Casa terão uma redução de 20% nos vencimentos. Sem choro nem vela.

13 Comentários

  1. Mais do que justo, pois os funcionários concursados da PMC, faz anos que só vive de migalhas e lá na CMC é uma farra orçamentária.

  2. Vigilante do Portão Responder

    Mandar embora a cambada de puxsacos, reduzir o número de Vereadores para 2, cortar o orçamento pela metade.
    Aplicar em casas populares tudo o que for economisado.

  3. distraidos venceremos Responder

    fabio entenda o que se passa
    TEORIA COMPORTAMENTAL

    A Teria Comportamental teve seu inicio com Herbrt Alexander Simon; Chester Bernard; Douglas McGregor; Rensis Likert; Cris Argyris – 1947, A abordagem comportamental marca a mais forte ênfase das ciências do comportamento na teoria administrativa e a busca de soluções democráticas e flexíveis para aos problemas organizacionais. Esta abordagem originou-se das ciências comportamentais e, mais especificamente, da psicologia organizacional. É com a abordagem comportamental que a preocupação com a estrutura se desloca para a Teoria Comportamental (ou Teoria Behaviorista) da Administração veio significar uma nova direção e um novo enfoque dentro da teoria administrativa: a abordagem das ciências do comportamento, o abandono das posições normativas e prescritivas das teorias anteriores e a adoção de posições explicativas e descritivas. A ênfase permanece nas pessoas, mas dentro de um contexto organizacional.
    O movimento behaviorista, teoria que se fundamenta no comportamento humano baseada na comprovação experimental, surgiu como evolução de uma dissidência da Escola das Relações Humanas, que recusava a concepção de que a satisfação do trabalhador gerava de forma intrínseca a eficiência do trabalho. A percepção de que nem sempre os funcionários seguem comportamentos exclusivamente racionais ou essencialmente baseados em sua satisfação exigia a elaboração de uma nova teoria administrativa. Frederick Herherberg formulou a teoria que teve como características principais os fatores higiênico e motivacional, sendo o higiênico fora do controle das pessoas e o motivacional esta relacionado com as tarefas que cada individuo executa.

  4. ASSIM É QUE SE ADMINISTRA UMA CIDADE COMO CURITIBA QUE TEM NO ORÇAMENTO O MAIOR INVESTIMENTO PER CAPITA DO BRASIL. TEM CORTAR MESMO O JABÁ DOS FUNCIONÁRIOS QUE VOTARAM NO BETO. BETO GOVERNADOR “CAMBADA”, SÓ NÃO VÃO CORTAR DO SANDRO, O MAIOR “PUXA” DO BETO.

  5. CONCORDO QUE CORTE 20% DO SALARIOS DOS SERVIDORES DA CÃMARA MUNICIPAL, MAIS O DEROSSO PARA DAR EXEMPLO DEVERIA CORTAR TAMBÉM O SALARIOS DOS PRÓPRIOS VEREADORES ASSIM FICARIA IMPARCIAL

  6. Se cortar os salários do parentes do Derosso o problema quase se resolve. Uma devassa na Cãmara Municipal de Curitiba mostraria bem nossa realidade. Com certeza, igual ou pior que Brasilia. Vamos Ministério Público. Mexa-se.

  7. Pedágio
    dia 7 de Dezembro de 2009 às 10:46
    Esmael,
    Se não bastasse o problema da Guarda Municipal, a prefeitura de Curitiba está envolvida numa série de escândalos que são de conhecimento público. E, mais uma improbidade administrativa vem a tona, senão vejamos: A empresa T4F de São Paulo trouxe o “Cirque du Soleil” , para temporada em Curitiba, mas como a arrecadação dos espetáculos estão sendo insuficientes para arcar com todas as despesas, a prefeitura de curitiba, através da secretaria de turismo está bancando as despesas de infra-estrutura que vão do dia 03 ao dia 26.l2, cujo montante deverá chegar em 50.000,00 reais. Pergunto: é justo o contribuinte curitibano arcar com essas despesas? isso não é mais uma irresponsabilidade da PMC ? não é mais um caso para o Ministério Público investigar? já não bastam tantos aditivos contratuais duvidosos? não bastam concorrências públicas que não saem do papel e, contratos são renovados ao arrepio da Lei? Até quando ? vide escândalo de Brasília. Daqui a pouco não teremos em Curitiba, réplica de Brasília ? vamos aguardar.

  8. chato da água verde Responder

    não me venham com aumento de IPTU, cambada de parasitas sanguessugas safados – não vivo da casa onde moro!

  9. TEM´É QUE DIMUIR O NÚMERO DOS CHUPA-CABRA ELEITOS E SEUS GORDOS SALÁRIOS!
    VAI CORTAR DE FUNCIONÁRIOS???
    OLHA A PALHAÇADA!!!!

  10. e o prof galdinho cade ele nestas horas kkkkkkkkkkkk
    ta querendo barrar o filme do lula kkkkkkkkkk

  11. O salário dos funcionários vão cair 20%, mas e o dos vereadores? Porque não baixam os custos com outras alternativas. Limitando o uso dos telefones, por exemplo, a distribuição de água, café, café com leite nas seções. Padronizando os salários, pagando para quem realmente trabalha nos gabinetes, não aqueles funcionários que só passam a existir no dia do velório.

  12. Lá no gabinete do “caveira” tem um personagem muito popular entre a câmara e a assembléia que exemplifica bem o pq 20% ainda é pouco pra se cortar…

Comente