Uncategorized

História: A ditadura arreganha os dentes

ditaduramilitarDo Blog de Lucia Hipollito

Que dia é hoje?

1968 – O governo brasileiro decreta o Ato Institucional nº 5 (AI-5), durante o governo do general Costa e Silva. Instrumento de abuso e perseguição aos civis, foi a expressão mais acabada da ditadura militar brasileira (na foto, a biblioteca do Palácio Laranjeiras, no Rio, recebe a reunião do Conselho de Segurança Nacional, que editou o Ato. Costa e Silva preside, na cabeceira.). O AI-5 vigorou até dezembro de 1978.

Desde o mês de julho o governo já preparava o fechamento do regime, e o pretexto veio em 2 de setembro, com o discurso do deputado Márcio Moreira Alves (MDB/GB), no “pinga-fogo” da Câmara.

Protestando contra as prisões e as torturas, o deputado convocou a população para desprezar os festejos de 7 de setembro e apelou às moças brasileiras para que não namorassem soldados.

Na mesma ocasião, outro deputado do MDB, Hermano Alves, escreveu uma série de artigos no Correio da Manhã considerados provocações. Foi pedida a cassação dos deputados.

Enviado pelo STF à Câmara dos Deputados, como era lei na época, o pedido de cassação foi rejeitado na madrugada do dia 13.

As Forças Armadas e a Polícia Federal entraram em prontidão. As emissoras de rádio e TV foram proibidas de divulgar informações sobre o processo de cassação.

À noite, o ministro da Justiça Gama e Silva compareceu à TV, em cadeia nacional, para anunciar o AI-5, que determinava a suspensão do habeas corpus e conferia ao presidente da República poder para intervir nos estados e municípios, cassar mandatos e suspender direitos políticos por dez anos, confiscar bens adquiridos ilicitamente no exercício de função pública, decretar estado de sítio sem anuência do Congresso, promulgar decretos-lei, demitir ou reformar oficiais das Forças Armadas e das Polícias Militares.

O Ato Complementar nº 38, editado no mesmo dia, decretava o recesso do Congresso por tempo indeterminado.

No dia 30 de dezembro foram cassados Márcio Moreira Alves, Hermano Alves, Carlos Lacerda, Renato Archer, Mário Martins, Celso Passos, Edgar da Mata Machado, Martins Rodrigues e Niomar Muniz Sodré.

A lista de cassações aumentou no mês de janeiro de 1969, atingindo 43 nomes, entre os quais dois senadores (Aarão Steinbruck e João Abraão), 35 deputados federais (Ivete Vargas, Osvaldo Lima Filho, João Herculino e Antonio Cunha Bueno, entre outros), três ministros do STF (Evandro Lins e Silva, Hermes Lima e Vítor Nunes Leal) e um ministro do STM (general Peri Bevilacqua).

A edição do AI-5 marca o recrudescimento da ditadura, com seu rosário inevitável de prisões, torturas, banimentos, mortes.

A imprensa, sob censura, não pôde noticiar as centenas de violações dos direitos humanos, nem a corrupção que cresceu e floresceu, beneficiando militares e civis.

Tornava-se ainda mais escura e tenebrosa a longa noite da ditadura.

17 Comentários

  1. E uns e outros, hoje, quase 2010, querem a censura à imprensa…

    Aos incautos: façam um exercício: leiam o texto de trás pra frente…a primeira coisa é a censura à imprensa, depois virá a ditadura…a Venezuela começõu assim, agora o Equador e a Nicarágua seguem o mesmo caminho…e o primeiro passo para nunca corrermos o risco é acabar com a reeleição.

  2. È… pois hoje hoje tambem vivemos numa ditadura, a ditadura do politicamente correta, a ditadura imposta pelos meio de comunicação em que devemos aceitar o que nos impõe pela goela abaixo, a ditadura do consumismo desenfreiado, a ditadura da bandidagem solta e o cidadão honesto prisioneiro em sua casa com muro e cercas eletrica, viva o admiravel mundo novo.

  3. LULA - O RETORNO DA DITADURA Responder

    LULA DA SILVA PREPARA O TERRENO PARA SER DITADOR

    A matéria abaixo, relata a verdade escondida por detrás dos bastidores da política nacional que os brasileiros devem saber muito embora alguns fanáticos tais como Igrindo e Salete ignorem tais fatos.

    Um organismo, sediado em Washington, que estuda e monitora a realidade da América Latina, enviou ao Senado brasileiro um documentoem que chama a atenção para os próximos movimentos políticos do presidente Lula da Silva, rumo a um”populismo socialista”.

    O estudo adverte que Lula pretende lançar medidas populares de impacto, incentivando o consumo para seus eleitores de baixa renda. Segundo o dossiê, a intenção de Lula é consolidar seu poder de voto para uma futura reforma política que vai autorizar, a partir de 2008, a reeleição para um mandato de mais seis anos.

    O documento assinala que Lula prepara um dos maiores movimentos de reestruturação econômica, voltado para as classes populares, dentro do projeto de longevidade no poder. Segundo o estudo, os EUA estariam muito preocupados com este tipo de populismo no Brasil, que é um País continental e onde o povo é submisso, sem cultura e informação para avaliar as conseqüências políticas deste movimento rumo ao socialismo. O plano de Lula é comparado ao do venezuelano Hugo Chávez. Segundo o estudo, conta com o apoio de grandes investidores europeus.

    O dossiê, vindo dos EUA com a classificação “confidencial”, foi analisado segunda-feira, com toda cautela, em uma reunião fechada, do colégio de Líderes do Senado. Alguns parlamentares o viram com ceticismo. Outros senadores chamaram a atenção para fatos objetivos já em andamento.

    Um dos principais pontos do estudo alerta para uma especulação de mercado sobre a adoção de um novo pacote econômico, até o fim do ano, assim que fosse proclamada a vitória eleitoral de Lula. Aliás, o dossiê chama a atenção para os problemas na aprovação das contas da campanha presidencial de Lula.

    Curiosamente, segundo observou um senador, os norte-americanos anteciparam o parecer de técnicos do Tribunal Superior Eleitoral, que constataram irregularidades insanáveis” na prestação de contas da campanha à reeleição. O PT recebeu R$ 10 milhões de empresas que têm concessões de serviços públicos, o que a lei proíbe.

    O estudo norte-americano adverte para a possibilidade de um confisco tributário em fundos e em poupanças acima de R$ 50 ou 60 mil reais. Nos dois casos, o dinheiro só poderia ser movimentado de seis em seis meses, sob risco de remuneração quase nula. Os fundos seriam tributados em 35% dos ganhos. Segundo o documento, o Banco Central do Brasil tem um levantamento completo sobre os investimentos feitos por 36 milhões de pessoas, entre brasileiros e estrangeiros.

    Uma das propostas em estudo no governo é que os fundos de pensão redirecionem R$ 80 bilhões, aplicados em títulos públicos, para investimento direto em empresas e projetos de infra-estrutura.

    A baixa rentabilidade da renda fixa, com os cortes de juros na taxa selic, obrigaria os fundos a buscarem opções mais rentáveis para aplicar a maior parte dos R$ 190 bilhões mantidos em títulos públicos de seus ativos totais, estimados em R$ 350 bilhões. Assim, os fundos multimercado seriam grande cartada dos investidores para 2007.

    O dinheiro seria usado para ampliar programas de compensação de renda (como o a família), que se mostraram eficazes armas eleitorais. Lula também quer direcionar tal dinheiro dos fundos para áreas populares, investindo em infra-estrutura – setor de baixo risco, rentabilidade moderada e que gera caixa para as empresas, emprego e renda em longo prazo.

    O governo também quer investir pesado no segmento de moradias populares. Segundo dados oficiais, mais de 90% do gigantesco déficit habitacional de 7,8 milhões residências está na faixa de famílias com renda de até cinco salários mínimos.

    No cenário desenhado pelos norte-americanos, uma coisa é certa. O governo vai criar por Medida Provisória um fundo para obras de infra-estrutura com recursos do FGTS. A novidade ruim é que o risco do investimento ficará com o trabalhador. Os trabalhadores poderão investir até 20% dos saldos de suas contas do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço na construção de rodovias, ferrovias e portos, além de obras nos setores de saneamento básico e energia elétrica. O novofundo será chamado de FI-FGTS. Terá orçamento inicial de R$ 5 bilhões, originários do patrimônio líquido do FGTS.

    Bolsa Carro?
    Além do plano para os fundos, os norte-americanos revelam que Lula fechou acordo com uma companhia chinesa para financiar carros populares pela bagatela de R$ 5 mil. Os carros seriam subsidiados com financiamentos do BNDES, no prazo de 60 meses. Os veículos seriam de passeio e mini-vans para transporte de mercadorias. Outra idéia seria reduzir impostos para aparelhos de consumo mais populares e aumentar ainda mais a carga tributária para bens não populares, como automóveis de luxo.

    Comissários do Povo?
    Um dos pontos mais polêmicos revelados pelos norte-americanos é que o governo Lula quer patrocinar um projeto de segurança voltado para a organização de milícias de bairros. As milícias foram uma idéia copiada da Venezuela. Na terra de Hugo Chávez, o síndico de bairro tem poderes de um xerife . O modelo lembra os velhos “comissariados do povo”, da extinta (porém mais viva que nunca na cabeça dos petistas) União das Repúblicas Socialistas Soviéticas.

    Fortuna do Lula
    O estudo revela que a fortuna pessoal de Lula da Silva é estimada pela revista Forbes em 2 bilhões de dólares. O presidente estaria usando tal fortuna para comprar televisões a cabo, a fim de formar uma rede de comunicação com o filho Lulinha, que estaria administrando uma fortuna pessoal de R$ 900 milhões. (Vide contratação do Lulinha pela Band) Lula espera comprar uma rede de televisão, para preparar uma rede pessoal de divulgação para sustentar o trabalho de comunicação do governo petista.

    Lula comprando jornalistas amestrados?
    No estudo norte-americano, foi identificada a preocupação do presidente em manter várias redes de televisão sob seu controle. Segundo o dossiê, o presidente estaria pagando “por fora” para jornalistas famosos, de grandes redes de tevê e jornais, especialmente escalados para analisar a notícia de uma maneira não contundente ao governo petista.

    O estudo também adverte que o presidente estaria comprando a oposição com ameaças de denunciar as mazelas dos opositores.

    A Globo já tirou os comentários do Arnaldo Jabor da CBN. A Globo recebeu 800 milhões em empréstimo camarada do PT através do Governo e do BNDES pára pagar contas da rede de TV a Cabo NET-SKY que estavam falidas e devendo muito a redes americanas. Em troca, a Globo só mostra Lula SORRINDO ou em ANGULO FOTOGRÁFICO FAVORÁVEL em seus TeleJornais. Serra só aparece em fotos SISUDO E/OU MAL HUMORADO. Junte a isso a PROPAGANDA DO “3” do Banco do Brasil já semeando de forma podre, minando o povo não esclarecido que tudo que se relacione a “3” é bom ! J á já a Petrobrás vai fazer campanha com “3” e outras estatais também.

    Lula elevou a idade para receber Bolsa Família até 17 anos Milhões de pobres recebendo 300,00 (2 por família), sem trabalhar, vão votar no Lula. Sabia que o maior acionista da TAM é a mulher do Zé Dirceu ? E o Governo ajudou a afundar a Varig para a TAM subir. Na verdade voce acha que é a mulher do Zé Dirceu que é acionista da TAM ou ela é laranja da quadrilha do PT ?

    E aí? Vai ficar parado? Mande também este aviso para toda a sua rede.

    ACORDA BRASIl

  4. Parreiras Rodrigues Responder

    Esse hediondo decreto emprenhou a figura do dedo-duro nas entranhas do partido que dava sustentação ao regime sanguinário da ditadura, a Arena. Gente sem personalidade denunciava como subversivo, como comunista, a quem discordava da política praticada ou até por antipatia pessoal. Conheci depois de muitos anos, a fina flor da alcaguetagem isabelense. Fui dedurado para Dops e SNI, vejam só, entre coisas outras, pelos meus escritos num jornalzinho que a gente fazia por diletantismo, ainda no velho mimeógrafo, O Mutirão, coisa de 50 exemplares em papel sulfite, páginas grampeadas.

  5. Bom lembrar pra estar sempre alerta e impedir qualquer rasgo de ditadura, seja ela do tipo militar ou do proletariado! Autoritários do tipo Dilma tem que levar tomate na cara já.

  6. Nunca, mas no nosso pais iremos aceita nenhum tipo de Ditatura, seja ela de Militares ou do tipo politico populista, devemos sempre esta preparado para emfrentar qualquer golpe, vamos escrarecer nosso jovens deste mal.

  7. QUANTA BESTEIRA FALAM ESSES NEOCONSERVADORES!
    SERRA, LULA, DILMA ESTIVERAM DO MESMO LADO COMBATENDO A DITADURA, AGORA TEM ENERGÚMENO QUE NÃO TEM NOÇÃO NENHUMA DO QUE FORAM OS ANOS DE CHUMBO E FICA FALANDO BESTEIRA SOBRE ALULA QUERER DITADURA. ORA, SE O DEM E O PSDB NÃO TEM BONS CANDIDATOS A PRESIDÊNCIA, ISSO É OUTRA HISTÓRIA. O PT TEM E VAI GANHAR MAIS UMA ELEIÇÃO DEMOCRÁTICA, MESMO COM TODO O PODER DA MÍDIA ELITISTA E GOLPISTA E MESMO COM TODA A DESONESTIDADE DAQUELES QUE FICAM DISSEMINANDO A MENTIRA E A OFENSA CONTRA O MELHOR PRESIDENTE QUE O BRASIL JÁ TEVE NA FASE PÓ-DITADURA!

  8. ÉRA UM TEMPO TERRIVEL DE VIVER,,,,UMA ÉPOCA SOMBRIA……EU TRABALHAVA Á NOITE E SAI DO SERVIÇO 1/2 Á 1 H DA MADRUGADA,,,,,E TINHA QUE ANDAR Á PÉ ATÉ Á RUA XV- MORAVA EM UMA REPÚBLICA,,,,,,,E NO CAMINHO ÉRA VIGIADO, E AS VEZES PARADO POR MILITARES PARA AVERIGUAÇÃO,,,E COITADO DE QUEM NÃO ESTIVESSE COM Á CARTEIRA DE TRABALHO E R.G. NO BOLÇO…..E NÃO´PODIA FICAR MAIS DE TRES PESSSOAS PARADA NA RUA CONVERSANDO QUE ÉRA TIDO COMO SUBVERSÃO,,E ARRISCAVA Á IR PRESO…..DEUS QUE ME LIVRE OOUTRA DAQUELA…..VIVA Á DEMOCRACIA ELA É ABENÇOADA

  9. ossobuco, vamos lá, aulinha de história pra vc:

    1. dilma fazia parte da polop, que é de 1961, portanto anterior ao golpe militar de 64 e pregava a luta armada para implantar um regime nos moldes da extinta urss…o grupo dela foi responsável por atentados e morte de civis…ela mesma nunca foi significativa nestes casos, era de “segunda linha”, sugiro ver o que o minc falou dela, pesquise…

    2. lula era sindicalista e tinha apenas o interesse sindical, foi preso por trinta dias por conta das greves e recebe uma pensão por isso…

    3. serra era da une, foi exilado no chile, depois nos eua.

    Os anos de chumb foram muito ruins e por não querer ditadura de novo é que muitos que aqui escrevem, que sabem muito bem o que aconteceu naquele período, perderam parentes e amigos inclusive, é que não podemos aceitar de maneira nenhuma qualquer tentativa de censura à imprensa, afronta à Constituição e crimes sem punição.

  10. Olha José, você de pequeno empresário não tem nada.
    Se vc pegou a ficha da Dilma da Veja, já deve saber que a mesma foi adulterada.
    Baseado em que autor ou literatura histórica vc diz que o diz que o interesse do Lula era apenas sindical?
    Eu não preciso da sua aulinha Wallita/Veja sobre política ou movimento estudantil brasileiro.
    Você já leu os Carbonários, de Alfredo Sirkis, ou Quarup do Antônio Calado?
    Você precisa entender que não existe apenas a sua visão maniqueísta do mundo, tem mais coisas entre o céu e a terra! Eu não sou Petista e não adoro o Lula, apenas tenho a minha visão particular do que acontece no Brasil há mais de 40 anos, quer vc goste ou não!

  11. Ô José, pega leve.
    Daonde você acha que está rolando uma ditadura no Brasil?
    Pelo que sei vai haver uma eleição em 2010, se o seu candidato não ganhar então será ditadura?

  12. UM PASSADO TRISTE COMO FOI NO TEMPO DA ESCRAVIDÃO QUE MANCHOU A PÁTRIA BRASILEIRA.
    MAS TEM MUITA MAIS COISA HOJE EM DIA MANCHANDO A NOSSA PÁTRIA.
    AS PESSOAS QUE PASSAM FOME NAS RUAS, OS ABANDONADOS, O SÁLÁRIO RIDÍCULO QUE PAGAM AOS TRABALHADORES BRASILEIROS ONDE O RICO FICA CADA VEZ MAIS RICO E O POBRE CADA VEZ MAIS POBRE E NESTE MEIO TEM O POLÍTICOS QUE MUITOS VEM DO NADA E NUMA SÓ GESTÃO, SE TORNAM RICOS E ATÉ MILIONÁRIOS.
    SÓ IREMOS NOS LIBERTAR DO AI – 5 SOCIAL, QUANDO HOUVER AÇÕES REAIS, CONCRETAS E CORRETAS PARA COM TODOS OS BRASILEIROS.
    E SINCERAMENTE ISSO EU ACREDITO QUE NUNCA IRÁ ACONTECER. POIS COM ESTÁ MÁFIA DE BRASILIA QUE DE QUATRO EM QUATRO ANOS NÓS MAL ELEJEMOS IRÁ SEMPRE NOS SUGAR E NOS TIRAR O DIREITO DE CIDADÃO. POIS CIDADANIA É SAUDE,EDUCAÇÃO, LAZER, MORADIA COMO FOI IDEALIZADO QUANDO CRIARAM UM MÍNIMO. ISSO FOI NA TEORIA. POIS NA PRÁTICA NUNCA ACONTECEU DE VERDADE.

  13. romeu, não estamos a caminho de uma ditadura nos moldes tradicionais, direita ou de esquerda, mas a ditadura do patrulhamento político, onde não podemos criticar um governo que somos tachados de “contra o Brasil”, “reaças”, etc e tal…só falta o adesivo “ame-o ou deixe-o”…

    Experimente, vc notará que todos os partidos tem seguidores e militância quer dizer cegueira.

    Nossa política acabou, a une é um fantoche na mão do governo, os sindicatos são uma vergonha só, note que são sempre os mesmos que estão lá, no poder…veja só: na última greve dos bancários os piqueteiros eram “diaristas” pags a R$ 45,00/dia…

    Nossa malemolência e desinteresse pela política estão nos levando para este lado…muito ruim…

  14. ossobuco, veja só, vc tem razão, não sou pequeno empresário, sou micro empresário…

    O que escrevi não tireir de nenhuma resenha, ao contráriod e vc pesquiso e leio bem antes de escrever, sobr a dilma está em vários locais, inclusive na entrevista do minc.

    O próprio lula disse que seu negócio era o sindicato, a política partidária veio depois…o movimento estudantil tinha o serra e tinha o zé dirceu também, a diferença entre os dois é óbvia…

    Li os dois livros, além de mais alguns, desde malatesta, bakunin, até von clausewitz, passando por saramago, neruda, garcia marques, vargas llosa, graciliano, só não consegui ler paulo coelho…nenhum deles mudou minha percepção, mas se vc quer uma sugestão de leitura, leia “As cosmicômicas” de Ítalo Calvino…acho que vale mais a leitura que qualquer um destes aí…

Comente