Uncategorized

Nelson Justus promete cortar centenas de cargos na Assembleia

justus151209

De Elizabete Castro no Paraná Online

O presidente da Assembleia Legislativa, Nelson Justus (DEM), anunciou ontem, 14, que irá reestruturar o quadro de pessoal do Legislativo, remanejando e extinguindo cargos comissionados e de carreira.

O projeto de decreto legislativo estava sendo concluído ontem pelo deputado Durval Amaral (DEM) e entrará em votação na reunião da Comissão de Constituição e Justiça marcada para hoje, 15.

Justus fez apenas a leitura da súmula do projeto na sessão de ontem à tarde. Se aprovado hoje na CCJ, o projeto será votado em plenário, antes do encerramento do ano legislativo, na quinta-feira, dia 17.

Justus forneceu poucos detalhes da proposta, mas antecipou que a maioria dos cargos que serão extintos está desocupada. “Serão algumas centenas”, indicou o presidente da Assembleia Legislativa, revelando que a meta é deixar o quadro de concursados com 400 servidores. Ele disse que ainda não há uma estimativa ainda sobre o valor do corte de despesas. “Por enquanto, não temos números”, afirmou.

Atualmente, são 1.458 cargos, ocupados por servidores comissionados e de carreira. Se Justus levar a cabo o projeto, a Assembleia voltará ao mesmo patamar de servidores de carreira que possuía na década de 70, quando eram menos de quinhentos o número de concursados na Casa.

O atual presidente da Assembleia lembrou que, quando assumiu o cargo pela primeira vez após a morte do deputado Aníbal Curi, em 1999, existiam 3.500 funcionários. O Ministério Público do Trabalho detectou irregularidades em vários contratos e mais de mil servidores foram demitidos.

As mudanças no quadro de pessoal incluem ainda a criação de novas simbologias para denominar as funções internas, informou Justus. De acordo com o presidente da Assembleia Legislativa, todos os novos cargos serão divulgados no Portal da Casa, mas sem identificação do nome do ocupante da função.

7 Comentários

  1. Mais um PACOTE DE BONDADES do governo, depois das eleições tudo volta ao normal.
    O POVO QUE NÃO SE ILUDA, POIS ELES SÓ QUEREM O VOTO DA POPULAÇÃO.

  2. POLÍTICA É ISSO!!!!!!!!

    Um POLÍTICO PARANAENSE está andando tranqüilamente pelas ruas de Curitiba quando é atropelado por um ônibus biarticulado e morre na hora!

    A alma dele chega ao Paraíso e dá de cara com São Pedro na entrada.

    -‘Bem-vindo ao Paraíso!’; diz São Pedro

    -‘Antes que você entre, há um probleminha.

    Raramente vemos Políticos por aqui, sabe, então não sabemos bem o que fazer com você.

    -‘Não vejo problema, é só me deixar entrar’, diz o Parlamentar.

    -‘Eu bem que gostaria, mas tenho ordens superiores. Vamos fazer o seguinte:

    Você passa um dia no Inferno e um dia no Paraíso. Aí, pode escolher onde quer passar a eternidade.

    -‘Não precisa, já resolvi. Quero ficar no Paraíso diz o Parlamentar.

    -‘Desculpe, mas temos as nossas regras. ‘

    Assim, São Pedro o acompanha até o elevador e ele desce, desce, desce até o Inferno.

    A porta se abre e ele se vê no meio de um lindo campo de golfe.

    Ao fundo o clube onde estão todos os seus amigos e outros políticos com os quais havia trabalhado.

    Todos muito felizes em traje social.

    Ele é cumprimentado, abraçado e eles começam a falar sobre os bons tempos em que ficaram ricos às custas do povo.

    Jogam uma partida descontraída e depois comem lagosta e caviar.

    Quem também está presente é o diabo, um cara muito amigável que passa o tempo todo dançando e contando piadas.

    Eles se divertem tanto que, antes que ele perceba, já é hora de ir embora.

    Todos se despedem dele com abraços e acenam enquanto o elevador sobe.

    Ele sobe, sobe, sobe e porta se abre outra vez. São Pedro está esperando por ele.

    Agora é a vez de visitar o Paraíso.

    Ele passa 24 horas junto a um grupo de almas contentes que andam de nuvem em nuvem, tocando harpas e cantando.

    Tudo vai muito bem e, antes que ele perceba, o dia se acaba e São Pedro retorna.

    -‘ E aí ? Você passou um dia no Inferno e um dia no Paraíso.

    Agora escolha a sua casa eterna.’ Ele pensa um minuto e responde:

    -‘Olha, eu nunca pensei .. O Paraíso é muito bom, mas eu acho que vou ficar melhor no Inferno.’

    Então São Pedro o leva de volta ao elevador e ele desce, desce, desce até o Inferno.

    A porta abre e ele se vê no meio de um enorme terreno baldio cheio de lixo.

    Ele vê todos os amigos com as roupas rasgadas e sujas catando o entulho e colocando em sacos pretos.

    O diabo vai ao seu encontro e passa o braço pelo ombro do Ilustre Parlamentar.

    -‘ Não estou entendendo’, – gagueja o Político – ‘Ontem mesmo eu estive aqui e havia um campo de golfe, um clube, lagosta, caviar, e nós dançamos e nos divertimos o tempo todo. Agora só vejo esse fim de mundo cheio de lixo e meus amigos arrasados!!!’

    O diabo olha pra ele, sorri ironicamente e diz:

    -‘Ontem estávamos em campanha.
    Agora, já conseguimos o seu voto…’
    PARA BOM ENTENDEDOR, MEIA PALAVRA BASTA!

  3. tem que corta mesmo inclusive aqueles que aparece um vez por mes so, para receber, seria um bom exmplo, outra atirude de macho seria DESCONTAR OS DIAS QUE OS DEPUTADOS NAO APARECEM NA ASSEMBLEIA E FICAM DIAS SEM DAR AR DA GRAÇA, MAS RECEBEM NORMAL, ´E UMA VERGONHA

  4. Esses caras pensam que somos otários.Imagine só se eu acredito nessa papagaiada toda…1º – Temos que inventar uma histórinha para esquecer os Palmitos Juçara; 2º – Se não mandarmos os palhaços embora, como vamos atender os pedidos de Prefeitos e Vereadores que vão nos apoiar na próxima campanha; 3º – Porque só agora?; Não conseguem nem pagar a URV dos funcionários da Assembléia; E os aumentos que vão levar os copinchas comissionados?

Comente