Uncategorized

Quando o cabeça não pensa, o Estado padece

Da boa cabeça do Clóvis Pena

“Não contesto a importância da UNILA. Penso apenas na oportunidade que o governo do Estado perdeu em ficar de fora deste empreendimento educacional. Uma boa opção sería a encampação dos projetos da UNILA pela UNIOESTE, com a capatação dos recursos federais para o aprimoramento de uma estrutura já consolidada, etc….. Poderia até federalizar a UNIOESTE com inúmeras vantagens.”

4 Comentários

  1. A principio uma universidade é sempre bem vinda..mas o que me preocupa são os cursos oferecidos por essa UNILA..ao invés de termos cursos normais com matérias normais em duas linguas..( isso seria bem interessante)..teremos cursos como:

    Área: Humanas, Sociais e Comunicação
    – Economia, Desenvolvimento Humano e Integração Regional
    – Sociedade, Estado e Política Comparada na América Latina
    – Relações Internacionais e Direito Comunitário
    – História da América Latina
    – Estado e Administração Pública
    – Gestão e Avaliação de Políticas Públicas
    – Comunicação, Mídia e Política

    Área: Ciências e Engenharias
    – Ciência, Tecnologia e Inovação
    – Biologia Transdisciplinar
    – Biologia Molecular, Genética e Evolução
    – Ecologia e Biodiversidade
    – Saúde Pública (ou Coletiva)
    – Neurociências e Ciência Cognitiva
    – Energias Renováveis para o Desenvolvimento
    – Engenharia Ambiental
    – Engenharia de Infraestrutura e Sistemas

    Área: Letras e Artes
    – Linguagem, Cultura e Sociedade
    – Literatura Comparada e Identidade Social na América Latina
    – Licenciatura em Artes e Cultura Latino Americana
    – Línguas Estrangeiras
    – Cinema e Multimeios

    Cursos muito estranhos, alguns com nomes que sujerem possibilidade de tentar transmitir ideais anti-democráticos inclusive, pois estão falando demais em identidade social, estado, politica e esquecendo a “ciência”, ao menos nessa UNILA…isso me desculpem, mas não cheira bem…

  2. É isso mesmo FC. O bestunto dessa moçada do Palácio não funciona mesmo! Por isso, o trem passa e eles ficam a olhar.

  3. Quais cursos “sujerem possibilidade de tentar transmitir ideais anti-democráticos”?
    Talvez queira propor alguns cursos com ideais mais democráticos:
    Área: Humanas, Sociais e Comunicação
    – Economia, Desenvolvimento Humano e (DES}Integração Regional
    – Sociedade, Estado e Política Comparada na América (DO NORTE)
    – Relações Internacionais e Direito (INDIVIDUAL)
    – História da América (DO NORTE)

    Área: Letras e Artes
    – Literatura Comparada e Identidade Social na América (DO NORTE)
    – Licenciatura em Artes e Cultura (NORTE) Americana

    A ignorância gera o preconceito.

  4. É mesmo caro Carlinhos…..a ignorância gera o preconceito…..então ponha esses cursos da área de humanas baseado na proposta de direitos humanos apresentada pelo secretário dos direitos humanos do Brasil ou pelas idéias do presidente do Paraguai, com uma ajudinha do Chaves e do Morales e vc vai ver o que vai dar…..tá tentando tapar o sol a peneira, esses cursos tem nomes bem sujestivos….

Comente